Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6220
Tipo de Documento: Dissertação
Título: A autoimagem produzida pelos assistentes sociais que desenvolvem atividades de gestão nas Unidades de Saúde da Família – USF do município de Aracaju/SE
Autor(es): Santos, Evaneide Lima dos
Data do documento: 13-Jun-2016
Orientador: Araújo, Nailsa Maria Souza
Resumo: O cenário que se faz notório na atual configuração das políticas sociais brasileiras é o de regressão de direitos, aliado à desconstrução das conquistas históricas da classe trabalhadora. Esse movimento de retrocessos tem provocado significativas mudanças na área da saúde, em especial na Atenção Primária. Desde sua implantação se fez presente nesta sub-área o profissional de Serviço Social, em especial no âmbito da Estratégia de Saúde da Família – ESF, seja trabalhando nas atribuições privativas do assistente social seja exercendo o cargo de gestor dos serviços de saúde aí prestados. O presente estudo objetivou analisar a autoimagem produzida pelos assistentes sociais que desenvolvem o último tipo de atividade no município de Aracaju/SE. Norteou-se pelo método histórico-dialético, o qual procura captar as mediações que explicam a atuação desses profissionais considerando tanto as particularidades de sua formação acadêmica quanto sua condição como trabalhador inserido na divisão social e técnica do trabalho na sociedade capitalista madura. Para a captação dos dados foram utilizadas as seguintes fontes: livros, revistas, teses, dissertações e anais de eventos científicos. Evidenciou-se, nos resultados, entre outras questões, a conjuntura de precariedade em que estão inseridas as relações de trabalho nesse espaço de atuação e, consequentemente, fragilidades na execução da política de saúde em suas diversas instâncias. Também foi possível observar a realidade de apartação, por parte dos profissionais, quanto a algumas das prerrogativas defendidas pelo Serviço Social, o que levou a descobrir uma autoimagem que foge, em diferentes aspectos, ao perfil profissional requerido pela formação profissional em Serviço Social. Em vista disso não se identifica a função de gestor como uma das possíveis atribuições do assistente social.
Abstract: The scenario that is evident in the current configuration of Brazilian social policies is the rights of regression, together with the deconstruction of the historical achievements of the working class. This movement of setbacks has caused significant changes in health, especially in primary care. Since its implementation was present in this subarea the professional social work, particularly in the context of the Family Health Strategy - ESF, is working in the private duties of the social worker is occupying the position of manager of health services there provided. This study aimed to analyze the self-image produced by social workers who develop the latter type of activity in the municipality of Aracaju / SE. Guided by the historical and dialectical method, which seeks to capture the mediations that explain the performance of these professionals considering both the particularities of their education as their condition as a worker inserted in the social division of labor and technique in mature capitalist society. To capture the data the following sources were used: books, journals, theses, dissertations and scientific events. It showed up in the results, among other issues, the situation of precariousness in which they operate labor relations in this area of activity and, consequently, weaknesses in the implementation of health policy in its various instances. It was also possible to observe the reality of apartheid, by professionals, as some of the prerogatives advocated by the Social Service, which led to discover a self-image that runs in different ways, the professional profile required for vocational training in social work. In view of this it does not identify the manager's role as one of the possible tasks of the social worker.
Palavras-chave: Serviço social (gestão)
Atenção primária à saúde
Assistência social
Aracaju (SE)
Trabalho (assistência social)
Autopercepção
Assistentes sociais
Serviços de saúde (gestão)
Gestão de serviços
Service management
Work
Self image
Social service
área CNPQ: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Agência de fomento: Fundação de Apoio a Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - FAPITEC/SE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição/Editora: Universidade Federal de Sergipe
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Serviço Social
Citação: SANTOS, Evaneide Lima dos. A autoimagem produzida pelos assistentes sociais que desenvolvem atividades de gestão nas Unidades de Saúde da Família – USF do município de Aracaju/SE. 2016. 115 f. Dissertação (Pós-Graduação em Serviço Social) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://ri.ufs.br/handle/riufs/6220
Aparece nas coleções:Mestrado em Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EVANEIDE_LIMA_SANTOS.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.