Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12400
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMello, Luiz Adolfo de-
dc.date.accessioned2019-11-18T21:52:35Z-
dc.date.available2019-11-18T21:52:35Z-
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12400-
dc.description.abstractMapas Conceituais serão usados para se realizar a análise de como o conhecimento produzido nas ‘esferas acadêmicas’ se modificam, se adaptam, se simplificam e se consolidam como saberes a serem ensinados em sala de aula. Estudaremos aqui como o tópico da Física denominado Radiação de Corpo Negro é transposto para os livros didáticos. Analisaremos os conceitos principais usados por Max Planck (1901) no desenvolvimento da teoria da Radiação de Corpo Negro e como estes foram transcritos, filtrados e elaborados nos livros textos confeccionados para o curso profissionalizante de bacharel em Física, para o ciclo básico do curso universitário e para o ensino médio. Ou seja, como os três (3) capítulos de seu artigo se condensam em uma única seção nos livros textos do ensino médio. Usaremos aqui Mapeamento Conceitual (MC) para analisarmos como ocorre a transposição didática desta teoria, no sentido generalizado por Izquierdo-Aymerich (2003) e sintetizado por de Mello (2015a) da teoria de Chevallard (1991). Analisaremos, usando como referencial teórico a teoria cognitiva da ciência [Nersessian, 1992; Jhonson-Laird, 1980] e a teoria das Revoluções Científicas de Thomas Khun (1970), como o fato da teoria para o Radiação de Corpo Negro ter sido proposta antes que o paradigma da Mecânica Quântica ter sido estabelecido afetou a construção epistemológica desse artigo e como este fato foi transposto aos livros didáticos. Demonstra-se que CM é a ferramenta natural para se estudar a “Transposição de Paradigmas” na Ciência. Demonstra-se a tese que os livros didáticos para o ensino médio são uma transposição didática dos livros universitários e não dos artigos científicos.por
dc.languageporpt_BR
dc.subjectConceptual mappingpor
dc.subjectDidactic transpositionpor
dc.subjectScientific paradigmpor
dc.subjectSchool scientific activitypor
dc.subjectThe textbook analysispor
dc.subjectMapas conceituaispor
dc.subjectTransposição didáticapor
dc.subjectParadigma científicopor
dc.subjectAtividade científica escolarpor
dc.subjectAnálise do livro didáticopor
dc.titleO uso de mapas conceituais na avaliação da transposição de paradigmas e dos modelos cognitivos da ciência: radiação de corpo negropt_BR
dc.title.alternativeThe use of concepts mapping in the scientific paradigm transposition and the cognitive model of science – the case of black body radiationeng
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoConceptual mapping will be used to perform the analysis of how the knowledge produced in the 'academic spheres' change, adapt, to simplify and consolidate as knowledge to be taught in the classroom. We will study here as the topic of physics called blackbody radiation is transposed into the textbooks. We analyze the main concepts used by Max Planck (1901) in the development of the theory of blackbody radiation and how they were transcribed, filtered and drawn up in textbooks made for the academic course of Bachelor of Science in Physics, for the basic cycle of university course and for high school. That is, as the three (3) chapters of your article condense into a single section in high school textbooks. We will use here Concept Mapping (CM) to analyze how does the didactic transposition of this theory in the generalized sense by Izquierdo-Aymerich (2003) and synthesized by de Mello (2015a) of Chevallard theory (1991). We analyze, using as a theoretical framework the cognitive science theory [Nersessian, 1992; Jhonson-Laird, 1980] and the theory of Scientific Revolutions of Thomas Kuhn (1970), as the fact of the theory for blackbody radiation have been proposed before the paradigm of quantum mechanics have been established affected the epistemological construction of this article and as this fact has been transposed to textbooks. We will see that CM is the natural tool to study the "Transposition Paradigms" in Science. It is demonstrated the thesis that textbooks for high school are a didactic transposition of university books and not from scientific articles.pt_BR
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Appears in Collections:DFI - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoMapasConceituaisAvaliacao.pdf1,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.