Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12314
Document Type: Monografia
Title: Leitura no livro didático : análise e concepção docente
Authors: Silva, Marta Simone Nunes
Issue Date: 14-Mar-2017
Advisor: Araujo, Andréia Silva
Resumo : A leitura é uma das habilidades que o discente deve desenvolver no espaço escolar. No entanto, há um quantitativo expressivo de alunos que chegam ao ensino médio sem saber ler fluentemente. No presente estudo, investigamos a prática de leitura presente no livro didático de língua portuguesa (LDP) e a percepção dos docentes quanto ao tratamento da leitura no espaço escolar. Para tanto, analisamos dois livros didáticos do ensino fundamental - um do 6º e outro do 9º ano - da coleção Português linguagens, de William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães (2012), adotados na rede pública do município de Nossa Senhora da Glória/SE. Além disso, aplicamos um questionário aos docentes das escolas públicas dessa cidade a fim de obter os dados para a análise da percepção destes. Como referencial teórico, pautamo-nos em estudos de Martins (2006), Marcuschi (2009), Kleiman (2013), entre outros autores que abordam questões relacionadas à leitura. Através destes aportes teóricos, averiguamos as propostas de atividades de leitura nos LDPs e controlamos os seguintes fatores: seleção de textos, gêneros com linguagem visual, tipos de texto, tipos de perguntas (principal fator para verificar como a prática de leitura é proposta nos LDPs). A partir da análise realizada, foi possível constatar que os exercícios de compreensão/interpretação textual apresentam mudanças significativas, pois nestes destacam-se as perguntas globais, que levam em consideração o texto como um todo, exigindo processos inferenciais complexos, e as perguntas objetivas, que fazem indagações sobre conteúdos objetivamente inscritos no texto. Com relação aos resultados da percepção docentes, constatamos que para estes: i) os alunos possuem dificuldade em resolver questões de interpretação e facilidade em questões objetivas, por estas solicitarem respostas circunscritas na superfície do texto; ii) as melhores questões do Livro Didático (LD) são aquelas que fazem o aluno refletir sobre sua vida; iii) ficaram divididos quanto às perguntas do LD desenvolverem ou não o senso crítico; iv) a maioria afirmou que o LD não é suficiente para a formação de leitores fluentes; e v) quanto a sua prática de ensino, estes se mostram conscientes de seu papel, ao inserir gêneros de diferentes esferas, nas leituras em sala de aula. Dessa forma, as mudanças relacionadas às práticas leitoras vêm ocorrendo tanto nos LDPs, como também através dos métodos elaborados pelos professores na complementação do conteúdo, mesmo que lentamente e de forma não tão expressiva. Neste ínterim, o desenvolvimento de métodos didáticos que explorem a diversidade de gêneros e que, nas atividades de leitura, focalizem perguntas que propiciem o desenvolvimento da criticidade dos discentes, é primordial. Ademais, os docentes devem ter práticas de ensino mais incisivas quanto à leitura e que reflitam sempre sobre estas práticas a fim de aprimorá-las.
Keywords: Leitura
Livros e leitura
Livro didático
Percepção docente
Subject CNPQ: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Language: por
Institution: UFS
Department: DLI - Departamento de Letras – Letras, Língua Portuguesa – Itabaiana - Presencial
Citation: SILVA, Marta Simone Nunes. Leitura no livro didático : análise e concepção docente. 2018. TCC (Graduação em Letras) - Universidade Federal de Sergipe, Itabaiana, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12314
Appears in Collections:Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marta_Simone_Nunes_Silva.pdf719,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.