Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15184
Document Type: Dissertação
Title: Os itens de língua espanhola no Exame Nacional do Ensino Médio a partir de uma perspectiva afrogênica
Authors: Botelho, Gabriela Rodrigues
Issue Date: 9-Feb-2021
Advisor: Matos, Doris Cristina Vicente da Silva
Resumo : Esta dissertação é resultado da pesquisa de mestrado que teve como objetivo geral analisar como as relações étnico-raciais são apresentadas nos itens de espanhol do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em relação as aplicações feitas entre 2010 e 2019. Esta discussão se insere no campo teórico da Linguística Aplicada voltada para pesquisas que atendam às demandas sociais e pensem os sujeitos e a linguagem como heterogêneos (MOITA LOPES, 2006). Assim, a análise se centra em nove itens que permitem debater a afrodescendência no mundo hispânico no âmbito das relações étnico-raciais, a partir de três catgorias: o texto base, o enunciado e as alternativas que compõem cada item. Trata-se de uma pesquisa qualitativa (FLICK, 2009), descritivointerpretativista (MOITA LOPES, 1994) e de técnica documental (BARDIN, 1977). Dentre as justificativas para esta pesquisa, pretendo colaborar com as discussões sobre as relações étnicoraciais no contexto da educação linguística em espanhol no Brasil e, sobretudo, no ENEM. A fundamentação teórica se divide entre as diretrizes da educação como: a Lei de Diretrizes e Bases da educação de 1996, as Orientações Curriculares para o Ensino Médio de 2006, a Base Nacional Comum Curricular de 2017 e as Diretrizes da Educação para as Relações Étnico-Raciais de 2013, além da Lei 11.465/2008, da Matriz de Referência (BRASIL, 2013) e do Guia Para Elaboração dos itens do ENEM (BRASIL, 2010); os estudos decoloniais através de autores como: Lander (2005), Quijano (2005), Castro-Gómez e Grosfoguel (2007), Maldonado-Torres (2007), Mignolo (2007) e Walsh (2009); e os estudos étnico-raciais a partir de autores como: Bento (2002), Souza (2016), Almeida (2018), Gomes (2018), Bernardino-Costa (2018) e Walker (2018). Com base nos resultados, foi possível constatar que dos nove itens analizados, em apenas três deles os textos apresentam uma perspectiva afrogênica e dois itens problematizam as relações étnico-raciais a partir do texto base, do enunciado e das alternativas, desmonstrando a escassez de debate sobre da afrodescendência no mundo hispânico no contexto do ENEM.
Abstract: Esta disertación es el resultado de una investigación de maestría, cuyo objetivo general es analizar cómo se presentan las relaciones étnico-raciales en los ítems de español del Exame Nacional do Ensino Medio (ENEM) en relación a las solicitudes realizadas entre 2010 y 2019. Esta discusión se inserta en el campo teórico de la Lingüística Aplicada enfocado en investigaciones que responden a demandas sociales y piensan los sujetos y el lenguaje como heterogéneos (MOITA LOPES, 2006). Así, el análisis se centra en nueve ítems que permiten debatir la afrodescendencia en el mundo hispánico, en el ámbito de las relaciones étnico-raciales, a partir de tres categorías: el texto base, el enunciado y las alternativas que componen cada ítem. Es una técnica de investigación cualitativa (FLICK, 2009), descriptiva-interpretativa (MOITA LOPES, 1994) y documental (BARDIN, 1977). Entre las justificaciones de esta investigación pretendo colaborar con las discusiones sobre las relaciones étnico-raciales en el contexto de la educación lingüística en español en Brasil y, principalmente, en ENEM. La base teórica se divide entre los lineamientos educativos tales como: la Lei de Diretrizes e Bases da Educação de 1996, las Orientações Curriculares para o Ensino Médio de 2006, la Base Nacional Comum Curricular de 2017 y las Diretrizes da Educação para as Relações Étnico-Raciais de 2013, además de la Lei 11.465/2008, de la Matriz de Referência (BRASIL, 2013) y el Guia Para Elaboração dos itens do ENEM (BRASIL, 2010); los estudios decoloniales a través de autores como: Lander (2005), Quijano (2005), Castro-Gómez y Grosfoguel (2007), Maldonado-Torres (2007), Mignolo (2007) y Walsh (2009); y estudios étnico-raciales de autores como: Bento (2002), Souza (2016), Almeida (2018), Gomes (2018), Bernardino-Costa (2018) y Walker (2018). A partir de los resultados se pudo constatar que, de los nueve ítems analizados, solo en tres de ellos los textos presentan una perspectiva afrogénica y dos ítems problematizan las relaciones étnico-raciales a partir del texto base, del enunciado y las alternativas, evidenciando la escasez de debate sobre la afrodescendencia en el mundo hispánico, en el contexto del ENEM.
Keywords: Língua espanhola
Ensino de língua espanhola
Estrangeirismos africanos
Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)
Decolonialidade
Perspectiva afrogênica
Decolonialidad
Lengua Española
Perspectiva afrogénica
Decoloniality
Spanish language
Afrogenic perspective
Subject CNPQ: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Sponsorship: Fundação de Apoio a Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - FAPITEC/SE
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Letras
Citation: BOTELHO, Gabriela Rodrigues. Os itens de língua espanhola no Exame Nacional do Ensino Médio a partir de uma perspectiva afrogênica. 2021. 190 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2021.
URI: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15184
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GABRIELA_RODRIGUES_BOTELHO.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.