Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7455
Tipo de Documento: Monografia
Título: Avaliação da concordância entre três métodos não invasivos (APRI, FIB-4 e Elastografia) para diagnóstico de fibrose em pacientes com hepatites virais e esquistossomose mansônica
Título(s) alternativo(s): Agreement between three non-invasive methods (APRI, FIB-4 and Elastography) for the diagnosis of fibrosis in patients with viral hepatitis and schistosomiasis mansoni
Autor(es): Nascimento, Marco Antônio de Jesus
Data do documento: 11-Out-2017
Orientador: Pacheco, Mauricio Soares
Resumo: As hepatites virais e a esquistossomose mansônica são doenças ainda muito prevalentes. A quantificação do grau de fibrose hepática além de fator prognóstico, é também indicação para o tratamento nestas patologias. Diante disso, o objetivo desse estudo foi avaliar a concordância entre três métodos não-invasivos para classificação de fibrose hepática em pacientes com hepatites virais e esquistossomose mansônica. A amostra foi composta por: 31 pacientes com hepatite crônica por VHB, 45 por VHC e 17 com EM. Foram analisados os prontuários para coleta de dados referentes ao sexo, Índice de Massa Corpórea (IMC) e aos exames laboratoriais para análise de marcadores bioquímicos. Realizou-se avaliação da fibrose hepática através dos métodos APRI, FIB-4 e Fibroscan (Kpa) e posterior análise de correlação pelo teste de Spearman (r). Houve predomínio do sexo masculino (64,4%) entre os pacientes com VHC e com VHB (61,3%). Paciente VHC positivos apresentaram também maior média de idade (54,8 anos) e níveis elevados de AST e ALT. Foi observada correlação positiva entre APRI e FIB-4 nos pacientes de todos os grupos; correlação positiva entre APRI e Fibroscan nos pacientes com VHC e hepatopatias em conjunto; e correlação positiva entre FIB-4 e Fibroscan nos pacientes com VHC, EM e hepatopatias em conjunto. Os dados desse estudo sugerem, portanto, que apesar dos métodos não-invasivos apresentarem alta correlação para análise da fibrose em pacientes portadores de hepatite C, são necessários estudos adicionais para que eles possam ser aplicados com segurança em outras hepatopatias fibrosantes.
Abstract: Viral hepatitis and mansonic schistosomiasis are still very prevalente. The quantification of the degree of hepatic fibrosis in addition to a prognostic factor is an indication for the treatment of these pathologies. Given this, the aim of this study was to evaluate the correlation between three non-invasive methods for classification of hepatic fibrosis in patients with viral hepatitis and schistosomiasis. The sample was composed by: 31 patients with chronic hepatitis with HBV, 45 with HCV and 17 with schistosomiasis. Medical records were analyzed for collection of data related to sex, body mass index (BMI) and laboratory tests for analysis of biochemical markers. The evaluation was carried out through the hepatic fibrosis methods APRI, FIB-4 and Fibroscan (Kpa) and later correlation analysis by Spearman test (r). There was a predominance of males (64.4%) among patients with HCV and HBV (61.3%). HCV positive patients also presented highest average age (54.8 years) and high levels of AST and ALT. Positive correlation was observed between APRI and FIB-4 in patients of all groups; positive correlation between APRI and Fibroscan in patients with HCV and liver diseases together; and positive correlation between FIB-4 and Fibroscan in patients with HCV, schistosomiasis and liver diseases together. The data from this study suggest that although non-invasive methods present high correlation for fibrosis analysis in patients with hepatitis C, additional studies are needed in order to increase the security of those methods in other fibrosing hepatopathies
Palavras-chave: Medicina
Saúde
Hepatite
Esquistossomose
Fibrose
Elastografia
Hepatitis
Schistosomiasis
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DME - Departamento de Medicina – Aracaju - Presencial
Citação: NASCIMENTO, Marco Antônio de Jesus. Avaliação da concordância entre três métodos não invasivos (APRI, FIB-4 e Elastografia) para diagnóstico de fibrose em pacientes com hepatites virais e esquistossomose mansônica. Aracaju, SE, 2017. Monografia (Graduação em Medicina ) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2017.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7455
Aparece nas coleções:Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marco_Antonio _Jesus_ Nascimento.pdf840,73 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.