Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14438
Tipo de Documento: Dissertação
Título : A representação da morte em Paripiranga – Bahia : ritos, práticas e discursos (1919 – 1961)
Autor : Santos Junior, Robério José
Fecha de publicación : 21-may-2021
Director(a): Sousa, Antônio Lindvaldo
Resumen: O presente trabalho analisa a representação da morte em Paripiranga-Bahia entre as décadas de 1919 a 1961, trazendo à baila os principais acontecimentos que estavam ligados direta ou indiretamente com a morte. A priori, foi possível compreender os principais fatos que marcaram a formação inicial da cidade, destacando o personagem Padre João de Matos Freire de Carvalho, como também todo o processo de construção de um novo cemitério para o local, atendendo aos anseios das novas leis higienistas advindas da Europa, as quais ganharam força no Brasil nas primeiras décadas do século XX. Em seguida, apresento as representações fúnebres nos discursos produzidos pelos homens de imprensa que trabalhavam no jornal O Paladino (1919-1938), observando, sobretudo, as notas necrológicas e as anunciações voltadas para o assunto em questão. Por último, examino o papel do jornal O Ideal para a concretização das novas práticas fúnebres na cidade de Paripiranga-Bahia (1953-1961), elencando a trajetória do periódico como um importante meio de comunicação social, as críticas estampadas pelo impresso e as crônicas do dia de finados. Compreendendo assim, que não foram somente o Padre João de Matos e a Igreja Católica os únicos responsáveis pelos assuntos ligados à morte. Mas que também, os jornais e os homens de imprensa contribuíram nesse contexto social e religioso.
Resumen : The present work analyzes the representation of death in Paripiranga-Bahia between the decades of 1919 to 1961, bringing up the main events that were directly or indirectly linked to death. A priori, it was possible to understand the main facts that marked the initial formation of the city, highlighting the character of Father João de Matos Freire de Carvalho, as well as the entire process of building a new cemetery for the site, meeting the desires of the new hygienist laws. from Europe, which gained strength in Brazil in the first decades of the twentieth century. Then, I present the funeral representations in the speeches produced by the press men who worked at the newspaper O Paladino (1919-1938), observing, above all, the obituary notes and the annunciations focused on the subject in question. Finally, I examine the role of the newspaper O Ideal for the realization of new funeral practices in the city of Paripiranga-Bahia (1953-1961), listing the trajectory of the periodical as an important means of social communication, the criticisms printed and the chronicles of the day of the dead. Thus understanding that it was not only Father João de Matos and the Catholic Church who were solely responsible for matters related to death. But that also, newspapers and pressmen contributed in this social and religious context.
Palabras clave : História
Ritos e cerimônias fúnebres
Morte
Paripiranga (BA)
Representação
O Paladino (Jornal)
O Ideal (Jornal)
Death
Representation
The Paladin
The Ideal
Área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma : por
Institución: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Posgrado: Pós-Graduação em História
Citación : SANTOS JUNIOR, Robério José. A representação da morte em Paripiranga – Bahia : ritos, práticas e discursos (1919 – 1961). 2021. 136 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2021.
URI : https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14438
Aparece en las colecciones: Mestrado em História

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
ROBERIO_JOSE_SANTOS_JUNIOR.pdf2,76 MBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.