Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4038
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCruz, Carole Ferreira dapt_BR
dc.date.accessioned2017-09-26T12:34:46Z-
dc.date.available2017-09-26T12:34:46Z-
dc.date.issued2014-04-25-
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/4038-
dc.description.abstractThis work emerged from the interest in studying the increasing use of information and communication tools available on the Internet for strengthening the political activism online and offline. To verify the characteristics and specificities of this new type of collective action and its relation to the question of mediatic visibility, we have chosen as the empirical object the electronic discussion group LGBT National Alliance, created by the Brazilian Association of Lesbian, Gay, Bisexual, Transvestite and Transgender (ABGLT), which has articulated and consolidated the largest LGBT network in Latin America. The comprehension of the functioning mode of this network and its strategic actions required the theoretical and conceptual supply of social networks, collective action, repertories of action and mediatic visibility applied to the practices of interaction and communication of LGBT movements observable both in digital platforms as well as offline activities. Due to the specificities of this object, the empirical study was based on two complementary methodological approaches: content analysis and virtual ethnography. The first one guided the structural analysis and the analysis of the discussion group dynamics, as well as data collection on topics that motivated larger participation, which concentrated on the years 2012 and 2013. The second one based the online participant observation of performances in the network and semistructured interviews carried out with members from all regions of the country. From these procedures, it was selected four representative case studies of the two main paradigmatic axes identified as the guidelines of the activism of the network: the political-institutional antagonism (conflicts with the evangelical countertop); and the mediatic antagonism (conflicts with traditional media). Among the conclusions of the research are: the repertories of action (on network, mediatic, cyberactivists) emerge as strengthening tactics of political activism, aiming at expanding its reverberation in public debate and in the political sphere; the search for mediatic visibility is an imbricated strategy in activist actions which covers the |intermedia| mobilizations on digital platforms and recurrent attempts of guiding journalistic vehicles; online and offline articulations, mobilizations and interventions are correlated and can be started either in spaces of mediated interaction as in the traditional political spaces and vice versa; the mobilization of occasional activists and other informal partners is a strategic practice to visualize and reinforce the mechanisms of pressure; the discussion group is potentially more active in civil conversations for purposes of exchanging information, conjuncture analysis, specialized consulting, planning and evaluation of actions; cyberactivism is notably more successful in situations in which the Internet plays a relevant role in the dissemination of alternative informative channels for the collective awareness and engagement; the association of political activism to a number of mediatic repertories, online and networked has contributed to increasing public visibility, the set of alliances and the support of society around anti-homophobia struggles in the country.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAtivistas políticospor
dc.subjectSociedade da informaçãopor
dc.subjectHomossexualidadepor
dc.subjectComunicação - Aspectos sociaispor
dc.subjectComunicação de massa - Aspectos sociaispor
dc.subjectJornalismopor
dc.subjectHomossexuaispor
dc.subjectInternetpor
dc.subjectAtivismo digitalpor
dc.subjectRede social digitalpor
dc.subjectRepertórios de açãopor
dc.subjectMovimento LGBTpor
dc.subjectVisibilidade midiáticapor
dc.subjectCommunicationeng
dc.subjectGayseng
dc.subjectHomosexualityeng
dc.subjectInformation societyeng
dc.subjectInterneteng
dc.subjectJournalismeng
dc.subjectMass mediaeng
dc.subjectPolitical activistseng
dc.subjectDigital activismeng
dc.subjectDigital social networkeng
dc.subjectRepertories of actioneng
dc.subjectLGBT movementeng
dc.subjectMediatic visibilityeng
dc.titleAtivismo anti-homofobia : embates político-midiáticos da rede LGBT na internetpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9551110743696117por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9240895275507045por
dc.contributor.advisor1Lopes, Sonia Aguiarpt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho surgiu do interesse em investigar a crescente utilização das ferramentas de informação e comunicação disponíveis na Internet para o fortalecimento do ativismo político online e off-line. Para verificar as características e as especificidades desse novo tipo de ação coletiva e sua relação com a questão da visibilidade midiática, escolhemos como objeto empírico o grupo de discussão eletrônico Aliança Nacional LGBT, criado pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), que articulou e consolidou a maior rede LGBT da América Latina. A compreensão do modo de funcionamento dessa rede e de suas ações estratégicas exigiu o aporte teórico-conceitual das redes sociais, da ação coletiva, dos repertórios de ação e da visibilidade midiática, aplicados às práticas de interação e comunicação dos movimentos LGBT observáveis tanto no âmbito das plataformas digitais quanto na atuação off-line. Em razão das especificidades desse objeto, o estudo empírico apoiou-se em duas abordagens metodológicas complementares: a análise de conteúdo e a etnografia virtual. A primeira orientou a análise estrutural e da dinâmica do grupo de discussão, assim como a coleta de dados nos tópicos que motivaram maior participação, os quais se concentraram nos anos de 2012 e 2013. A segunda embasou a observação participante online das atuações na rede e as entrevistas semiestruturadas realizadas com membros de todas as regiões do país. A partir desses procedimentos, foram selecionados quatro estudos de caso representativos dos dois principais eixos paradigmáticos identificados como norteadores do ativismo da rede: o antagonismo político-institucional (embates com a bancada evangélica); e o antagonismo midiático (embates com a mídia tradicional). Entre as conclusões da pesquisa estão: os repertórios de ação (em rede, midiáticos, ciberativistas) surgem como táticas de reforço do ativismo político, visando ampliar a sua reverberação no debate público e na esfera política; a busca pela visibilidade midiática é uma estratégia imbricada nas ações ativistas que abrange as mobilizações intermídia nas plataformas digitais e as tentativas recorrentes de pautar os veículos jornalísticos; as articulações, mobilizações e intervenções online e off-line estão correlacionadas, podendo ser iniciadas tanto nos espaços de interação mediada quanto nos espaços políticos tradicionais e vice-versa; a mobilização de ativistas ocasionais e demais parceiros informais é uma prática estratégica para visibilizar e reforçar os mecanismos de pressão; o grupo de discussão é potencialmente mais ativo nas conversações civis para fins de troca de informações, análise de conjuntura, consulta especializada, planejamento e avaliação de ações; o ciberativismo é notadamente mais bem-sucedido nas situações em que a Internet exerce um papel relevante na disseminação de canais informativos alternativos para a conscientização e o engajamento coletivos; a associação do ativismo político a uma série de repertórios midiáticos, online e em rede tem contribuído para ampliar a visibilidade pública, o conjunto de alianças e o apoio da sociedade em torno das lutas anti-homofobia no país.por
dc.publisher.programPós-Graduação em Comunicaçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAOpor
Appears in Collections:Mestrado em Comunicação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAROLE_FERREIRA_CRUZ.pdf5,3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.