Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/3254
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Avaliação da resposta imune humoral anti- Pvs48/45 em infecções naturais por Plasmodium vivax da Amazônia brasileira
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the anti-Pvs48/45 humoral immune response in natural infections by Plasmodium vivax from the Brazilian Amazon
Autor(es): Pessoa, Tatiana Maria Silva Cisne
Data do documento: 22-Fev-2017
Orientador: Melo, Luciane Moreno Storti de
Resumo: A malária continua sendo responsável por grande morbidade e mortalidade em muitos países tropicais e subtropicais. Diante de várias tentativas de controle dessa protozoose, as vacinas têm sido alvo de intensa pesquisa, uma vez que esse parece ser o caminho promissor para o controle efetivo da malária. Indivíduos que estão frequentemente expostos ao parasito, por habitarem áreas endêmicas desenvolvem respostas imunes específicas, levando a uma redução da carga parasitária e das manifestações clínicas. Além disso, o soro desses indivíduos pode impossibilitar a fertilização dos gametas nos mosquitos, bloqueando a transmissão desse parasito para o vetor. A proteína Pvs48/45 é encontrada na superfície dos gametócitos e utilizada como alvo dos anticorpos viabilizando essa estratégia de uma vacina de bloqueio de transmissão. O objetivo desse estudo é avaliar a resposta de anticorpos naturalmente adquirida em infecções por Plasmodium vivax contra a proteína Pvs48/45. A pesquisa de anticorpos IgG anti-Pvs48/45 foi realizada por ELISA no soro de 281 amostras de pacientes maláricos residentes na região amazônica brasileira. O ponto de corte foi estabelecido utilizando soro de voluntários que nunca tiveram contato com o plasmódio, estabelecendo a média da densidade óptica (DO) mais três desvios padrão. As amostras foram analisadas em duplicatas e a média da DO foi dividida pelo ponto de corte para estabelecer o índice de reatividade (IR), sendo que amostras com IR ≥ 1 são consideradas positivas. Dos 281soros analisados, em 22,4% foram encontradas respostas de anticorpos específicos anti-Pvs48/45 e os índices de parasitemia e os gametócitos não influenciaram o reconhecimento antigênico desta proteína. Na análise dos subfragmentos, obteve-se que a região C-Terminal + Central da Pvs48/45 foi a que apresentou maior reconhecimento antigênico na amostra em estudo (32%). Diante disso, estudos com a utilização dessa região da proteína podem facilitar o entendimento do potencial imunogênico desse antígeno. Esse estudo visa contribuir para o desenvolvimento de uma vacina de bloqueio de transmissão eficiente contra a proteína Pvs48/45 em ensaios futuros.
Abstract: Malaria remains a major responsible factor for morbidity and mortality in many tropical and subtropical countries. Due to the several attempts to control this protozoan infection, vaccines have been subject of intensive research, since this seems to be a promising way for the effective control of malaria. Individuals, who are frequently exposed to the parasite by living in endemic areas, develop specific immune responses, leading to a reduction of parasite load and clinical manifestations. Moreover, the serum of such individuals may impair fertilization of gametes in the mosquito, blocking the transmission of this parasite into the vector. The Pvs48/45 protein is found on the surface of gametocytes and used as a target of antibodies enabling this strategy a transmission blocking vaccine. The aim of this study is to evaluate the antibody response in naturally acquired infections by Plasmodium vivax against Pvs48/45 protein. The research of antibodies IgG anti- Pvs48/45 was performed by ELISA in sera from 281 samples of malarial patients living in the Brazilian Amazon. The cutoff point was established using serum from volunteers who never had contact with the plasmodium, establishing the mean optical density (OD) plus three standard deviations. Samples were analyzed in duplicate and the mean OD was divided by cutting point to establish the reactivity index (RI), while samples with IR ≥ 1 are considered positive. Of 281 sera analyzed, in 22.4% were found specific antibody response anti-Pvs48/45 and indices of parasitemia and gametocyte did not influence the antigenic recognition of this protein. With the analysis of the subgroups was obtained that the CTerminal + Central region of Pvs48/45 was the one with the highest antigenic recognition in the study sample. Therefore, studies using this region of the protein may facilitate the understanding of the immunogenic potential of this antigen. This study aims to contribute to the development of an efficient transmission blocking vaccine against Pvs48/45 protein in future trials.
Palavras-chave: Vacinas
Malária
Plasmodium vivax
Amazônia
Resposta imune
Pvs48/45
Vaccine
Immune response
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição/Editora: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Citação: MELO, Luciene Maria. Avaliação da resposta imune humoral anti- Pvs48/45 em infecções naturais por Plasmodium vivax da Amazônia brasileira. 2017. 69 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/3254
Aparece nas coleções:Mestrado em Biologia Parasitaria

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TATIANA_MARIA_SILVA_C_PESSOA.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.