Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11974
Document Type: Dissertação
Title: Sífilis congênita : análise espacial e aspectos epidemiológicos das mães
Authors: Cruz, Verena Cardoso
Issue Date: 23-Aug-2019
Advisor: Lemos, Lígia Mara Dolce de
Resumo : Introdução: A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível, que também pode ser transmitida por via parenteral ou transplacentária. Como consequência da sífilis em gestantes, o número de casos de sífilis congênita tem aumentado, principalmente nas regiões norte e nordeste do Brasil. Objetivo: Analisar a ocorrência de sífilis congênita no estado de Sergipe entre os anos de 2007 a 2017. Métodos: Trata-se de estudo ecológico com os dados obtidos a partir do Sistema de Informação de Agravos e Notificação (SINAN) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para análise espacial foram utilizados: a) o modelo bayesiano empírico local para suavização das taxas; b) a estatística de Moran Global com teste de pseudo-significância, para examinar a dependência espacial. Para descrição dos aspectos epidemiológicos das mães, foi realizada análise descritiva das variáveis por meio de frequências simples, medidas de tendência central, frequências absoluta e relativa. O programa Epi InfoTM 7 foi utilizado para análise inferencial. Testes como Qui-quadrado de Pearson foram utilizados para verificar a existência de associação entre as variáveis categóricas. Resultados: As mães das crianças com sífilis eram jovens com grande proporção de adolescentes, com baixa escolaridade, exerciam atividade remunerada e procedentes da zona urbana. A maioria realizou o pré-natal, porém não foi diagnosticada para sífilis, encontravam-se na fase latente da doença, receberam tratamento inadequado, seus parceiros não foram tratados, contribuindo para a alta incidência de sífilis congênita identificada pelo aumento progressivo ao longo dos 11 anos estudados. As áreas central e sul do estado de Sergipe apresentaram maior taxa de incidência corrigida pelo modelo Bayesiano empírico Local e Moran Map, e os municípios identificados como prioritários foram: Divina Pastora, Siriri e Maruim. Conclusão: Há necessidade de educação permanente para percepção da vulnerabilidade, busca ativa para o pré-natal e triagem efetiva da sífilis na gestante com estabelecimento de tratamento adequado.
Abstract: Introduction: Syphilis is a sexually transmitted infection that can also be transmitted parenterally or transplacentally. Because of syphilis in pregnant women, the number of congenital syphilis cases has increased, especially in the northern and northeastern regions of Brazil. Objective: To analyze the occurrence of congenital syphilis in the state of Sergipe from 2007 to 2017.Methodological: This is an ecological study regarding all cases of congenital syphilis residing in the state of Sergipe. Data were obtained from the Notification Disease Information System (SINAN) and the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). For spatial analysis we used: a) the local empirical Bayesian model for rate smoothing; b) Moran Global statistics with pseudo-significance test to examine spatial dependence. Results: The mothers of the children with syphilis were young with a high proportion of adolescents, with low education, paid work and coming from the urban area. Most prenatal patients were not diagnosed with syphilis and were in the latent phase of the disease, received inadequate treatment, their partners were not treated, contributing to the high incidence of congenital syphilis, identified by the progressive increase over the 11 years studied. The central and southern areas of the state of Sergipe presented the highest incidence rate corrected by the model local empirical Bayesian and the municipalities identified as priorities were: Divina Pastora, Siriri e Maruim. Conclusion: There is a need for permanent education to perceive vulnerability, active search for prenatal and effective screening of syphilis in pregnant women with appropriate treatment establishment.
Keywords: Sífilis congênita
Cuidado pré-natal
Distribuição espacial
Análise espacial
Syphilis
Congenital syphilis
Spatial analysis
Spatial distribution
Prenatal care
Subject CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: CRUZ, Verena Cardoso. Sífilis congênita : análise espacial e aspectos epidemiológicos das mães. 2019. 83 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2019.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11974
Appears in Collections:Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VERENA_CARDOSO_CRUZ.pdf2,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.