Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11053
Tipo de Documento: Monografia
Título: Estudo temporal do número de nascidos vivos em Sergipe, Bahia e Alagoas, nos Anos de 2000 a 2012
Autor(es): Silva, Edilma Farias da
Data do documento: 13-Fev-2015
Orientador: Silva, José Rodrigo Santos
Resumo: O crescimento populacional é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico de longo prazo de um país ou no mundo como todo. Fica evidente que o desenho efetivo e eficiente de políticas que visem diminuir os níveis de pobreza e desigualdade necessita do conhecimento do desenvolvimento de fecundidade. O objetivo deste trabalho foi estudar a evolução temporal da fecundidade de Sergipe e seus estados vizinhos, Bahia e Alagoas, através de séries históricas do número de nascidos vivos, registrados entre os anos de 2000 e 2012. Obervamos que todas as séries apresentaram tendência de decrescimento, onde os estados de Sergipe e Bahia apresentaram uma taxa de 0,1% de decrescimento, e o estado de Alagoas, 0,2%. Os padrões de sazonalidade observados foram parecidos para cada uma das séries, com os maiores números de nascimentos registrados entre os meses de março e maio, onde o número de nascidos vivos segue decescendo, e apresenta os menores valores entre dezembro e fevereiro. As séries foram ajustadas utlizando modelos SARIMA, onde foi necessário realizar a primeira diferença em cada um dos casos. Os modelos ajustados foram SARIMA (1,1,1) (0,1,1) para os estados de Sergipe e Bahia, e SARIMA (0,1,1) (0,1,1) para o estado de Alagoas.
Abstract: Population growth is crucial for the long-term economic development of a country or the world as a whole. It is evident that the effective and efficient design of policies aimed at reducing levels of poverty and inequality need knowledge of fertility development. The objective was to study the evolution of fertility in Sergipe and its neighboring states, Bahia and Alagoas, through historical series of the number of live births recorded between the years 200 and 2012. We observe that all series tended to degrowth, where the states of Sergipe and Bahia had a 0.1% decrease rate, and the state of Alagoas, 0.2%. Seasonal patterns observed were similar for each of the series, with the highest number of births recorded between the states of March and May, where the number of live births following decreasing, and has the lowest values between December and February. The series were adjusted with SARIMA models, where it was necessary to conduct the first difference in each case. The adjusted models were SARIMA (1,1,1) (0,1,1) for the states of Sergipe and Bahia, and SARIMA (0,1,1) (0,1,1) for the state of Alagoas.
Palavras-chave: Estatística
Ensino de estatística
Fecundidade
Nascidos vivos
Box-Jenkins
Sergipe (SE)
Bahia (BA)
Alagoas (AL)
Natalidade
Fertility
Live births
Box-Jenkins
área CNPQ: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::PROBABILIDADE E ESTATISTICA::ESTATISTICA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DECAT - Departamento de Estatística e Ciências Atuariais – Estatística – São Cristóvão - Presencial
Citação: Silva, Edilma Farias da. Estudo Temporal do Número de Nascidos Vivos em Sergipe, Bahia e Alagoas, nos Anos de 2000 a 2012. São Cristóvão, SE, 2015. Monografia (Graduação em Estatística) – Curso de Estatística, Departamento de Estatística e Ciências Atuariais, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11053
Aparece nas coleções:Estatística e Ciências Atuariais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Edilma_Farias_Silva.pdf966,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.