Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5906
Tipo de Documento: Dissertação
Título : Análise descritiva da obesidade como fator modificador da doença periodontal
Autor : Araujo, Francisco de Assis Nunes Martins
Fecha de publicación : 26-ago-2016
Director(a): Silva, Luiz Carlos Ferreira da
Co-Director(a): Almeida, Margarete Aparecida Meneses de
Resumen: A obesidade e as doenças periodontais são doenças crônicas que causam efeitos adversos à saúde dos indivíduos e ambas estão comumente associadas a quadros de inflamação. O presente trabalho avaliou a condição periodontal, correlacionou o perfil lipídico e verificou os hábitos de higiene oral e o grau de conhecimento sobre a influência da obesidade na saúde bucal de pacientes obesos e não-obesos utilizando como parâmetro o Índice de Massa Corporal (IMC) e a Circunferência Abdominal (CA). Foram submetidos ao exame periodontal de boca completa 54 pacientes obesos (IMC ≥ 30Kg/m2) e 40 não-obesos (IMC < 30Kg/m2) para avaliação dos parâmetros de Índice de Placa (IP), Índice Gengival (IG), Sangramento à Sondagem (SS), Posicionamento da Margem Gengival (PMG), Nível de Inserção Clínica (NIC) e Profundidade de Sondagem (PS). Em seguida, foram coletados dados sobre aspectos sócio demográficos, hábitos de higiene oral e perfil lipídico (triglicérides, colesterol total, HDL e LDL) de cada paciente. Pacientes obesos apresentaram menor SS que não-obesos (34% e 42,1%, respectivamente, p<0,05), não havendo diferença estatisticamente significante do IP e IG. Apesar da semelhança em relação à prevalência das doenças periodontais (gengivite e periodontite), houve diferença estatística em relação ao grau da severidade da periodontite, ou seja, pacientes obesos apresentaram níveis mais altos de perda de inserção do que os pacientes não-obesos (p<0,05). Em relação ao perfil lipídico, houve diferença estatística apenas na média do triglicérides (obesos = 127mg/dl maior que não-obesos = 102mg/dl) e quanto aos hábitos de higiene oral, pacientes obesos apresentaram frequência de escovação menor que os não-obesos. Dentro das limitações desse estudo, pode-se concluir que pacientes obesos apresentaram maior severidade da periodontite e maiores níveis quantitativos de triglicérides, não havendo diferença em relação à prevalência das doenças periodontais com os não-obesos. Além disso, a maioria de ambos os grupos afirmaram desconhecimento da influência da obesidade sobre saúde bucal.
Resumen : Obesity and periodontal diseases are considered chronic diseases that cause harmful effects to the health of individuals and commonly both are associated with inflammatory framework. This study accessed the periodontal condition, correlate the lipid profile and check the oral hygiene habits and the degree of knowledge about the influence of obesity on the oral health of obese and non-obese patients, using parameters like the Body Mass Index (BMI) and Waist Circumference (WC). Fifty-four obese (BMI ≥ 30Kg/m2) and 40 non-obese patients (BMI < 30 kg/m2) were interviewed and submitted to full-mouth periodontal examination to provide informations about plaque index (IP), gingival index (GI), bleeding on Probing (SS), clinical attachment level (CAL) and Probing Depth (PD). Then, data about socio-demographics, oral hygiene habits and lipid profile (triglycerides, total cholesterol, HDL and LDL) were gathered of each patient. Obese patients had lower SS (34%) than non-obese (42.1%) (p<0,05), statistically significant differences were not observed for IP (obese: 50.2% and non-obese: 45.9%) and GI (obese: 30.8% and non-obese: 39.5%). Despite similarity in periodontal disease (gingivitis and periodontitis) prevalence, statistically significant differences were present in periodontitis severity, i.e., obese patients showed higher clinical attachment loss level than non-obese patients (p<0.05). Results of serum lipid profile showed that there was statistically difference in the mean triglyceride levels (obese = 127mg/dl) higher than non-obese=102mg/dl) and regarding oral hygiene habits, obese patients presented lower brushing frequency than non-obese. Within the limitations of this study, it can be concluded that periodontitis severity and quantitative triglycerides levels were higher among obese patients, without statistically difference in the periodontal diseases prevalence compared to non-obese patients. Furthermore, most of the two groups reported lack of knowledge about effects of obesity on oral health.
Palabras clave : Odontologia
Obesidade
Doenças periodontais
Índice de massa corporal
Obesity
Periodontal diseases
Body mass index
Área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma : por
PaÍs: Brasil
Institución / Editorial : Universidade Federal de Sergipe
Institución: UFS
Programa de Posgrado: Pós-Graduação em Odontologia
Citación : ARAUJO, Francisco de Assis Nunes Martins. Análise descritiva da obesidade como fator modificador da doença periodontal. 2016. 61 f. Dissertação (Pós-Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2016.
Tipo de acceso: Acesso Aberto
URI : https://ri.ufs.br/handle/riufs/5906
Aparece en las colecciones: Mestrado em Odontologia

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
FRANCISCO_ ASSIS_NUNES_M_ARAUJO.pdf1,8 MBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.