Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12324
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAguiar, Niliane Cunha de-
dc.contributor.authorJesus, Juliana de-
dc.date.accessioned2019-11-04T16:03:26Z-
dc.date.available2019-11-04T16:03:26Z-
dc.date.issued2019-08-
dc.identifier.citationAGUIAR, N. C. de; JESUS, J. de. Gestão informacional do Museu Afro-brasileiro de Sergipe (MABS) e a salvaguarda do patrimônio cultural da cidade de Laranjeiras/SE. Revista Fontes Documentais, Aracaju, v. 2, n. 2, p. 7-23, maio/ago. 2019. Disponível em: https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/index.php/fontesdocumentais/article/view/439. Acesso em: 4 nov. 2019.pt_BR
dc.identifier.issn2595-9778-
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12324-
dc.description.abstractThis research has as its theme the cultural heritage of Laranjeiras city, through the Sergipe Afro-Brazilian Museum (MABS), whose objective was to discover how this heritage is safeguarded in this museum. Therefore, a bibliographic and documentary research was elaborated as a means of acquiring pertinent information to the city and its patrimony, as well as the application of an interview directed to the MABS director to know, above all, how the organization and dissemination of the information in the museum is developed. Thus, it is an exploratory and descriptive research, guided by the symbolism of the material and immaterial that make up the historicity of this community and its antecedents. Thus, this work exposes the interdisciplinarity of Information Science (IC), showing how information management is developed in places of memory, such as museums. Therefore, the results of this study show that this city is full of significant cultural goods for the socio-cultural construction of Sergipe State, but most of its immaterial goods do not have a Recognition Register. However, it was found that MABS does not have the capacity to effectively represent the city’s cultural heritage and collective memory yet, since its museological practices are far from the reality proposed by Museology and Information Science.eng
dc.languageporpt_BR
dc.publisherGrupo de Estudos e Pesquisas em História das Bibliotecas de Ensino Superior – GEPHIBES/IFSpt_BR
dc.relation.ispartofRevista Fontes Documentaispt_BR
dc.subjectCiência da informaçãopor
dc.subjectMemória coletivapor
dc.subjectMuseupor
dc.subjectPatrimônio culturalpor
dc.subjectSalvaguardapor
dc.subjectInformation scienceeng
dc.subjectCollective memoryeng
dc.subjectMuseumeng
dc.subjectCultural heritageeng
dc.subjectSafeguardeng
dc.titleGestão informacional do Museu Afro-brasileiro de Sergipe (MABS) e a salvaguarda do patrimônio cultural da cidade de Laranjeiras/SEpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.identifier.licenseCreative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0)pt_BR
dc.description.resumoA presente pesquisa tem como tema o patrimônio cultural da cidade de Laranjeiras, através do Museu Afro-Brasileiro de Sergipe (MABS), cujo objetivo consistiu em descobrir como este patrimônio é salvaguardado neste museu. Para tanto, foi elaborada uma pesquisa bibliográfica e documental como meio de adquirir informações pertinentes à cidade e seu patrimônio, como também, a aplicação de uma entrevista direcionada à diretora do MABS para saber, sobretudo, como é desenvolvida a organização e disseminação da informação no museu. Deste modo, trata-se de uma pesquisa de natureza exploratória e descritiva, norteada pela simbologia do material e imaterial que compõem a historicidade desta comunidade e de seus antecedentes. Assim, este trabalho expõe a interdisciplinaridade da Ciência da Informação (CI), exibindo como é desenvolvida a gestão da informação nos lugares da memória, a exemplo dos museus. Portanto, os resultados deste estudo expõem que esta cidade é repleta de bens culturais significativos para a construção sociocultural do Estado sergipano, porém, maioria de seus bens imateriais não dispõe de um Registro de reconhecimento. Contudo, constatou-se que o MABS ainda não possui a capacidade de representar efetivamente o patrimônio cultual e a memória coletiva da cidade, uma vez que suas práticas museológicas se encontram distantes da realidade proposta pela Museologia e Ciência da Informação.pt_BR
dc.description.localAracajupt_BR
Appears in Collections:DCI - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GestaoInformacionalMuseuAfroBrasileiro.pdf641,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.