Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11353
Document Type: Dissertação
Title: Análise de risco ecológico como ferramenta de avaliação da qualidade ambiental do rio Sergipe
Authors: Matos, Camila
Issue Date: 21-Feb-2017
Advisor: Novelli, Andréa
Resumo : Estudos de caracterização dos rios e suas comunidades biológicas são fundamentais para compreender o ecossistema e permitir o desenvolvimento de propostas de conservação. O semiárido brasileiro carece de estudos sobre seus ecossistemas fluviais, e muitos cursos d’água de importantes bacias hidrográficas permanecem sem estudos detalhados. Nesse contexto, o objetivo geral desse estudo foi avaliar o grau de degradação e o risco ambiental do rio Sergipe, um importante curso d’água parcialmente inserido na região semiárida do nordeste brasileiro, utilizando dados limnológicos, ecotoxicológicos e biológicos. Para isso, foram escolhidos sete pontos no eixo nascente-foz do rio Sergipe, onde foram feitas medidas in situ e coletadas amostras de água, sedimento e de organismos bentônicos. Foram realizadas duas campanhas de amostragem, uma sob influência do período de seca (abril de 2013) e outra sob influência das chuvas (agosto de 2014), permitindo uma análise espacial e temporal do sistema. Os parâmetros limnológicos foram submetidos a uma Análise de Componentes Principais (PCA) a fim de avaliar como estes dados organizam-se espacialmente. Para os estudos ecotoxicológicos, foram realizados testes de toxicidade crônica de curta duração com o peixe Poecilia reticulata, a fim de analisar a mortalidade e possíveis alterações na biometria dos indivíduos. Já os organismos bentônicos foram identificados e analisados através do cálculo de índices de diversidade. Por fim, foi desenvolvida uma Análise de Risco Ecológico (ARE) utilizando a abordagem da tríade, na qual dados de diferentes linhas de evidências (química, ecotoxicológica e ecológica) são integrados a fim de fornecer o risco ecológico final para o ambiente. Os resultados mostraram que o rio Sergipe encontra-se divido em três trechos distintos de caracterização das suas águas. No período de seca, a região de cabeceira, mais vulnerável por sofrer influência do clima semiárido e do regime intermitente, apresentou um nível de risco moderado, enquanto o trecho do médio rio Sergipe apresentou risco baixo. Já o alto Sergipe apresentou níveis de risco de moderado a elevado, sendo esta região a com maior concentração urbana e industrial na bacia. No período de chuvas, os níveis de risco foram menos críticos, provavelmente em decorrência de uma maior diluição do sistema. Estes resultados indicam a necessidade de mais estudos de monitoramento na região, a fim de estabelecer estratégias de remediação nos trechos mais impactados do rio.
Abstract: Studies of characterization of rivers and their biological communities are fundamental to understand the ecosystem and to allow the development of conservation proposals. The Brazilian semi-arid region lacks studies on its river ecosystems, and many watercourses of important river basins remain without detailed studies. In this context, the general objective of this study was to evaluate the degree of degradation and the environmental risk of the Sergipe River, an important water course partially inserted in the semi-arid region of the Brazilian Northeast, using limnological, ecotoxicological and biological data. Seven points were chosen in the nascent-mouth axis of the Sergipe river, where measurements were made in situ and samples of water, sediment and benthic organisms were collected. Two sampling campaigns were carried out, one under the influence of the drought period (April 2013) and another under the influence of rains (August 2014), allowing a spatial and temporal analysis of the system. The limnological parameters were submitted to a Principal Component Analysis (PCA) in order to evaluate how these data are organized spatially. For the ecotoxicological studies, short-term chronic toxicity tests were carried out with Poecilia reticulata, in order to analyze the mortality and changes in the biometrics of the individuals. Benthic organisms were identified and analyzed through the calculation of diversity indexes. Finally, an Ecological Risk Assessment (ERA) was developed using the triad approach, in which data from different lines of evidence (chemical, ecotoxicological and ecological) are integrated to provide the final ecological risk to the environment. The results showed that the Sergipe river is divided in three distinct sections of characterization. In the dry season, the headland region, which is more vulnerable due to the influence of the semi-arid climate and the intermittent regime, presented a moderate level of risk, while the middle Rio Sergipe stretch presented a low risk. The upper Sergipe presented moderate to high risk levels, being this region the one with the highest urban and industrial concentration in the basin. In the rainy season, risk levels were less critical, probably due to a greater dilution of the system. These results indicate the need for more monitoring studies in the region in order to establish remediation strategies in the most impacted stretches of the river.
Keywords: Avaliação de riscos ecológicos
Limnologia
Toxicologia ambiental
Ecotoxicologia aquática
Diagnóstico ambiental
Limnology
Aquatic ecotoxicology
Environmental diagnosis
Subject CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ecologia e Conservação
Citation: MATOS, Camila. Análise de risco ecológico como ferramenta de avaliação da qualidade ambiental do rio Sergipe. 2017. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11353
Appears in Collections:Mestrado em Ecologia e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILA_MATOS.pdf3,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.