Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5944
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorTrindade, Jayane Pinheiropt_BR
dc.date.accessioned2017-09-27T13:53:28Z-
dc.date.available2017-09-27T13:53:28Z-
dc.date.issued2015-02-23-
dc.identifier.citationTRINDADE, Jayane Pinheiro. Usuários de crack na contemporaneidade : entre urubus diplomados e o canto dos sabiás. 2015. 96 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.por
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/5944-
dc.description.abstractFrom a genealogical perspective, this theoretical and conceptual work, addresses the current field of mental health, in particular, alcohol and other drugs. The current context sometimes is dominated by criminalizing and medicalized perspectives with regard to the use and care for drug users. Therefore, we have claimed to question such reductionist practices in the light of power analyzes carried out by Michel Foucault‟s genealogical perspective, focusing in particular, the strategic function of Compulsory Admission, used today for crack users in the streets, like the cracolândias in São Paulo and Rio de Janeiro cities.This hospitalization provided by law, is an action taken in individual and specific cases, backed by court order, indicated when the person is endangering his own life or that of third parties and has already exhausted all other intervention resources. The methodology used was the genealogy, in order to understand some power games built throughout history and analyze how these still operate and are updated in the contemporary. Michel Foucault‟s genealogy (Power-Know) analyzes the onset of knowledge, which takes place from conditions of external possibilities for own knowledge, that is, lie them as elements of a strategic nature essentially device. Foucault points out the existence of a network of articulated micro powers to the State and that permeate the entire social structure. For that we used some research and Michel Foucault´s reflections on the disciplinary power and biopower. Thus, from these reflections on trying to understand other possibilities of expansion of the practice regarding crack users in the streets.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Sergipepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSaúde mentalpor
dc.subjectDrogaspor
dc.subjectCrack (Droga)por
dc.subjectInternação compulsóriapor
dc.subjectRedução de danospor
dc.subjectBiopoderpor
dc.subjectPsicologia socialpor
dc.subjectPoder (Ciências sociais)por
dc.subjectPatologiapor
dc.subjectAspectos sociais por
dc.subjectMental healtheng
dc.subjectDrugseng
dc.subjectCompulsory hospitalizationeng
dc.subjectHarm reductioneng
dc.subjectBiopowereng
dc.titleUsuários de crack na contemporaneidade : entre urubus diplomados e o canto dos sabiáspor
dc.typeDissertaçãopor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1539710979483868por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5339004002862813por
dc.contributor.advisor1Viana, José Maurício Mangueirapt_BR
dc.description.resumoA partir de uma perspectiva genealógica, o presente trabalho, de cunho teórico conceitual, aborda o atual campo da saúde mental, em específico, de álcool e outras drogas. O atual contexto, por vezes, é dominado por perspectivas criminalizante e medicalizante no que diz respeito ao uso e aos cuidados aos usuários de drogas. Diante disto, tivemos a pretensão de questionar tais práticas reducionistas a luz das análises do poder realizadas pela perspectiva genealógica de Michel Foucault, focalizando em específico, a função estratégica da Internação Compulsória hoje para usuários de crack em situação de rua, a exemplo das cracolândias, nas capitais São Paulo e Rio de Janeiro. Esta internação, prevista em lei, é uma medida tomada em casos pontuais e específicos, respaldada por ordem judicial, indicada quando a pessoa está pondo em risco sua própria vida ou a de terceiros e quando já se esgotaram todos os outros recursos de intervenção. A metodologia empregada foi à genealogia, com o intuito de compreender alguns jogos de força construídos ao longo da história e analisar como estes ainda operam e se atualizam no contemporâneo. A genealogia (Poder-Saber) de Michel Foucault busca analisar o aparecimento dos saberes, que se dá a partir de condições de possibilidades externas aos próprios saberes, ou seja, os situam como elementos de um dispositivo de natureza essencialmente estratégica. Foucault assinala a existência de uma rede de micro-poderes articulados ao Estado e que permeiam toda a estrutura social. Assim, procuramos analisar o poder partindo não do seu centro (Estado), mas a partir desses micro-poderes que permeiam a estrutura social, considerando suas relações com a estrutura mais geral do poder que seria o Estado. Para isso utilizamos algumas pesquisas e reflexões de Michel Foucault acerca do poder disciplinar e do biopoder. Partimos dessas reflexões na tentativa de entender outras possibilidades de ampliação das práticas de cuidado referentes aos usuários de crack em situação de rua.por
dc.publisher.programPós-Graduação em Psicologia Socialpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIALpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSpor
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JAYANE_PINHEIRO_TRINDADE.pdf773,73 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.