Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12534
Document Type: Dissertação
Title: Associação entre as funções cognitivas e a adesão à farmacoterapia durante a gestação
Authors: Oliveira, Alex Santana
Issue Date: 20-Feb-2018
Advisor: Oliveira Filho, Alfredo Dias de
Resumo : Introdução: Alterações cognitivas durante a gestação tem sido um fenômeno relatado em alguns estudos e têm como causa provável as oscilações fisiológicas hormonais, as quais podem desencadear alterações de memória, provocar esquecimentos, comprometer a assistência, além de influenciar no processo de adesão à farmacoterapia em mulheres gestantes. Objetivos: Avaliar a associação entre as funções cognitivas durante a gestação e a adesão à farmacoterapia. Materiais e métodos: Foi realizado um estudo transversal com mulheres gestantes no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, localizado no município de Aracaju, entre os meses de abril a julho de 2017. Foram elegíveis para o estudo pacientes com escolaridade mínima de quatro anos e pelo menos um medicamento prescrito. Para a determinação da adesão, foi utilizada a escala de adesão terapêutica de Morisky (MMAS-4) e o Montreal Cognitive Assessment (MOCA) para determinação do Comprometimento Cognitivo Leve (CCL). Resultados: 300 mulheres gestantes foram incluídas no estudo, com média de idade de 28 anos (DP= 6,95), e média de medicamentos prescritos por paciente igual a 2,0. Os antianêmicos foram os medicamentos mais utilizados (61,3%). Das pacientes entrevistas 60 (19,6%) reportaram ter feito uso de medicamentos por conta própria durante a gestação. Entre as pacientes entrevistadas, 55,3% apresentavam CCL e apenas 23,7% (71) foram consideradas aderentes à farmacoterapia. Observamos nesta pesquisa um tipo de comportamento de adesão denominado não intencional, ou seja, no qual a paciente deixa de tomar os medicamentos por esquecimento ou descuidos. O desempenho cognitivo foi maior entre as gestantes com maior escolaridade e renda familiar. Conclusão: Não foi observada associação significativa entre a adesão à farmacoterapia e os fatores de memória avaliados durante a gestação neste estudo, indicando uma necessidade de investigações adicionais sobre o impacto dos níveis hormonais nas funções cognitivas e a relação que estes podem desempenhar no processo de não adesão à farmacoterapia durante a gestação.
Abstract: Introduction: Cognitive alterations during gestation have been a singularity reported within the literature and are likely to cause physiological hormonal oscillations, which may trigger memory changes, cause forgetfulness, compromise patient care, and influence the process of medication adherence in pregnant women. Aim of the study: To evaluate the association between cognitive functions during gestation and medication adherence. Methods: A cross-sectional study was carried out with pregnant women at the Center for Integral Attention to Women's Health, located in the city of Aracaju, between April and July 2017. Patients with a minimum education of four years and in use of at least one prescribed medication were eligible for the study. For the medication adherence analysis, the Morisky's therapeutic adherence scale (MMAS-4) and the Montreal Cognitive Assessment (MOCA) for the determination of mild cognitive impairment (MCI) were used. Results: Conclusion: There was no significant association between medication adherence and memory factors assessed during gestation in this study, indicating a need for further investigations on the impact of hormonal levels on cognitive functions and the relationship they may play in the process of nonadherence to pharmacotherapy during pregnancy.
Keywords: Gravidez
Adesão à medicação
Função cognitiva
Gestantes
Pregnancy
Medication adherence
Cognitive function
Pregnant women
Subject CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
Citation: OLIVEIRA, Alex Santana. Associação entre as funções cognitivas e a adesão à farmacoterapia durante a gestação. 2018. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12534
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALEX_SANTANA_OLIVEIRA.pdf1,98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.