Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/18637
Tipo de Documento: Tese
Título: Escrevivências de jovens negras no concurso de beleza negra de um colégio estadual sergipano
Autor(es): Jesus, Maria Camila Lima Brito de
Data do documento: 20-Jul-2023
Orientador: Lopes, Edineia Tavares
Resumo: Como resultado da luta do movimento negro brasileiro, o combate ao racismo tem sido colocado no cenário nacional. No que diz respeito à Educação, como consequência dessa luta, um arcabouço legal, administrativo e orientador sustenta a urgência de uma educação antirracista. A presente tese tem como foco a Educação das Relações Étnico-Raciais (ERER), objetivando compreender as motivações que levaram estudantes de um colégio estadual sergipano a se inscreverem no Concurso Beleza Negra e as relações estabelecidas entre o concurso, o pertencimento étnico-racial das candidatas e a Educação das Relações Étnico-Raciais no colégio. A abordagem metodológica utilizada foi a pesquisa qualitativa, tendo como metodologia as Escrevivências de Conceição Evaristo. Os instrumentos para coleta de dados foram: análise documental, entrevistas, questionário, observações e conversas informais registradas no diário de campo da pesquisadora. A interpretação dos dados foi realizada a partir da técnica de análise documental de Cellard (2008) e as narrativas dos/as participantes da pesquisa a partir da Escrevivência de Conceição Evaristo. Os/as participantes da pesquisa foram oito (8) jovens estudantes negras; uma (1) gestora, autodeclarada parda; um (1) professor que se declarou pardo. Inferimos que a maioria tem dezesseis anos de idade, é católica e cursa o Ensino Médio Regular. As estudantes destacaram como referências artistas brasileiras, brancas e do sexo feminino. A maioria das jovens já participou de concurso de beleza negra e, segundo elas, está participando deste concurso para representar a sua cor e mostrar a beleza da mulher negra. As candidatas foram incentivadas a participar do concurso por professores/as e amigos/as e destacaram a importância deste evento no ambiente escolar para representar a mulher negra, combater o racismo e valorizar a beleza feminina. Ao analisar o PPP do CES, foi encontrada a menção das palavras “Preconceito” e “Consciência Negra” na proposta curricular da instituição e no plano de ação de forma simplista e superficial. Não foi observado dos projetos e discussões voltados ao Concurso Beleza Negra. A ausência das Leis n° 10.639/2003 e n° 11.645/2008 no PPP nos faz refletir sobre o distanciamento da ERER na trajetória da comunidade escolar do CES. A partir das escrevivência, percebemos que das oito candidatas, cinco relataram passar por situações de racismo em sua vida pessoal. As jovens afirmaram que seus cabelos, seus rostos e seus corpos foram/são motivos de “mangações”, principalmente no ambiente escolar. Ressaltamos a importância de discutir e problematizar o conceito de pertencimento étnicoracial, preconceito e racismo no ambiente escolar, pois pensar na historicidade da ideologia opressora é fundamental para combater as práticas racistas ainda comuns na sociedade brasileira.
Abstract: As a result of the struggle of the Brazilian black movement, the fight against racism has been placed on the national stage. With regard to Education, as a result of this struggle, a legal, administrative and guiding framework supports the urgency of an anti-racist education. This thesis focuses on the Education of Ethnic-Racial Relations (ERER), aiming to understand the motivations that led students from a state school in Sergipe to enroll in the Black Beauty Contest and the relationships established between the contest, the ethnic-racial belonging of the candidates and the Education of Ethnic-Racial Relations in the school. The methodological approach used was qualitative research, using the Writings of Conceição Evaristo as methodology. The instruments for data collection were: document analysis, interviews, questionnaire, observations and informal conversations recorded in the researcher's field diary. The interpretation of the data was carried out using the technique of document analysis by Cellard (2008) and the narratives of the research participants based on the writing by Conceição Evaristo. The research participants were eight (8) young black students; one (1) manager, self-declared mixed race; one (1) self-declared brown teacher. We infer that the majority is sixteen years old, is Catholic and attends Regular High School. The students highlighted Brazilian, white and female artists as references. Most young women have already participated in a black beauty contest and, according to them, are participating in this contest to represent their color and show the beauty of black women. Candidates were encouraged to participate in the contest by teachers and friends and highlighted the importance of this event in the school environment to represent black women, fight racism and value female beauty. When analyzing the CES PPP, the mention of the words “Prejudice” and “Black Consciousness” was found in the institution's curricular proposal and in the action plan in a simplistic and superficial way. It was not observed in the projects and discussions related to the Beauty Black Contest. The absence of Laws n° 10.639/2003 and n° 11.645/2008 in the PPP makes us reflect on the distancing of ERER in the trajectory of the school community of CES. From the records, we noticed that of the eight candidates, five reported experiencing situations of racism in their personal lives. The young women stated that their hair, their faces and their bodies were/are reasons for “mangações”, mainly in the school environment. We emphasize the importance of discussing and problematizing the concept of ethnic-racial belonging, prejudice and racism in the school environment, since thinking about the historicity of the oppressive ideology is fundamental to combating the racist practices that are still common in Brazilian society.
Palavras-chave: Educação básica
Negras
Relações raciais
Concursos de beleza
Programas de ações afirmativas
Etnicismo
Negros
Educação
Lei 10.639/03
Educação das relações-etnico-raciais (ERER)
Educação básica
Concurso de Beleza Negra
Ações afirmativas na educação básica
Law 10,639 /03
Basic education
Black beauty
Affirmative actions
área CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Educação
Citação: JESUS, Maria Camila Lima Brito de. Escrevivências de jovens negras no concurso de beleza negra de um colégio estadual sergipano. 2023. 222 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2023.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/18637
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MARIA_CAMILA_LIMA_BRITO_JESUS.pdf1,94 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.