Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4574
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCarmo, Claifton Bongiovani dopt_BR
dc.date.accessioned2017-09-26T17:30:49Z-
dc.date.available2017-09-26T17:30:49Z-
dc.date.issued2009-03-02-
dc.identifier.citationCARMO, Claifton Bongiovani do. Gestão de riscos: uma avaliação do risco de fraude em empresas do comércio varejista de Aracaju. 2009. 94 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.por
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/4574-
dc.description.abstractPolls shows that in recent years, the rate of fraud has increased significantly in the world in general. In Brazil, particularly in the retail segment of the loss reaches 2% of gross revenue, which in many cases, represents a considerable impact on the gross revenue of the company. Measuring the loss of fraud is not an easy task, because the organizations do not always have the tools and information to signal the occurrence of fraud. Accordingly, this paper aims to propose and test a methodology to estimate and evaluate the impact of fraud as a risk to the business, taking as reference the model used by financial institutions for allocating capital for operational risk from a field research conducted in a sample of 37 companies in the retailing of Aracaju that act on the segments of building materials, auto parts, computer supplies, pharmacy and drugstore. Based on the estimated value of loss tempered the results indicate that the risk of fraud is greater in the segments of automotive and building materials, and, most of them, is present in the areas of financial and stock. Compared to the national scene, the impact of fraud in the gross revenue of the companies was evaluated, as the segment on values that are up to 40 to 200 times lower than the rate of loss in the Brazilian retail. What can not be ensured on the basis of low absolute reliability of the data, which were obtained through qualitative research.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Sergipepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectGestão de riscospor
dc.subjectRiscos operacionaispor
dc.subjectFraude no comércio varejista de Aracajupor
dc.subjectManagement riskseng
dc.subjectOperacionals riskseng
dc.subjectFraud in the retail commerce in Aracajueng
dc.titleGestão de riscos: uma avaliação do risco de fraude em empresas do comércio varejista de Aracajupor
dc.typeDissertaçãopor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5859390605440527por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0326719214777541por
dc.contributor.advisor1Santana, José Ricardo dept_BR
dc.description.resumoAs pesquisas mostram que nos últimos anos, o índice de fraude aumentou significativamente no mundo em geral. No Brasil, particularmente no segmento de varejo a perda chega a 2% da receita bruta, que, em muitos casos, representa um considerável impacto sobre a receita bruta da empresa. Medir a perda de fraude não é uma tarefa fácil, porque as organizações nem sempre têm as ferramentas e informações para sinalizar a ocorrência de fraude. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo propor e testar uma metodologia para estimar e avaliar o impacto da fraude como um risco para o negócio, tomando como referência o modelo utilizado pelas instituições financeiras para a alocação de capital para risco operacional, a partir de uma pesquisa de campo realizada em uma amostra de 37 empresas no comércio varejista de Aracaju que atuam nos segmentos de materiais de construção, autopeças, suprimentos de informática, farmácia e drogarias. Com base no valor estimado da perda mitigada os resultados indicam que o risco de fraude é maior nos segmentos de autopeças e materiais de construção, e, na maioria deles, está presente nas áreas financeira e de estoque. Em comparação com o cenário nacional, o impacto das fraudes na receita bruta das empresas avaliadas resultou, conforme o segmento, em valores que chegam a variar entre 40 e 200 vezes menor do que o índice de perda no varejo brasileiro. O que não pode ser assegurado em função da reduzida confiabilidade dos dados absolutos, já que foram obtidos via pesquisa qualitativa.por
dc.publisher.programPós-Graduação em Economiapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA REGIONAL E URBANA::ECONOMIA REGIONALpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSpor
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Desenvolvimento Regional e Gestão de Empreendimentos Locais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CLAIFTON_BONGIOVANI_CARMO.pdf1,22 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.