Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12894
Document Type: Monografia
Title: Regeneração natural em área de reflorestamento misto no município de Laranjeiras, Sergipe
Authors: Silva, Alisson de Santana
Issue Date: 28-Mar-2019
Advisor: Ferreira, Robério Anastácio
Resumo : O Bioma Mata Atlântica vem tendo forte pressão antrópica, principalmente pela agricultura, pecuária, pelo crescimento populacional e expansão industrial, provocando uma exploração desenfreada e a degradação dos seus recursos naturais, o que dificulta cada vez mais a sua conservação. Nos anos de 2004 e 2005 foi implantado um projeto de restauração com espécies nativas, numa área anteriormente ocupada pelo cultivo de cana-de-açúcar correspondendo a 46ha, no município de Laranjeiras-SE, pela Empresa Votorantim Cimentos S.A. Por meio de reflorestamento misto, foram plantadas espécies de ocorrência natural da Mata Atlântica sergipana, com base em modelagem de sucessão ecológica. Considerando-se o desenvolvimento da floresta, várias modificações podem ser observadas na evolução do ecossistema. Com isso, o presente estudo foi realizado com o objetivo de analisar a regeneração natural por meio da chuva de sementes, do banco de sementes do solo e do banco de plântulas, em 30 parcelas fixas (20m x30m) instaladas na área. Para a avaliação da chuva de sementes foram utilizados coletores de madeira de 1 m², instalados no centro de cada parcela e, ainda, as espécies foram classificadas quanto às síndromes de dispersão. Para estimar quantitativa e qualitativamente o banco de sementes do solo, foi coletada em cada parcela uma amostra de solo (0,25 m x 0,25 m x 0,05 m). Para o banco de plântulas, foi mensurado o diâmetro e altura dos indivíduos arbustivos-arbóreos com circunferência à altura do solo (CAS) ≤ 15 cm, presentes nas sub-parcelas de 1 m², dentro de cada parcela. Na chuva de sementes foram coletadas 10.070 sementes, pertencentes a 37 espécies, que foram depositadas nos coletores pelo processo natural de dispersão, correspondendo a uma densidade média de cerca de 347,24 sementes/m², com predominância da síndrome de dispersão zoocórica (46,67%). No banco de sementes do solo, analisado através de avaliações realizadas em duas estações (chuvosa e seca), foram registradas 12.323 sementes, pertencentes a 19 famílias botânicas e 53 espécies, cuja predominância foi de espécies herbáceas. Quanto ao banco de plântulas, analisado por meio de coletas das espécies arbustivo-arbóreas regenerantes, realizadas nas estações seca e chuvosa, foram amostrados 169 indivíduos pertencentes a 12 famílias botânicas e 24 espécies, com destaque para Genipa americana L. (Rubiaceae) com 76 indivíduos e Schinus terebinthifolia Raddi (Anacardiaceae) com 27. Os estudos demonstraram que a área se encontra em estádio inicial de sucessão e que apresenta uma boa diversidade de espécies, nas três formas de regeneração avaliadas.
Keywords: Engenharia florestal
Ensino de engenharia florestal
Ciências florestais
Reflorestamento
Chuva de sementes
Banco de sementes
Banco de plântulas
Mata Atlântica
Laranjeiras (SE)
Subject CNPQ: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::SILVICULTURA::FLORESTAMENTO E REFLORESTAMENTO
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Department: DCF - Departamento de Ciências Florestais - São Cristóvão - Presencial
Citation: Silva, Alisson de Santana. Regeneração natural em área de reflorestamento misto no município de Laranjeiras, Sergipe. São Cristóvão, SE, 2019. Monografia (graduação em Engenharia Florestal) – Departamento de Ciências Florestais, Centro de Ciências Agrárias Aplicadas, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2019
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/12894
Appears in Collections:Engenharia Florestal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alisson_Santana_Silva.pdf1,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.