Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14766
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMelo, Rosa Virgínia Oliveira Soares de-
dc.date.accessioned2021-11-19T13:29:14Z-
dc.date.available2021-11-19T13:29:14Z-
dc.date.issued2020-08-07-
dc.identifier.citationMELO, Rosa Virgínia Oliveira Soares de. Singular ao plural : as relações de gênero nos livros didáticos de lingua portuguesa aprovados no PNLD 2019. 2020. 119 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14766-
dc.description.abstractIt is the issues involving curriculum, gender and textbooks (hereinafter LD) in Portuguese that we take as our research interests in this dissertation. We seek here to analyze how the gender category is addressed in two LD collections approved by the National Textbook Program (PNLD) of the year 2019. In addition, we observe how such a category is constructed in the legal documents that govern the PNLD and in the inclusion criteria or exclusion from the public notices of that program. Sometimes gender is included in citizenship and human rights criteria. Others are explicitly associated with women and their relationships with what is built on the ways of being female and male. To undertake the analysis, we observed how the images in the LD collections bring games, toys and clothing for femininities and masculinities; professions and other gendered demands; as well as the parenting subjectivities and family models found in these artifacts. We also observe the texts, exercises and guidelines for the teacher present in the teacher's manual; the legal documents that regulate the PNLD and the notices available for electronic consultation, covering the period from 2006 to 2020. From the analysis, we perceive in the legal texts and notices the general and uncharacteristic character on the issues of gender diversity, because besides of being in reduced items, they share space with other analytical categories, such as races and ethnicities. In the LDs, on the other hand, there remains a continuous demand for differentiated performances for girls and boys, as well as the different techniques used to govern them.eng
dc.languageporpt_BR
dc.subjectEducação superiorpor
dc.subjectEstudo e enisnopor
dc.subjectCurrículopor
dc.subjectLivro didáticopor
dc.subjectCurriculumeng
dc.subjectGendereng
dc.subjectTextbookeng
dc.titleSingular ao plural : as relações de gênero nos livros didáticos de lingua portuguesa aprovados no PNLD 2019pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Cardoso, Lívia de Rezende-
dc.description.resumoSão as problemáticas que envolvem currículo, gênero e livros didáticos (doravante LD) de língua portuguesa que tomamos como nossos interesses de investigação nesta dissertação. Buscamos aqui analisar como a categoria gênero é abordada em duas coleções de LD aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) do ano de 2019. Além disso, observamos como tal categoria se constrói nos documentos legais que regem o PNLD e nos critérios de inclusão ou exclusão dos editais do referido programa. Por vezes, gênero é abarcado em critérios de cidadania e de Direitos Humanos. Outras, vem explicitamente associado à mulher e às suas relações com o que é construído sobre os modos de ser feminino e masculino. Para empreender as análises, observamos como as imagens das coleções de LD trazem as brincadeiras, brinquedos e vestimentas para feminilidades e masculinidades; as profissões e demais demandas generificadas; bem como as subjetividades genitoras e os modelos de família encontrados nesses artefatos. Observamos, também, os textos, exercícios e orientações ao docente presente no manual do professor; os documentos legais que regulamentam o PNLD e os editais disponíveis para consulta eletrônica, compreendendo o período de 2006 a 2020. A partir da análise, percebemos nos textos legais e editais o caráter geral e pouco característico sobre as questões de diversidade de gênero, pois além de estar em reduzidos itens, compartilham espaço com outras categorias analíticas, tais como raças e etnias. Já nos LD propriamente ditos, permanece a contínua cobrança de desempenhos diferenciados para meninas e meninos, assim como as técnicas diferenciadas utilizadas para governá-los.pt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSA_VIRGINIA_OLIVEIRA_S_MELO.pdf1,93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.