Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12728
Tipo de Documento: Monografia
Título: Impactos das mudanças climáticas nos estoques de carbono no cultivo de milho em Canindé de São Francisco-SE
Autor(es): Farias, Raiane Biano de
Data do documento: 9-Out-2019
Orientador: Pinto, Alexandre Siqueira
Resumo: Estudos vêm mostrando o aumento das concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera em função de atividades antrópicas, sendo o uso da terra um dos setores que mais contribuem para esse cenário. Sabe-se que a agricultura depende de fatores climáticos para se desenvolver, portanto a mudança no clima pode afetar a produção agrícola. O milho (Zea mays L.) é considerado uma das principais espécies cultivadas no mundo, correspondendo a uma importante fonte de renda e subsistência no semiárido nordestino brasileiro. No entanto, o uso intensivo do solo associado a práticas agrícolas inadequadas vêm comprometendo os estoques de carbono (C) nesse compartimento e, consequentemente, aumentando sua emissão para atmosfera. A modelagem ambiental tem auxiliado na compreensão dos efeitos do uso da terra na dinâmica de C no sistema solo-planta-atmosfera. Considerando as perspectivas de mudança do clima global e seus impactos na agricultura, este estudo teve como objetivos: (1) avaliar o efeito das mudanças climáticas nos estoques de carbono do solo e na produtividade do milho; (2) avaliar a eficácia de um manejo alternativo (simulação de uso de milho melhorado geneticamente e também plantio direto) para mitigação das emissões de carbono para a atmosfera, no município de Canindé de São Francisco, Sergipe. O modelo Century versão 4.5 foi utilizado para simular a dinâmica de C na região sobre efeito das projeções climáticas até 2100 (pessimista, o qual simula aumento da energia no sistema de 8,5 W.m-2 ; intermediários, 6,0 e 4,5 W.m-2 ; otimista, 2,6 W.m-2 ) e investigar o efeito de dois sistemas de manejo (convencional e alternativo). Foi possível observar redução nos estoques de C do solo e também na produção de grão, sendo que dentre os diferentes cenários simulados, o pessimista resultou em maiores perdas ao final do período avaliado em ambos os sistemas de manejo. O cenário pessimista apresentou perda de 8,2 Mg.ha-1 (convencional) e -7,7 Mg.ha-1 (alternativo). No otimista essa perda correspondeu a -3,7 Mg.ha-1 (convencional) e -2,1 Mg.ha-1 (alternativo). Portanto, o manejo alternativo reduziria as perdas de C do solo, apesar de ter pouco efeito na produção de grãos. Para o enfrentamento das mudanças climáticas em Canindé de São Francisco seria importante buscar novos tipos de manejo, de forma a garantir segurança alimentar e menor comprometimento ambiental em função do cultivo de milho.
Palavras-chave: Ecologia
Ensino de ecologia
Modelagem ambiental
Century 4.5
Mitigação
Agricultura familiar
Canindé de São Francisco (SE)
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DECO - Departamento de Ecologia – São Cristóvão - Presencial
Citação: Farias, Raiane Biano de. Impactos das mudanças climáticas nos estoques de carbono no cultivo de milho em Canindé de São Francisco-SE. São Cristóvão, SE, 2019. Monografia (graduação em Ecologia) – Departamento de Ecologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2019
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12728
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Raiane_Biano_Farias.pdf708,81 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.