Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14347
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantos, Júlio Aparecido Santana-
dc.date.accessioned2021-06-17T18:25:23Z-
dc.date.available2021-06-17T18:25:23Z-
dc.date.issued2017-04-28-
dc.identifier.citationSANTOS, Júlio Aparecido Santana. Modelo espacial de estimativa do índice de erosividade das chuvas para o semiárido brasileiro. 2017. 51 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14347-
dc.languageporpt_BR
dc.subjectEquação Universal de Perda de Solos Modificada (MUSLE)por
dc.subjectPrecipitaçãopor
dc.subjectConservação do solopor
dc.subjectUniversal Equation of Modified Soil Loss (MUSLE)eng
dc.subjectPrecipitationeng
dc.subjectSoil conservationeng
dc.titleModelo espacial de estimativa do índice de erosividade das chuvas para o semiárido brasileiropt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Lucas, Ariovaldo Antônio Tadeu-
dc.description.resumoO índice de erosividade das chuvas é um importante parâmetro de entrada na Equação Universal de Perda de Solos Modificada (RUSLE). O objetivo deste trabalho foi ajustar modelos de estimativa da erosividade das chuvas para o Semiárido Brasileiro, em função das coordenadas geográficas (latitude, longitude e altitude). Os valores do índice de erosividade mensal e anual foram estimados de séries históricas de precipitação pluvial de 158 estações pluviométricas. De posse dos valores de erosividade, modelos de regressão foram ajustados em função da latitude, longitude e altitude de cada estação. Os modelos de regressão foram avaliados pelo coeficiente de determinação (r²), pela raiz do erro quadrático médio (REQM) e pelo critério bayesiano de informação (CBI). No período chuvoso foram observados os maiores valores mensais de erosividade e o mês de março apresentou o maior valor (1.616,60 MJ mm ha-1 mes-1). O índice de erosividade anual estimado variou entre 2.050,76 e 3.315,69 MJ mm ha-1 ano-1, valores classificados entre baixo e médio. Os coeficientes de determinação (r²) dos modelos de regressão ajustados variaram entre 0,10 e 0,91. Os modelos apresentaram desempenho satisfatório, com REQM de 658,63 MJ mm ha-1 ano-1, podendo ser utilizados na estimativa do índice de erosividade das chuvas anual no Semiárido Brasileiro.pt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação em Recursos Hídricospt_BR
dc.subject.cnpqENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIApt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Hídricos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JULIO_APARECIDO_SANTANA_SANTOS.pdf16,98 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.