Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9782
Tipo de Documento: Dissertação
Título : Proporção de rotavírus, norovírus e Cryptosporidium ssp. em crianças com diarreia aguda atendidas no Hospital de Urgências de Sergipe
Otros títulos : Proportion of rotavirus, norovirus and Cryptosporidium spp. in children with acute diarrhea treated at Sergipe Emergency Hospital
Autor : Vicente, Ana Paula Constantino do Amaral
Fecha de publicación : 30-ago-2017
Director(a): Gurgel, Ricardo Queiroz
Resumen: A diarreia aguda é uma das doenças infecciosas mais comuns e ainda uma das principais causas de morbidade e mortalidade no mundo pediátrico, um problema global de saúde pública. Diversos esforços vêm sendo realizados no decorrer dos anos para redução da mortalidade infantil, apesar do empenho as diarreias ainda ocupam um significativo espaço da desnutrição em menores de 5 anos. Um amplo espectro de patógenos entéricos pode provocar a diarreia infantil aguda, dentre esses podemos citar os Rotavírus, Norovírus e Cryptosporidium spp, sendo o Rotavírus um dos mais importantes. Atualmente duas vacinas orais contra o Rotavírus, de vírus vivos atenuados foram licenciadas e estão disponíveis globalmente: uma cepa monovalente humana (RV1) (Rotarix®, GlaxoSmithKline Biologicals) e um rearranjo bovino-humano pentavalente (RV5) (Rotateq®). O Brasil foi um dos primeiros países a integrar a vacina em seu programa nacional de imunizações (2006), e foi possível observar melhorias significativas na redução da mortalidade infantil e nas hospitalizações por doenças diarreicas em crianças decorrentes de Rotavírus. No entanto, as diarreias continuam sendo um grave problema de saúde, podendo ser evitável e tratável. Diversos agentes etiológicos podem estar relacionados a essas infecções intestinais e merecem ser investigados. O objetivo desse estudo foi verificar a presença dos três agentes etiológicos Cryptosporidium spp., Rotavírus e Norovírus, associados aos quadros de diarreia aguda em crianças de 0 a 11 anos atendidas no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). As amostras foram testadas por Elisa para Cryptosporidium spp e Rotavírus, para detecção de antígenos nas fezes, e reação de cadeia em polimerase após transcrição reversa (RT-PCR) para detecção de Norovírus. Foram analisadas 92 amostras de fezes diarreicas das quais 62% apresentaram positividade para um dos patógenos estudados, 49% positivos para Norovírus, 10% para Rotavírus, 4% para Crysptoporidium spp e 37% das amostras diarreicas não apresentaram positividade para nenhum enteropatógeno estudado. Norovírus foi o principal causador da diarreia infantil no período estudado, com predominância (98%) do genótipo GII. A faixa etária mais acometida foi de crianças menores de 24 meses. As infecções demonstraram sintomas semelhantes. Estudos complementares são necessários para descobrir outros agentes etiológicos envolvidos em gastroenterites do Estado de Sergipe, visto que uma quantidade significativa de crianças com diarreia não apresentou positividade para nenhum patógeno estudado.
Resumen : Acute diarrhea is one of the most common infectious diseases and still one of the leading causes of morbidity and mortality in the pediatric world, a global public health problem. Several efforts have been made over the years to reduce infant mortality, despite the commitment of diarrhea still occupy a significant space of malnutrition in children under 5 years. A wide spectrum of enteric pathogens can cause acute childhood diarrhea, among which we can mention Rotavirus, Norovirus and Cryptosporidium spp. Rotavirus is one of the most important. Currently two live attenuated live Rotavirus vaccines have been licensed and are available globally: a human monovalent strain (RV1) (Rotarix®, GlaxoSmithKline Biologicals) and a pentavalent bovine-human rearrangement (RV5) (Rotateq®). Brazil was one of the first countries to integrate the vaccine into its national immunization program (2006), and it was possible to observe significant improvements in reducing infant mortality and hospitalizations for diarrheal diseases in children from Rotavirus. However, diarrhea continues to be a serious health problem, and can be avoidable and treatable. Several etiological agents may be related to these intestinal infections and deserve to be investigated. The objective of this study was to verify the presence of the three etiological agents Cryptosporidium spp., Rotavirus and Norovirus, associated with diarrhea in children aged 0 to 11 years old, attended at Sergipe Emergency Hospital (HUSE). The samples were tested by Elisa for Cryptosporidium spp and Rotavirus for fecal antigen detection and reverse transcription polymerase chain reaction (RT-PCR) for Norovirus detection. A total of 92 diarrheic stool specimens were analyzed, of which 62% were positive for one of the pathogens studied, 49% positive for Norovirus, 10% for Rotavirus, 4% for Crysptoporidium spp and 37% of diarrheal samples were not positive for any enteropathogen studied. Norovirus was the main cause of childhood diarrhea in the period studied, with predominance (98%) of the GII genotype. The most affected age group were children younger than 24 months. Infections have shown similar symptoms. Complementary studies are needed to discover other etiological agents involved in gastroenteritis in the State of Sergipe, since a significant number of children with diarrhea did not present positivity to any of the pathogens studied.
Palabras clave : Rotavírus
Cryptosporidium
Gastroenterite
Crianças
Norovírus
Gastroenteritis
Children
Rotavirus
Norovirus
Área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
Patrocinio: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Idioma : por
Institución: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Posgrado: Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Citación : VICENTE, Ana Paula Constantino do Amaral. Proporção de rotavírus, norovírus e Cryptosporidium ssp. em crianças com diarreia aguda atendidas no Hospital de Urgências de Sergipe. 2017. 58 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
URI : http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9782
Aparece en las colecciones: Mestrado em Biologia Parasitaria

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
ANA_PAULA_CONSTANTINO_A_VICENTE.pdf1,55 MBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.