Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10314
Document Type: Tese
Title: Fitogeografia urbana e condicionantes socioambientais em Aracaju-SE (1978-2018)
Authors: Malta, Judson Augusto Oliveira
Issue Date: 24-Aug-2018
Advisor: Pinto, Josefa Eliane Santana de Siqueira
Resumo : A conformação dos espaços verdes urbanos é proveniente de uma construção histórica, resultante das configurações na relação sociedade-natureza que modelam essa paisagem. Observa-se na fitogeografia do espaço urbano, um processo dialético entre a tese de seus condicionantes naturais e, a antítese de seu âmbito sociocultural. A paisagem urbana é estabelecida como a cristalização de um fazer geopolítico de sociedade que promove a intensificação e concentração da exploração e dos impactos socioambientais. A presente tese analisa a fitogeografia em Aracaju/SE e suas correlações com aspectos socioambientais urbanos, com base em condicionantes geográficos e históricos, técnicas de modelagem e geoprocessamento. Com esta finalidade, foram realizados levantamentos de dados bibliográficos, estatísticos e geográficos; além de trabalhos de campo com a utilização de Veículo Aéreo Não Tripulado para elaboração de um acervo audiovisual. Os dados coletados foram congregados em um banco de dados geográfico, no qual foram realizados processos de edição, restituição, fotointerpretação, modelagem geoestatística e análises. Esses resultados possibilitaram uma caracterização socioambiental de Aracaju a partir da abordagem integrada das esferas das águas, da terra, do ar e seus impactos; da urbanização, população e serviços; e por fim, dos usos do solo, fitogeografia e modelagem socioambiental. As vias e calçadas de Aracaju possuem certa arborização; aspecto ortogonal, a partir de eixos estruturantes longitudinais arborizados que apresentam seus contextos locais e necessitam de seleção e diversificação de espécies. Observa-se ainda, uma carência de melhor distribuição das praças, pois elas estão mais concentradas e melhor equipadas nos bairros históricos ou de maior renda. Os bairros Jardins, Treze de Julho e Coroa do Meio são exemplos emblemáticos de um processo de segregação socioespacial que acarretou em elevados investimentos e impactos ambientais. Salienta-se portanto, que as transformações na dinâmica da paisagem, os impactos socioambientais e a fitogeografia precisam ser explicados a partir da relação sociedade-natureza, com a finalidade de promover ao espaço urbano uma arborização mais funcional, estrutural e equitativa.
Abstract: The conformation of urban green spaces comes from a historical construction, resulting from the configurations in the society-nature relationship that shapes this landscape. It is observed in the phytogeography of the urban space, a dialectical process between the thesis of its natural determinants and, the antithesis of its socio-cultural scope. The urban landscape is established as a materialization of a political project of society in the cities which intensifies and concentrates exploration and social-environmental impact. The present thesis analyzes phytogeography in Aracaju / SE and its correlations with urban socioenvironmental aspects, based on geographical and historical conditions, modeling techniques and geoprocessing. With this purpose, bibliographic, statistical and geographic data surveys were carried out; besides fieldwork with the use of Unmanned Aerial Vehicle to elaborate an audiovisual collection. The results were gathered in a geographic database, in which editing, restitution, photointerpretation, geostatistical modeling and analysis were performed. These results allowed a socio-environmental characterization of Aracaju wich was made through a integrated approach by the spheres of water, land and air and their impacts; of urbanization, population and their services; and finally, of the uses of the soil, phytogeographic and socioenvironmental modeling. The roads and sidewalks of Aracaju have some afforestation; orthogonal aspect, longitudinal and woody structures that have their local contexts and need species selection and diversification. There is also a lack of better distribution of the squares, since they are more concentrated and better equipped in the historical or higher-income neighborhoods. The neighborhoods Jardins, Treze de Julho and Coroa do Meio are emblematic examples of a socio-spatial segregation process that has resulted in high investments and environmental impacts. It should be emphasized that changes in landscape dynamics, socio-environmental impacts and phytogeography need to be explained from the society-nature relationship, in order to promote a more functional, structural and equitable afforestation in the urban space.
Keywords: Geografia ambiental
Fitogeografia
Aracaju
Biogeografia
Paisagens
Geografia socioambiental
Paisagem urbana
Análise sistêmica
Modelagem
Socioenviromental geography
Phytogeography
Urban landscape
Systemic analysis
Modeling
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Geografia
Citation: MALTA, Judson Augusto Oliveira. Fitogeografia urbana e condicionantes socioambientais em Aracaju-SE (1978-2018). 2018. 282 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10314
Appears in Collections:Doutorado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JUDSON_AUGUSTO_OLIVEIRA_MALTA.pdf19,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.