Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11948
Tipo de Documento: Dissertação
Título : Reduzir, reutilizar e retuítar: Instituto Akatu, comunicação ambiental e o discurso do consumo consciente do nas mídias sociais
Autor : Santos, Camila Silva
Fecha de publicación : 31-may-2019
Director(a): Cerqueira, Jean Fábio Borba
Resumen: A crise ambiental, simbolizada pelo fenômeno macro das mudanças climáticas, é talvez a maior questão social global contemporânea. Sua discussão atravessa todos os contextos socioeconômicos, nos quais tem ganhado, cada vez mais, visibilidade o deslocamento do foco de preocupação da produção para o consumo. Numa sociedade em rede, marcada pela comunicação mediada pelas novas tecnologias digitais e pelo estatuto da hiperconexão, esta discussão circula de forma intensa entre os mais diversos atores sociais, estando presente nas modernas e populares plataformas e sites de redes sociais eletrônicas. O presente estudo procura, a partir da Sociologia Ambiental e dos Estudos do Consumo, sob a perspectiva da Análise Crítica de Discurso, caracterizar e analisar a Comunicação Ambiental realizada pelo Instituto Akatu para o Consumo Consciente nas chamadas mídias sociais, nas quais esta Organização sem fins lucrativos está presente, sendo muito atuante no empenho de legitimar um discurso ambientalista revestido de um apelo direcionado ao “consumo consciente”. Tal discurso é efetivado em diferentes modalidades comunicativas através da Internet, com destaque para sua participação em duas das principais plataformas de redes sociais amplamente utilizadas no Brasil - Twitter e Facebook. Para fins de análise, a pesquisa priorizará um corpus delimitado pelas publicações realizadas pelo Instituto nos seus perfis nestas duas “redes sociais” eletrônicas, apoiando-se em aplicativos de análise de dados, sobretudo o Nvivo, para codificar as postagens realizadas nos doze meses do ano de 2017. De caráter essencialmente qualitativo, mas sem ignorar aspectos quantitativos relevantes, em uma primeira fase estabeleceu um comparativo da estratégia discursiva do Akatu em ambas as plataformas, para então, num segundo momento, proceder a análise discursiva propriamente dita, de modo a compreender aspectos constitutivos e pragmáticos desta matriz discursiva, sobretudo no âmbito da atribuição de responsabilidade, na definição e delimitação da problemática do consumo e de possíveis soluções sugeridas pela comunicação ambiental praticada pelo instituto.
Resumen : The environmental crisis, symbolized by the macro phenomenon of climate change, is perhaps the largest contemporary global social issue. Its discussion crosses all the socioeconomic contexts, in which the shift of the focus of concern from production to consumption has gained increasing visibility. In a network society, marked by communication mediated by new digital technologies and the hyperconnection statute, this discussion circulates intensely among the most diverse social actors, being present in the modern and popular platforms and websites of electronic social networks. Based on Environmental Sociology and Consumer Studies, from the perspective of Critical Discourse Analysis, this study seeks to characterize and analyze the Environmental Communication made by the Akatu Institute for Conscious Consumption in the socalled social media, in which this non-profit organization profitable is present, being very active in the effort to legitimize an environmentalist discourse with an appeal directed to “conscious consumption”. This discourse is implemented in different communicative modalities through the Internet, with emphasis on its participation in two of the main social networking platforms widely used in Brazil - Twitter and Facebook. For purposes of analysis, the research will prioritize a corpus delimited by the publications made by the Institute in their profiles in these two electronic "social networks", relying on data analysis applications, especially Nvivo, to encode posts made in the twelve months of the year. 2017. Of an essentially qualitative character, but without ignoring relevant quantitative aspects, in the first phase it established a comparison of Akatu's discursive strategy in both platforms, and then, in a second moment, to proceed with the discursive analysis itself, so as to understand constitutive and pragmatic aspects of this discursive matrix, especially in the scope of the attribution of responsibility, in the definition and delimitation of the problem of consumption and possible solutions suggested by the environmental communication practiced by the institute.
Palabras clave : Comunicação de massa
Meio ambiente
Instituto Akatu
Análise crítica do discurso
Mídia social
Consumidores
Comunicação ambiental
Consumo consciente
Consumo político
Estudos do consumo
Environmental communication
Akatu Institute
Critical discourse analysis
Social media
Conscious consumption
Political consumption
Consumption studies
Área CNPQ: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma : por
Institución: UFS
Programa de Posgrado: Pós-Graduação em Comunicação
Citación : SANTOS, Camila Silva. Reduzir, reutilizar e retuítar: Instituto Akatu, comunicação ambiental e o discurso do consumo consciente do nas mídias sociais. 2019. 116 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2019.
URI : http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11948
Aparece en las colecciones: Mestrado em Comunicação

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
CAMILA_SILVA__SANTOS.pdf1,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.