Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10390
Document Type: Monografia
Title: Características e frequência de eventos adversos a medicamentos comparando métodos de notificação
Authors: Elias, Sara Patrícia de Oliveira
Issue Date: 16-Sep-2016
Advisor: Di Pietro, Giuliano
Co-advisor: Lobo, Iza Maria Fraga
Marinho, Pabliane Matias Lordelo
Lima, Dulce Marta Schimieguel Mascarenhas
Resumo : A identificação e a comunicação de incidentes em saúde é a forma mais adequada para monitorar e detectar deficiências do sistema, fornecendo informações ricas às instituições de saúde, em favor de seus esforços de melhoria na qualidade. Os métodos mais utilizados são os de notificação voluntária e monitorização intensiva. O objetivo do presente estudo, foi avaliar as notificações de eventos adversos a medicamentos no Hospital Universitário de Sergipe em três períodos: Antes e após a implantação do método de notificação voluntária informatizado e busca ativa. Analisar a frequência, incidência de eventos adversos a medicamentos, profissional notificador, tipo de eventos adversos a medicamentos, principais sinais e sintomas e procedimentos de intervenção adotados em pacientes atingidos por esses eventos. Após caracterização dos EAM do Hospital Universitário de Sergipe foram identificado 98 notificações, sendo o farmacêutico o principal notificador. As reações adversas de pele e anexos e perturbações sistêmicas foram as mais identificadas e notificadas. As principais condutas adotadas foram a suspensão do medicamento e administração de um medicamento para a reversão da reação. Condutas voltadas para o processo, como treinamento da equipe, foram quase inexistentes. O método informatizado de notificação foi, possivelmente, mais efetivo quando comparado ao método de notificação por formulário impresso, obtendo resultado similar ao método de busca ativa. Não houve diferença significante entre o método de vigilância ativa e o método de notificação espontânea informatizado. Conclui-se que não existe método de notificação ideal para identificação de eventos adversos, mas que os métodos devem ser complementares entre si, dentro das possibilidades de recursos humanos, materiais e financeiros de cada instituição
Keywords: Farmácia
Ensino de farmácia
Farmacovigilância
Medicamentos
Efeito colaterais de medicamentos
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::ANALISE E CONTROLE E MEDICAMENTOS
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Department: DFA - Departamento de Farmácia – São Cristóvão - Presencial
Citation: ELIAS, Sara Patrícia de Oliveira. Características e frequência de eventos adversos a medicamentos comparando métodos de notificação. São Cristóvão, SE, 2016. Monografia (Bacharelado em Farmácia) - Departamento de Farmácia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2016
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10390
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sara_Patricia_Oliveira_Elias.pdf694,76 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.