Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15860
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSilva, Danilo Assunção da-
dc.date.accessioned2022-06-07T18:36:17Z-
dc.date.available2022-06-07T18:36:17Z-
dc.date.issued2022-02-24-
dc.identifier.citationSILVA, Danilo Assunção da. Resistência frente às investidas do "Projeto Escola Sem Partido". 2022. 131 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de História) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/15860-
dc.description.abstractThe self-styled School Without Party is a movement that is a kind of social movement that has been attacking schools in recent years, especially the teaching category. Founded in 2004, the organization aims to combat the existence of a supposed supremacy of the left's “ideological indoctrination” in Brazilian schools. This dissertation aims to ponder issues related to statements made by Escola Sem Partido, in its constant speeches, also analyzing its impacts on the teaching of History in Brazil, as well as perceiving between its lines not only the heteronormative intelligibility matrix, but , and mainly, its tensions and ambiguities. It is therefore necessary to understand that teaching in schools should take place in a neutral way, without interference from political, religious and ideological issues in the training and learning of students. For the construction of this study, Law Projects 7180/2014 and 193/2016 were analyzed, as well as material from communication channels whose content allowed us to launch the hypothesis that there is an intention to control and restrict the work of the teacher, compromising the creative process and interfering in the teaching-learning method, as well as scientific articles that deal with the present theme. In view of all the above, the present study intends to produce a material in Pocket Book (a book with reduced dimensions and distributed over the internet), intitled Resistência frente o Escola Sem Partido: um livro para pensar fora da caixa Intended to be free, destinated to all school comunity in general and specifically aimed at history teachers, which presents information about the “School without a Party” to enlarge the resistance in the face of their invested.eng
dc.languageporpt_BR
dc.subjectHistóriapor
dc.subjectIdeologiapor
dc.subjectEducaçãopor
dc.subjectEscola Sem Partidopor
dc.subjectEstratégiaspor
dc.subjectEnsino da Históriapor
dc.subjectIdeologiaspor
dc.subjectResistênciapor
dc.subjectSchool without partyeng
dc.subjectStrategieseng
dc.subjectHistory teachingeng
dc.subjectIdeologieseng
dc.subjectResistanceeng
dc.titleResistência frente às investidas do "Projeto Escola Sem Partido"pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Oliveira, Itamar Freitas de-
dc.description.resumoComo tema norteador a suposta “doutrina ideológica” de esquerda, desde 2004, o movimento Escola Sem Partido vem configurando ações direcionadas para instituições de ensino, com destaque, para escolas de educação básica e seu corpo docente. Diante disso, essa dissertação de mestrado tem como objetivo refletir em torno das constantes enunciações proferidas pela Escola Sem Partido, analisando seus impactos sobre o ensino de História no Brasil bem como perceber em suas entrelinhas, não apenas a matriz de inteligibilidade heteronormativa, mas, principalmente, suas tensões e ambiguidades. Cabe, portanto, entender que o ensino nas escolas deve ocorrer de forma plural, pois engloba todas as diferentes ideologias de forma igual, sem que haja interferência de questões políticas, religiosas e ideológicas na formação e na aprendizagem dos alunos. Para construção do presente estudo, foram analisados materiais como os Projetos de Lei 7180/2014 e o 193/2016, artigos científicos que versem sobre a presente temática e materiais oriundos de canais de comunicação, cujo conteúdo nos permitiu lançar a hipótese de que há uma intenção de controle e de cerceamento ao trabalho do professor, comprometendo, assim, o processo criativo e interferindo no método de ensinoaprendizagem. Diante de todo o exposto, pretende-se, por meio do presente estudo, produzir um material em formato Pocket Book (um livro com dimensões reduzidas - livro de bolso - e distribuído principalmente por meio eletrônico), intitulado Resistência frente o Escola Sem Partido: um livro para pensar fora da caixa para distribuição gratuita e destinado à comunidade escolar de modo geral, especificamente para professores de História, que apresente informações sobre o Projeto Escola Sem Partido, ampliando a resistência frente as suas investidas.pt_BR
dc.publisher.programPós-Graduação Profissional em Ensino de Históriapt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::HISTORIApt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.description.localSão Cristóvãopt_BR
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino de História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANILO_ASSUNCAO_SILVA.pdf1,86 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.