Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11311
Document Type: Tese
Title: Entre redes, linhas, tarafas e puçás : o cotidiano do pescador barra-coqueirense em meio ao contexto urbano e a dimensão socioambiental
Authors: Souza, Nara Vieira de
Issue Date: 25-Jan-2019
Advisor: Soares, Maria José Nascimento
Resumo : A ocupação da faixa litorânea tem tido ênfase em várias pesquisas mundialmente, tornando-se um fenômeno global, sendo vista por diferentes fatores e pelo surgimento de novos sentidos para práticas e usos dos recursos naturais nesse espaço. No Brasil, e, com o olhar para o Estado de Sergipe, destacando o município de Barra dos Coqueiros, locus deste estudo, o cenário para a faixa litorânea não tem sido diferente, e, com maior intensidade, a partir do final de 2006, após construção da ponte Construtor João Alves, conhecida como ponte Aracaju-Barra, que desencadeou interferências nos recursos naturais e no cotidiano de comunidades tradicionais, como no caso dos pescadores, sujeitos desta pesquisa. Novos sentidos e práticas no espaço litorâneo, no âmbito global, sobressaem pelos vetores que sinalizam interesses para a modernização, pelo aumento de riquezas (especulação imobiliária, veraneio, atividade turística, moradias frente à beira mar), pelos interesses no uso do espaço para exploração off shore de petróleo, e, mais recentes os interesses tendem também para instalação de grandes empreendimentos, com altos investimentos (parques eólicos, usinas termelétricas e outras indústrias). Fatos que causam disputas e grandes modificações com o adensamento populacional e ocupacional, alterando a dinâmica socioambiental e as relações homem|natureza de comunidades tradicionais, sem que haja transformações emancipatórias. No caso da Barra dos Coqueiros-SE, as interferências ocorridas afetaram áreas urbanas e rurais do município, sejam nos aspectos estruturais, nos recursos naturais e nas atividades econômicas peculiares ao município, como a pesca, que é uma atividade com idas e vindas, propiciando uma cotidianidade dos pescadores com a natureza, seja em águas estuarinas, ribeirinhas ou costeiras, com ritmos diários como produtores de saberes na relação homem\natureza, que necessariamente, devem ser envolvidos em todo planejamento socioambiental. Nesse contexto, a pesquisa analisa o cotidiano dos pescadores barracoqueirenses, suas transformações, modificações na utilização dos usos de recursos naturais, em razão dos empreendimentos surgidos no período de 2007 a 2017, numa perspectiva socioambiental enquanto parâmetro do desenvolvimento local. Metodologicamente, a pesquisa utilizou o método dialético, com técnica Análise dos Discursos - AD, instrumentos como entrevistas semiestruturadas e gravadores para etapa etnográfica com sujeitos pescadores e representantes das demandas pesqueiras do município, num processo de coleta de dados descrito de forma histórica e dialógica ao analisar o cotidiano dos sujeitos pescadores. Para o tratamento dos dados foram utilizados os software’s, DSCsoft e o Iramutec, que permitiram agrupamentos por ideias centrais e por similaridades, resultando em figuras e quadros a partir das narrativas inseridas nos referidos programas. Como contribuição da pesquisa, foi construído um circuito socioambiental de transformação local e uma agenda socioambiental, constando de elementos para um gerenciamento na concepção do desenvolvimento local para o município, haja vista o modelo de desenvolvimento instaurado, não apresentar aspectos de um desenvolvimento integrado local.
Abstract: The occupation of the coastal strip has been emphasized in several surveys worldwide, becoming a global phenomenon, being seen by different factors and by the appearance of new senses for practices and uses of natural resources in this space. In Brazil, and considering the state of Sergipe, highlighting the municipality of Barra dos Coqueiros, locus of this study, the scenario for the coastal strip has not been different, and, with greater intensity from the end of 2006, after construction of the bridge João Alves, known as the Aracaju-Barra bridge, which triggered interference in the natural resources and in the daily life of traditional communities, as in the case of fishermen, subject of this research. New meanings and practices in the coastal space, at the global level, stand out for the vectors that signal interests for modernization, for the increase of riches (real estate speculation, summer, tourist activity, villas on the seafront), for the interests in the use of space for exploration offshore oil, and, more recently, the interests also tend to set up large enterprises with high investments (wind farms, thermoelectric plants and other industries). Facts that cause disputes and major modifications with the population and occupational densification, changing the socioenvironmental dynamics and the man-nature relations of traditional communities, without emancipatory transformations. In the case of Barra dos Coqueiros-SE, the interferences occurred affected urban and rural areas of the municipality, either in structural aspects, natural resources and economic activities peculiar to the municipality, such as fishing, which is an activity with comings and goings, an everyday life of fishermen with nature, whether in estuarine, coastal or coastal waters, with daily rhythms as producers of knowledge in the relation between man and nature, and which must necessarily be involved in all socioenvironmental planning. In this context, the research analyzes the daily life of the Barra- Coqueirenses fishermen, their transformations, changes in the use of natural resources, due to the projects that emerged in the period from 2007 to 2017, from a socio-environmental perspective as a parameter of local development. Methodologically, the research used the dialectical method, with Discourse Analysis (AD) technique, instruments such as semistructured interviews and recorders for ethnographic stage with fishermen and representatives of the fishing demands of the municipality, in a process of collecting data described historically and dialogically analyze the daily life of fishermen. For the treatment of the data were used the software's, DSCsoft and Iramutec, that allowed groupings by central ideals and by similarities, resulting in figures and pictures from the narratives inserted in said programs. As a contribution of the research, a socioenvironmental circuit of local transformation and a socioenvironmental agenda was constructed, consisting of elements for a management in the conception of local development for the municipality, given the established development model, it does not present aspects of an integrated local development
Keywords: Meio ambiente
Urbanização
Crescimento urbano
Pesca artesanal
Barra dos Coqueiros (SE)
Desenvolvimento local
Urbanização litorânea
Interferência socioambiental
Pesca artesanal
Local development
Coastal urbanization
Socio-environmental interference
Artisanal fishing
Subject CNPQ: OUTROS
Language: por
Institution: UFS
Program Affiliation: Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: SOUZA, Nara Vieira de. Entre redes, linhas, tarafas e puçás : o cotidiano do pescador barra-coqueirense em meio ao contexto urbano e a dimensão socioambiental. 2019. 225 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2019.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11311
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NARA_VIEIRA_SOUZA.pdf18,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.