Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11886
Document Type: Artigo
Title: Variabilidade genética de Spondias lutea L. em uma população do baixo São Francisco sergipano, por meio de isoenzimas
Other Titles: Genetic variability of Spondias lutea L. in a population located in the lower San Francisco, Sergipe state, by isozyme markers
Authors: Gois, Itamara Bomfim
Silva-Mann, Renata
Ferreira, Robério Anastácio
Issue Date: Mar-2009
Resumo : A conservação genética de uma espécie requer o prévio conhecimento de seu sistema de reprodução, estrutura e diversidade genética. Assim, este estudo foi realizado com o objetivo de determinar a diversidade genética existente em uma população de Spondias lutea L. localizada na Região do Baixo São Francisco sergipano, por meio de marcadores isoenzimáticos, visando à elaboração de estratégias de produção de sementes para a recuperação de mata ciliar. Para a realização deste estudo foram coletadas folhas jovens de 16 indivíduos de Spondias lutea L. A diversidade genética foi caracterizada a partir das estimativas das freqüências alélicas (Pij) e dos Índices de diversidade heterozigosidade média observada (H0 ), heterozigosidade média esperada (He ), número médio de alelos por loco (Â) e porcentagem de locos polimórficos. Também foi calculado o índice de fixação F de Wright. Dos 28 alelos detectados 12 (42,85%) tinham baixa freqüência. A porcentagem de locos polimórficos foi igual a 90% e o número médio de alelos por loco igual a 2,80. A heterozigosidade média observada foi maior do que a esperada, indicando que há mais heterozigotos na população do que o esperado pelo Equilíbrio de Hardy-Weinberg, o que pode ser visualizado pelo valor negativo do índice de fixação (F(IS) = - 0,0658). Devido ao elevado polimorfismo a população estudada tem elevado potencial para a conservação in situ.
Abstract: The knowledge about the reproduction system, its structure and genetic diversity are necessary for the genetic conservation of a species. This study aimed to determine the genetic diversity in a Spondias lutea L. population located in the Lower San Francisco River, Sergipe State, by isozyme markers; in order to allow elaborating strategies for seed production to restore a riparian forest. For this, young leaves of 16 individuals of Spondias lutea L. were collected and analysed. The genetic diversity was obtained from the allelic frequencies estimates (Pij) and the diversity indexes (average observed heterozigosity (H0 ); average expected heterozigosity (He ); average number of alleles per locus (Â) and polymorphic loci percentage). Also the Wright index was determined. Of 28 detected alleles, 12 (42.85 %) appear in low frequency. The polymorphic loci percentage was 90 % and the number of alleles for locus was 2.80. The observed average heterozigosity was higher than expected by Hardy-Weinberg Equilibrium. This can be better visualized by the Wright Index (F(IS) = -0,0658). Due to the high polymorphism, the studied population has a good potential for in situ conservation.
Keywords: Cajá
Espécie arbórea
Conservação genética
Produção de sementes
Arboreal species
Genetic conservation
Seed production
ISSN: 2318-1222
Is part of: Scientia Forestalis
Language: por
Publisher / Institution : Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais - IPEF
Citation: GOIS, I. B.; SILVA-MANN, R.; FERREIRA, R. A. Variabilidade genética de Spondias lutea L. em uma população do baixo São Francisco sergipano, por meio de isoenzimas. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 37, n. 81, p. 55-60, mar. 2009. Disponível em: https://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr81/cap06.pdf. Acesso em: 03 set. 2019.
License: Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada (CC BY 3.0)
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11886
Appears in Collections:DCF - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VariabilidadeGeneticaSpondiasLutea.pdf408,35 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.