Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10136
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMacêdo, Conceição Rafaela de Freitas-
dc.date.accessioned2018-12-18T18:57:28Z-
dc.date.available2018-12-18T18:57:28Z-
dc.date.issued2018-09-24-
dc.identifier.citationMACÊDO, Conceição Rafaela de Freitas. Violência doméstica e negligência contra o idoso : avaliação do conhecimento dos agentes comunitários de saúde do serviço público de Lagarto – SE. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Sergipe, Lagarto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10136-
dc.description.abstractViolence against the elderly is a problem that expands significantly, affecting all groups without social or racial discrimination. There are constant cases of violence against this age group, most of them by family members or with some kind of connection with the victim. This study aimed to evaluate the perception, knowledge and attitude of the Community Health Agent (ACS) of the public health network of the city of Lagarto-SE in the face of domestic violence and neglect of the elderly population. This study has a descriptive, quantitative and transversal character, in which questionnaires were applied to the ACS. The home visit was the way of identification of situations of violence against the elderly mentioned among the participants (85.5%, n = 65), followed by complaints (31.6%, n = 24) and by the evaluation of the elderly in the Health Units; it was also pointed out that financial violence (36.8%, n = 28), psychological violence (34.2%, n = 26) and abandonment/neglect (28.9%; n = 22) were the types of intrafamily violence against the elderly with higher frequency in this study. It is concluded that violence against the elderly is known to the ACS and can be detected by most of them, and the main form of solution considered by the interviewees concerns the monitoring of the families/caretaker and notification to the Municipal Council of the Elderly.eng
dc.languageporpt_BR
dc.subjectAgentes comunitários de saúdepor
dc.subjectIdosospor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectSaúdepor
dc.subjectFamíliapor
dc.subjectMaus-tratospor
dc.subjectSaúde e higienepor
dc.subjectViolênciapor
dc.subjectEnvelhecimento Populacionalpor
dc.subjectSaúde do Idosopor
dc.subjectNotificaçãopor
dc.subjectMaus-Tratos ao Idosopor
dc.subjectEstratégia Saúde da Famíliapor
dc.subjectCommunity Health Agenteng
dc.subjectPopulation Agingeng
dc.subjectOld man.eng
dc.subjectFamily Health Strategyeng
dc.subjectIll-Treatment of the Elderlyeng
dc.subjectNotificationeng
dc.subjectHealth of the Elderlyeng
dc.subjectViolenceeng
dc.titleViolência doméstica e negligência contra o idoso: avaliação do conhecimento dos agentes comunitários de saúde do serviço público de Lagarto – SEpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.contributor.advisor1Oliveira, Katharina Morant Holanda de-
dc.description.resumoA violência contra os idosos é um problema que se expande significativamente, atingindo todos os grupos, sem discriminação social ou racial. São constantes os casos de violência contra este grupo etário, a maioria deles por pessoas da família ou com algum tipo de ligação com a vítima. Esta pesquisa teve por objetivo avaliar a percepção, conhecimento e atitude dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da rede de saúde pública da cidade de Lagarto-SE frente à violência doméstica e negligência contra a população idosa. Este estudo possui caráter descritivo, quantitativo e transversal, no qual foram aplicados questionários aos ACS. A visita domiciliar foi a maneira de identificação de situações de violência contra idosos mais citada entre os participantes (85,5%; n= 65), seguida por denúncias (31,6%; n= 24) e pela avaliação do idoso em Unidades Básicas de Saúde (UBS) (9,2%; n= 7); pontua-se também que a violência financeira (36,8%; n= 28), psicológica (34,2%; n= 26) e o abandono/negligência (28,9%; n= 22) foram os tipos de violência intrafamiliar contra idosos observados com maior frequência neste estudo. Conclui-se que a violência contra a pessoa idosa é de conhecimento do ACS e é passível de detecção por grande parte dos mesmos, sendo que a principal forma de solução considerada pelos entrevistados diz respeito ao monitoramento das famílias/cuidador e notificação ao conselho Municipal do Idoso.pt_BR
dc.publisher.departmentDOL - Departamento de Odontologia – Lagarto - Presencialpt_BR
dc.publisher.initialsUFSpt_BR
dc.contributor.advisor-co1Paranhos, Luiz Renato-
dc.description.localLagarto, SEpt_BR
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CONCEIÇÃO_RAFAELA_DE_FREITAS_MACÊDO.pdf573,3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.