Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14297
Document Type: Dissertação
Title: Natureza humana e história em David Hume
Authors: Café, Alana Boa Morte
Issue Date: 20-Mar-2019
Advisor: Balieiro, Marcos Fonseca Ribeiro
Resumo : O presente estudo busca examinar as relações entre história e natureza humana em David Hume, tendo em vista que a natureza humana é objeto privilegiado para o autor e que as narrativas históricas aparecem expressivamente ao longo de sua obra. A história se associa ao tipo de conhecimento com o qual Hume se encontra comprometido, uma vez que os exemplos retirados da história se apresentam como um recurso à experiência nos raciocínios do autor: a tarefa de fundar todo conhecimento na experiência encontra, nos relatos históricos, não só matéria em ampla quantidade, mas também forma textual de particular interesse. E, se a história é fundamento experimental nos raciocínios de Hume, então o conhecimento da natureza humana deve se dar a partir do estudo da história, donde se pergunta – de que modo a história ensina sobre os princípios da natureza humana? Quanto a isso, argumenta-se que, em Hume, a história vai constituindo a natureza humana, afirmação com a qual se quer indicar (a) o reconhecimento de uma perspectiva histórica como ponto de partida da filosofia e (b) a necessidade de regular os resultados da investigação filosófica à experiência conforme a investigação se desenvolve, o que se faz a partir também dos relatos da história. Em outras palavras, o presente estudo defende que a filosofia humeana requer um conhecimento da natureza humana que se elabora, dentro do texto, tendo por fundamento uma experiência histórica, o que só pode ser plenamente entendido ao se assumir, fora do texto, a existência de condições para a atividade filosófica de igual modo pensadas historicamente.
Abstract: This study aims to explore the relations between history and human nature in the works of David Hume, considering that human nature is a central subject for Hume and considering that historical narratives appears expressively all over his works. History associates with the kind of knowledge with which Hume compromises himself, since the use of historical examples shows up as experimental resources: the task to establish all knowledge on experience finds in historical narratives not only abundant data, but also textual form of particular interest. And, if history is the experimental foundation of Hume’s reasoning, then human nature must be known from the study of history, where is asked – how does history teach about the principles of human nature? About that, the study defends that history constitutes human nature, statement by which it intends to denote (a) the acknowledgement of an historical point of view as the starting point of philosophy, and (b) the necessity to regulate the results of philosophical enquiries from experience as the enquiry develops itself, what is done from the reports of history. In other words, this study defends that humean philosophy elaborates itself, within the text, based on an historical experience, what only can be fully understood if admitted, outside the text, the existence of conditions to philosophical activity equally perceived historically.
Keywords: Filosofia
História
Natureza humana
David Hume
Human nature
Experience
Subject CNPQ: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Filosofia
Citation: CAFÉ, Alana Boa Morte. Natureza humana e história em David Hume. 2018. 178 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14297
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALANA_BOA_MORTE_CAFE.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.