Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/4985
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCarvalho, Thialla Andrade-
dc.date.accessioned2017-09-26T18:02:20Z-
dc.date.available2017-09-26T18:02:20Z-
dc.date.issued2016-12-15-
dc.identifier.citationCARVALHO, Thialla Andrade. Riscos e complicações associadas à Infecção do Sitio Cirúrgico : um estudo de coorte. 2016. 53 f. Dissertação (Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2016.por
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/4985-
dc.description.abstractPurpose: to identify the occurrence of cross infection, the associated risks and its correlation with hospital stay and mortality in patients attended at a teaching hospital located in the northeastern region of Brazil. Methods: prospective cohort study, with information collected in medical records and kept on adverse event surveillance forms during the year 2015. The data were entered and analyzed in Epi-Info7 software. The variables studied were related to patients, procedures and outcomes. Results: A total of 752 adverse events surveillance forms were evaluated, with an overall incidence of 4,52% for Surgical Site Infection (SSI). A statistically significant association was found in the univariate analysis of SSI and the variables studied: contaminated surgeries, surgeries without laparoscopic techniques, patients with severe systemic alteration, patients with functional limitation, Nosocomial Infections Surveillance (NNIS) Risk Index (IRIC) ≥1 and in procedures that did not use Microbial prophylaxis in accordance to standardized Hospital Infection Control Service (HICS). The independent association with SSI was observed for NNIS and non-specified intra-abdominal surgery elsewhere. It was also demonstrated a significant association between the diagnosis of SSI and increased mortality and hospital stay.Conclusion: This study demonstrates the significant impact of risk factors for the occurrence of SSI and allows the establishment of strategies that improve the quality of patient care and safety.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Sergipepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectInfecção hospitalarpor
dc.subjectEnfermagem perioperatóriapor
dc.subjectPacientespor
dc.subjectMedidas de segurançapor
dc.subjectInfecção da ferida operatóriapor
dc.subjectSegurança do pacientepor
dc.subjectFatores de riscopor
dc.subjectCross infectioneng
dc.subjectSurgical wound infectioneng
dc.subjectPatient safetyeng
dc.subjectRisk factorseng
dc.subjectPerioperative nursingeng
dc.titleRiscos e complicações associadas à Infecção do Sitio Cirúrgico : um estudo de coortepor
dc.typeDissertaçãopor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4562864003370927por
dc.contributor.advisor1Campos, Maria Pontes de Aguiar-
dc.description.resumoObjetivo: Identificar a ocorrência de Infecção do Sítio Cirúrgico (ISC), os riscos associados e a sua correlação com permanência e mortalidade hospitalar em pacientes atendidos em um hospital de ensino localizado na região nordeste do Brasil. Método: estudo de coorte prospectivo, com coleta de informações contidas em prontuários e registradas em formulários de vigilância de eventos adversos durante o ano de 2015. Esses dados foram digitados e analisados em software Epi-Info7. As variáveis estudadas foram relacionadas aos pacientes, aos procedimentos e aos desfechos. Resultados: Foram avaliadas 752 fichas de vigilância de eventos adversos com uma incidência global de 4,52% de ISC. Foi encontrada uma associação estatisticamente significativa na análise univariada entre ISC e as variáveis: cirurgias contaminadas, cirurgias que não utilizaram técnicas videolaparoscópicas, pacientes com alteração sistêmica grave e com limitação funcional, Índice de Risco Cirúrgico (IRIC) ≥1 e nos procedimentos que não usaram a profilaxia microbiana conforme padronização do Serviço de Controle de Infecção Relacionadas à Assistência (SCIRA) da instituição. A associação independente com a ISC foi observada para IRIC e para cirurgia intra-abdominal não especificada em outro local (IAB). Demonstrou-se ainda, associação significativa entre o diagnóstico de ISC e o aumento da mortalidade e da permanência hospitalar. Conclusão: Este estudo demonstra o significativo impacto dos fatores de risco para ocorrência de ISC e permite o estabelecimento de estratégias que melhorem a qualidade da assistência e a segurança do paciente.por
dc.publisher.programPós-Graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFSpor
dc.contributor.advisor-co1Lobo, Iza Maria Fraga-
Appears in Collections:Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THIALLA_ANDRADE_CARVALHO.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.