Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15174
Document Type: Dissertação
Title: A ensaística especular e fantasmática de Ítalo Calvino
Authors: Miranda, Igor Gonçalves
Issue Date: 18-Feb-2021
Advisor: Mendonça, Fernando de
Resumo : O texto que ora se apresenta é resultado da pesquisa cujo objetivo geral é revelar as imagens especulares e fantasmáticas do escritor Italo Calvino. Essas imagens são reveladas a partir de uma seleção de ensaios textuais e paratextuais que refletem, no passado e no futuro, o sentido de sua experiência literária. Um jogo de imagens é construído a partir da fragmentação de conjuntos de textos mais homogêneos, publicados entre as décadas de 1950 e 1980, são eles: as coletâneas de ensaios Assunto encerrado (2006), Seis propostas para o próximo milênio (1990) e Mundo escrito e mundo não escrito (2015), os prefácios da segunda edição de A trilha dos ninhos de aranha (2004) e da reunião de romances fantásticos Os nossos antepassados (2014), além dos posfácios de O castelo dos destinos cruzados (1991) e de Se um viajante numa noite de inverno (1999), doravante considerados pequenos ensaios. O recorte rastreia no discurso a especularidade e a fantasmagoria, aspectos que reúnem a heterogeneidade dos textos sob a mesma perspectiva. Para alcançar tal objetivo, cumpre-se e se apresenta um estudo teórico do gênero ensaio como poética das imagens da subjetividade. Os autores da teoria do ensaio são Montaigne (2016), Lukács (2018), Bense (2018), Adorno (2003), Starobinski (2018) e Aira (2018). Para o estudo da paratextualidade e do movimento editorial calviniano, considera-se Genette (2009), Barenghi (2002), Klein (2013) e Troiano (2015). Os autores que explanam a teoria das escritas de si (autorretrato, autoficção e autobiografia) e da especularidade (imagem do espelho e mise en abyme) são: Hall (2014), Beaujour (1980), Lejeune (2014), Colonna (2014), Gide (2013), Anker e Dällenbach (1975), Eco (1989), Hutcheon (1980) e Waugh (1984). A teoria do fantasma foi dividida em dois momentos: o primeiro envolve os aspectos da khorologia da memória e da hantologia fantasmática, a partir da filosofia da memória de Henri Bergson (1988; 2006a; 2006b) e de seus intérpretes Paiva (2005) e Fujita (2009); o segundo trata da dimensão coletiva e literária do fantasma, cujos autores são: Derrida (1994) e Guerreiro (2011). Na experiência literária de Calvino, ensaio e ficção andam inseparáveis e, portanto, sua autoimagem especular resplandece tanto em um como no outro. Os diferentes perfis do “Calvino escritor” se espelham nos ensaios ao modo do texto, e o movimento editorial, ou seja, o “Calvino editor”, produz as imagens fantasmáticas que perseguem e comprimem o passado e o futuro: trata-se de imagens da subjetividade dinamizadas no tempo. É neste jogo autorreflexivo que reside o interesse desta pesquisa. A relação que o escritor mantém com as imagens de si é fantasmática, ou seja, não é conciliatória, no entanto, sempre o impele para a criação e recepção de novos textos que o desafiam, fato que permitiu demonstrar o processo de seu amadurecimento literário.
Abstract: This text results from the research whose general objective is to reveal the specular and ghostly images of the writer Italo Calvino. These images are revealed from a selection of textual and paratextual essays that reflect, in the past and in the future, the meaning of his literary experience. A play of images is built from the fragmentation of a more homogeneous set of texts, published between the 1950s and 1980s: the collections of essays Assunto encerrado (2006), Seis propostas para o próximo milênio (1999), Mundo escrito e mundo não escrito (2015), the prefaces to the second edition of A trilha dos ninhos de aranha (2004) and the gathering of fantastic novels Os nossos antepassados (2014), moreover the postfaces to O castelo dos destinos cruzados (2001) and Se um viajante numa noite de inverno (1999), henceforth considered small critical essays. This approach traces specularity and phantasmagoria in the discourse, aspects that bring together the heterogeneity of texts from the same perspective. To achieve this purpose, a theoretical study about the essay genre as a poetics of the images of subjectivity is accomplished and presented. The authors of the essay theory are Montaigne (2016), Lukács (2018), Bense (2018), Adorno (2003), Starobinski (2018), Aira (2018). For the study of paratextuality and the calvinian editorial movement, it is considered Genette (2009), Barenghi (2002), Klein (2013) e Troiano (2015). The authors who explain the theory of the writing of the self (self-portrait, self-fiction and autobiography) and specularity (mirror image and mise en abyme) are James Hall (2014), Beaujour (1980), Lejeune (2014), Colonna (2014), Gide (2013), Valentina and Dällenbach (1975), Eco (1989), Hutcheon (1980) e Waugh (1984). The phantom theory was divided into two moments: the first involves aspects of the khorology of memory and phantasmatic hantology based on the Henri Bergson’s philosophy of memory (1988; 2006a; 2006b) and his interpreters Paiva (2005) and Fujita (2009); the second deals with the collective dimension of the phantom, whose authors are: Derrida (1994) e Guerreiro (2011). In Italo Calvino’s literary experience, essay and fiction are inseparable and, therefore, his specular self-image shines both in one and in the other. The different profiles of the “Calvino writer” are mirrored in the essays based on the text and the editorial movement, i.e., the “Calvino editor”, produces the ghostly images that chase and compress the past and the future: these are images of subjectivity dynamized in time. The interest of this research resides in this self-reflective game. The relationship the writer maintains with the images of himself is phantasmatic, that is, it is not conciliatory, however, it always drives him towards the creation and reception of new texts that challenge him, a fact that allowed to observe the process of his literary maturation.
Keywords: Italo Calvino
Ensaio literário
Narrativa
Especularidade
Imagem
Fantasmagoria
Paratextualidade
Literary essay
Narrative
Specularity
Image
Phantasmagoria
Paratextuality
Subject CNPQ: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Letras
Citation: MIRANDA, Igor Gonçalves. A ensaística especular e fantasmática de Ítalo Calvino. 2021. 259 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2021.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15174
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IGOR_GONCALVES_MIRANDA.pdf2,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.