Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10689
Document Type: Tese
Title: Prospecção da crise hídrica por meio da modelagem hidrológica no rio São Francisco
Authors: Almeida, Carlos Alberto Prata de
Issue Date: 3-Sep-2018
Advisor: Aguiar Netto, Antenor de Oliveira
Resumo : A bacia hidrográfica do rio São Francisco está ameaçada pela situação de crescente escassez e pela má utilização dos recursos hídricos, que põem em risco o desenvolvimento sustentável e a proteção do meio ambiente na região. Problemas relacionados à má gestão de água vêm se alastrando pelo planeta, não sendo um problema exclusivo do Brasil onde, desde a instituição da Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei n° 9.433, de 8 de janeiro de 1997), a temática é abordada a partir de fundamentos como a busca da garantia dos usos múltiplos; da bacia hidrográfica como unidade territorial para planejamento e atuação; do reconhecimento de que a água é um bem de domínio público (dotado de valor econômico); sendo um recurso natural limitado e assim devendo ter sua gestão descentralizada e contando com o apoio do Poder Público, dos usuários e das comunidades. Para que haja o bom planejamento, gerenciamento e uso dos recursos hídricos tornam-se necessárias a rápida compreensão e tomada de decisão, principalmente pela escassez e pela má distribuição do sistema de monitoramento no território nacional. A bacia hidrográfica do rio São Francisco, de elevadíssima importância nacional, vem apresentando um quadro preocupante de crise hídrica, o qual tem início, oficialmente, a partir do ano de 2013, quando se autorizou a histórica redução da defluência mínima de 1.300 m³.s-1 para 1.100 m³.s-1 e que tem se agravado, sendo que atualmente suas vazões têm sido mantidas na ordem dos 550-523 m³.s-1, sem expressivas variações. Assim, propõe-se o uso da modelagem hidrológica, com ênfase no esclarecimento do fenômeno da crise hídrica, na qual a produção de água da bacia hidrográfica do rio São Francisco é estudada a partir de dois modelos, o TANK MODEL e o SWAT (Soil and Water Assessment Tools). Conclui-se que as vazões do rio apresentam-se com tendência negativa, com coeficientes de 1ª ordem para o período entre os anos de 2004 a 2016 oscilando entre (-104,01) a (-146,32). O modelo TANK MODEL, foi calibrado (NSE 0.72) e validado (NSE 0.68), gerando vazões de longo termo estacionárias, o que serviu de suporte para o esclarecimento de que apesar de real, as reduções das precipitações não são justificativas suficientes para explicar a gravidade da diminuição da produção de água. Neste sentido, percebe-se a necessidade de ampliação das discussões acerca das variáveis ambientais, suas interações e de uma nova orientação quanto ao Planejamento e Gestão dos recursos hídricos na bacia.
Abstract: The São Francisco river basin is threatened by a situation of increasing scarcity and poor use of water resources, which put at risk the sustainable development and protection of the environment in the region. Problems related to poor water management have been spreading throughout the planet, not being an exclusive problem in Brazil, since the establishment of the National Water Resources Policy (Law n. 9.433, January 8, 1997), the theme is approached from foundations such as the search for multiple uses guarantee; the river basin as a territorial unit for planning and action; the recognition that water is a public domain asset (endowed with economic value); being a natural resource limited and therefore should have its management decentralized and counting with the support of the Public Power, users and communities. For good planning, management and use of water resources, a rapid understanding and decision-making is necessary, especially due to the scarcity and poor distribution of the monitoring system in the country. The water catchment area of the São Francisco river, which has national importance, has presented a worrying picture of the water crisis, which officially began in 2013, when the historic reduction of the minimum deflection of 1,300 m³.s- 1 to 1,100 m³.s-1 that has been aggravated. Its flows have been maintained in the order of 550-523 m³.s-1, without significant variations. Thus, it is proposed the use of hydrological modeling, with emphasis on the clarification of the phenomenon of the water crisis, where water production of the São Francisco river basin is studied from two models, TANK MODEL and SWAT (Soil and Water Assessment Tools). It concluded that the river flows have a strong negative trend, with 1st order coefficients for the period between 2004 and 2016 ranging from (-104.01) to (-146.32). The TANK MODEL model was calibrated (NSE 0.72) and validated (NSE 0.68), generating stationary long-term flows, which served as a support for the clarification that: although real, precipitation reductions are not sufficient justification to explain the severity of the decline in water production. In this sense, it is necessary to expand the discussions about the environmental variables, their interactions and a new orientation regarding the Planning and Management of the water resources in the basin.
Keywords: Tank Model
Estatística não paramétrica
Planejamento de recursos hídricos
Gestão de recursos hídricos
Non-parametric statistics
Water resources planning
Water resources management
Subject CNPQ: OUTROS
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: ALMEIDA, Carlos Alberto Prata de. Prospecção da crise hídrica por meio da modelagem hidrológica no rio São Francisco. 2018. 235 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/10689
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CARLOS_ALBERTO_PRATA_ALMEIDA.pdf9,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.