Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14015
Document Type: Dissertação
Title: Desafios da participação das mulheres no Conselho Estadual de Saúde de Alagoas
Authors: Correia, Niedja Tavares
Issue Date: 18-May-2018
Advisor: Cruz, Maria Helena Santana
Resumo : A presente pesquisa tem por objetivo analisar sob a perspectiva de gênero os diferenciais e desafios construídos nas experiências de participação das mulheres nos espaços de poder do Conselho Estadual de Saúde de Alagoas, levando em consideração as correlações de força. Em coerência com o objeto deste estudo centrado nas relações de gênero presentes no contexto do referido conselho, foram adotados os pressupostos teóricos do materialismo dialético para compreender a questão da social das mulheres nos espaços de controle social, desvelando-se as relação particular do conselho coma singularidade e a universalidade que o configura. O campo empírico abrange Conselho de Saúde do Estado de Alagoas, na gestão atual (2017-2019), com uma população de 40 conselheiros/as (titulares e suplentes), 19 (45%) mulheres e 21 (55%) homens. Foram consultadas diferentes fontes de informação: fontes bibliográficas apoiadas na revisão de literatura e contribuição de autores sobre as temáticas abordadas (pesquisas, livros e artigos em periódicos). As fontes documentais constituem: documentos do conselho, atas de reuniões, relatório de gestão, Política Nacional de Saúde e leis referentes ao controle social. Considerou-se que a modalidade de pesquisa qualitativa priorizada pode prescindir de processos de amostragem sistemáticos. As fontes orais constituem (07) sete entrevistas semiestruturadas realizadas com as (os) conselheiras (os). Os depoimentos revelam fragilidade entre conselheiros (as) sobre a importância da abordagem de gênero e diversidade na Politica Pública de Saúde. Particularmente a ocultação da voz da mulher na esfera pública, em um espaço importante de debate e deliberação como o Conselho de Saúde do Estado, fragiliza a participação/representação, constituindo-se em mera figuração e regressão de lutas e conquistas alcançadas ao longo do tempo. Tais aspectos questionam a importância da inserção da capacitação em gênero como um importante instrumento teórico metodológico para leitura da realidade social e para uma participação qualificada na esfera pública. Observa-se a persistência de barreiras de reconhecimento para a efetivação da participação das mulheres Conselho de Saúde do Estado em Alagoas, persistindo as desigualdades na distribuição de poder entre homens e mulheres na sociedade.
Abstract: The present research aims to analyze from a gender perspective the differentials and challenges built in the experiences of women participation in the power spaces of the State Health Council of Alagoas, taking into account the strength correlations. In coherence with the object of this study centered on the gender relations present in the context of the aforementioned council, the theoretical assumptions of the dialectical materialism were adopted to understand the question of the social of the women in the spaces of social control, unveiling the particular relationship of the council coma singularity and the universality that configures it. The empirical field encompasses the Health Council of the State of Alagoas, in the current management (2017-2019), with a population of 40 counselors (incumbents and alternates), 19 (45%) women and 21 (55%) men. Different sources of information were consulted: bibliographical sources supported by literature review and authors' contributions on the topics covered (research, books and articles in periodicals). Documentary sources include: council documents, minutes of meetings, management report, National Health Policy and social control laws. It was considered that the prioritized qualitative research modality may dispense with systematic sampling processes. The oral sources constitute (07) seven semi-structured interviews with the counselors. The testimonies reveal fragility among counselors about the importance of the gender approach and diversity in Public Health Policy. Particularly the concealment of the voice of women in the public sphere, in an important space for debate and deliberation, such as the State Health Council , weakens participation / representation, constituting itself in mere figuration and regression of struggles and achievements achieved over time. These aspects question the importance of the insertion of the training in gender as an important theoretical methodological instrument for reading the social reality and for a qualified participation in the public sphere. It is observed the persistence of recognition barriers for the effective participation of women in the State Health Council in Alagoas, with persistent inequalities in the distribution of power between men and women in society.
Keywords: Serviço social
Participação social
Mulheres
Controle social
Conselhos de saúde
Alagoas (AL)
Gênero
Gender
Social participation
Social control
Health councils
Subject CNPQ: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Serviço Social
Citation: CORREIA, Niedja Tavares. Desafios da participação das mulheres no Conselho Estadual de Saúde de Alagoas. 2018. 147 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14015
Appears in Collections:Mestrado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NIEDJA_TAVARES_CORREIA.pdf1,64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.