Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12601
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantos, Annanda Oliveira-
dc.date.accessioned2020-01-21T13:38:30Z-
dc.date.available2020-01-21T13:38:30Z-
dc.date.issued2019-07-17-
dc.identifier.citationSANTOS, Annanda Oliveira. Efeitos agudos da estimulação elétrica transcutânea nervosa no sistema nervoso autônomo cardiovascular de mulheres com fibromialgia : ensaio clínico aleatorizado. 2019. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Fisiológicas) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12601-
dc.description.abstractBackground: Fibromyalgia (FM) is characterized by the presence of chronic non-inflammatory muscular pain, hyperalgesia, and, allodynia. In addition, systemic disorders such as autonomic imbalances are associated with the syndrome. Seeking alternative treatments for dysautonomia, effects of electric currents have been tested in healthy populations. Literary findings are positive for transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS), however, this effects on FM are unclear. Aim: To evaluate the effects of a single TENS application on the autonomic cardiovascular nervous system of women with fibromyalgia. Materials and methods: Women with FM, 18 and 60 age, sedentary and no severe hemodynamic disorders received TENS at the height of star ganglion, during 30 min, frequency of 80 Hz, pulse width of 150 μs and sensorial intensity. Volunteers were evaluated by infrared thermography, active orthostatic stress test (AOST), electrocardiography, systolic, diastolic, and, mean arterial pressure (SBP, DBP and MAP). Statistical analyzes were performed in GraphPad Prism® 8.0 software, with significance for values of p ˂ 0.05 and mean ± standard error of the mean. Normality was tested using the Shapiro-wilk. The analysis followed two-way ANOVA tests, with Tukey post hoc and unpaired studant T test. A Z-score calculation was also made for the detection of outliers. Results and conclusion: There were no significant changes between the active TENS and TENS placebo, neither in relation to number of beats nor to the spectral analyzes. These findings suggest that high frequency TENS, applied in the region of the star ganglion, should not be used for modulation of sympatho-vagal activity. However, it does not offer acute adverse reactions to heart rate, ensuring its use for analgesic purposes in this population.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.subjectFibromialgiapor
dc.subjectSistema nervoso autônomopor
dc.subjectEstimulação elétricapor
dc.subjectSistema cardiovascularpor
dc.subjectEfeitos adversospor
dc.subjectFibromyalgiaeng
dc.subjectAutonomic nervous systemeng
dc.subjectElectrical stimulationeng
dc.subjectAdverse effectseng
dc.subjectCardiovascular systemeng
dc.titleEfeitos agudos da estimulação elétrica transcutânea nervosa no sistema nervoso autônomo cardiovascular de mulheres com fibromialgia : ensaio clínico aleatorizadopt_BR
dc.title.alternativeEffect of transcutaneous electrical nerve stimulation on autonomic cardiovascular nervous system of women with fibromyalgia : a randomized controlled trialeng
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Santana, Josimari Melo de-
dc.description.resumoIntrodução: A fibromialgia (FM) é caracterizada pela presença de dor muscular crônica do tipo não-inflamatória, hiperalgesia e alodinia. Além disso, distúrbios sistêmicos, como desbalanços autonômicos, estão associados à síndrome. Buscando tratamentos alternativos para disautonomia, os efeitos das correntes elétricas têm sido testados em populações saudáveis e patológicas. Os achados literários são positivos, em geral, para a estimulação elétrica transcutânea nervosa (TENS), no sentindo de melhora da modulação autonômica cardíaca, no entanto, os efeitos da corrente na FM são incertos. Objetivo: Avaliar os efeitos de uma única aplicação da TENS no sistema nervoso autônomo cardiovascular de mulheres com fibromialgia. Materiais e métodos: Mulheres com FM, idade entre 18 e 60 anos, sedentárias e sem distúrbios hemodinâmicos graves receberam TENS à altura do gânglio estrelado, durante 30 min, com frequência de 80 Hz, largura de pulso de 150 μs e intensidade sensorial. As voluntárias foram avaliadas por meio da termografia infravermelha, do teste de estresse ortostático ativo (TEOA), da eletrocardiografia e das pressões arterial sistólica, diastólica e média (PAS, PAD e PAM). As análises estatísticas foram realizadas no software GraphPad Prism® 8.0, com significância para valores de p ˂ 0,05 e média ± erro padrão da média. A normalidade foi testada por meio do Shapiro-wilk. A análise seguiu dos testes de ANOVA duas vias, com post hoc de Tukey e do teste T de studant não-pareado. Também foi feito cálculo de Z-score para detecção de outliers. Resultados e conclusão: Não houve alterações significativas entre os grupos TENS ativa e TENS Placebo, em relação às variáveis analisadas, seja do controle central ou cardiovascular. Estes achados sugerem que a TENS de alta frequência, aplicada na região do gânglio estrelado, não deve ser usada para modulação da atividade simpato-vagal. No entanto, não oferece reações adversas agudamente no batimento cardíaco, assegurando seu uso para fins analgésicos nesta população.pt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação em Ciências Fisiológicaspt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIApt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.contributor.advisor-co1Melo, Vitor Ulisses de-
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Fisiológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANNANDA_OLIVEIRA_SANTOS.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.