Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11830
Document Type: Artigo
Title: Efeito do estresse salino sobre atributos da germinação de sementes de girassol
Other Titles: Effect of salt stress on seed germination attributes of sunflower
Authors: Rabbani, Allívia Rouse Carregosa
Silva-Mann, Renata
Ferreira, Robério Anastácio
Álvares-Carvalho, Sheila Valéria
Nunes, Francisco Bruno da Silva
Brito, Alexandro de Souza
Issue Date: May-2013
Resumo : O objetivo deste trabalho foi avaliar a germinação de sementes de girassol sob diferentes concentrações de solução de cloreto de sódio a 0, 25, 50, 100, 200 e 250 Mol.m-3. O experimento foi montado com quatro repetições de 25 sementes por tratamento. Os parâmetros avaliados foram: porcentagem, índice de velocidade, tempo médio e velocidade média de germinação. O tratamento que obteve maior porcentagem de germinação foi o tratamento com concentração 25 Mol.m-3 (81%), sendo que a partir de 50 Mol.m-3 (72%) houve decréscimo da variável até o tratamento com 250 Mol.m-3 (22%), o índice de velocidade de germinação apresentou comportamento semelhante. Para o tempo médio o maior tempo de germinação observado foi para 250 Mol.m-3 (5 dias) e o menor para a testemunha (3 dias), e quanto maior a presença salina no meio, menor a velocidade de germinação. A concentração de 25 Mol.m-3 apresentou melhores resultados para as variáveis analisadas, sendo que a partir de 50 Mol.m-3 a salinidade influência negativamente a resposta germinativa, promovendo um decréscimo no vigor das sementes.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the germination of sunflower seeds under different concentrations of sodium chloride at 0, 25, 50, 100, 200 and 250 Mol.m-3. The experiment was carried out with four replications of 25 seeds per treatment. The parameters evaluated were: percentage, index of speed germination, average time and average speed of germination. Treatment with highest germination was 25 Mol.m-3 (81%), and from 50 Mol.m-3 (72%) there was decreased to 250 Mol.m-3 (22%), the index of speed germination showed similar behavior. To mean time the longest germination was observed for 250 Mol.m-3 (5 days) and low for the control (3 days), the higher the presence of saline in the substrate causes lower germination speed. After analyzing the results the concentration of 25 Mol.m-3 presented better results for the variables analyzed and from 50 Mol.m-3 influences the salinity influenced negatively the germination promoting a decrease in the vigor.
Keywords: Helianthus annuus L.
Salinidade
Vigor
Nordeste
Brasil
Salinity
Northeast
Brazil
ISSN: 1808-2793
Is part of: Scientia Plena
Language: por
Publisher / Institution : Associação Sergipana de Ciência
Citation: RABBANI, A. R. C. et al. Efeito do estresse salino sobre atributos da germinação de sementes de girassol. Scientia Plena, São Cristóvão, SE, v. 9, n. 5, maio 2013. Disponível em: https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/555. Acesso em: 23 ago. 2019.
License: Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11830
Appears in Collections:DCF - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstresseSalinoSementesGirassol.pdf113,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.