Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6629
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCunha, Cleidinilson de Jesuspt_BR
dc.date.accessioned2017-10-02T12:49:59Z-
dc.date.available2017-10-02T12:49:59Z-
dc.date.issued2006-08-21-
dc.identifier.citationCUNHA, Cleidinilson de Jesus. Sustentabilidade de agroecossistemas: um estudo de caso no estuário do rio São Francisco. 2006. 139 f. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2006.por
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/6629-
dc.description.abstractThe present work was carried out in order to study the agro ecosystems sustainability in the São Francisco River estuary, through a system analysis from the characterization of the structure, function and properties (sustainability, productivity, stability, equitability and autonomy) of the local agro ecosystems. From the recent changes to the environmental dynamics and its implications on the socioeconomic and cultural organization represented by fishers, crab catchers. Also the meaning of the environmental ethics on the agro ecosystems organization on the behavior of the social actors facing the exploitation of the fish resources (fish and crab) being an obstacle to the sustainable development. Field survey was carried out on the second semester of the year 2005 by the application of techniques such as direct observation by 52 semi-structured interviews with fishers, crab catchers and urban population from the village of Brejo Grande. The identification and characterization of the agro ecosystems from the estuary occurred by the application of the properties defined by Conway (1987) and Marten (1988). The regularization of the São Francisco river discharge from the construction of the electric power dams and also the recent introduction of shrimp projects have led to serious changes on the environment dynamic and consequently a reduction on the availability of fish and crab. This has brought dramatically impacts on the production and social organization, marginalizing traditional ways of natural resources use, socio-cultural diversity and the historical knowledge built by the local population. These facts create problems to the development of sustainable policies on the estuary. The behavior on the use of the natural resources can be identified in two different ways. The first one based on the traditional cartesian paradigm also mecanicist. On the other hand there is this ethical resistant behavior, based on the respect for nature, and the comprehension of interactions to the natural elements.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Sergipepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgroecossistemaspor
dc.subjectSustentabilidadepor
dc.subjectEstuáriopor
dc.subjectRio São Franciscopor
dc.subjectAgroecosystemseng
dc.subjectSustainabilityeng
dc.subjectEstuaryeng
dc.subjectSão Francisco Rivereng
dc.titleSustentabilidade de agroecossistemas: um estudo de caso no estuário do rio São Franciscopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6392654395283243por
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7935943969315043por
dc.contributor.advisor1Holanda, Francisco Sandro Rodriguespt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho vislumbra estudar a sustentabilidade de agroecossistemas no estuário do rio São Francisco, numa perspectiva de análise sistêmica, a partir da caracterização da estrutura, função e propriedades (sustentabilidade, produtividade, estabilidade e eqüidade) do agroecossistema local, das mudanças ocorridas recentemente à dinâmica ambiental e suas implicações à organização socioeconômica e cultural da população representada por pescadores e catadores, bem como a pertinência da ética ambiental na organização dos agroecossistemas, diante da conduta dos atores sociais quanto à explotação dos recursos pesqueiros (peixes e caranguejo-uçá), configurando-se como obstáculos ao desenvolvimento sustentável. As campanhas de campo ocorreram no segundo semestre de 2005, ocasião em que foram desenvolvidas técnicas como a observação direta e a aplicação de 52 entrevistas semi-estruturadas envolvendo pescadores, catadores de caranguejo e a população urbana do município de Brejo Grande. A identificação e caracterização de agroecossistemas no estuário ocorreram com a aplicação das propriedades definidas por Conway (1987) e Marten (1988). A regularização da vazão do rio São Francisco diante da construção de barragens e a introdução recente de empreendimentos de carcinicultura têm promovido mudanças à dinâmica ambiental e ao estoque de pesca e de caranguejo-uçá que, por sua vez, tem contribuído com impactos à organização produtiva e social dos atores sociais do estuário, marginalizando as formas tradicionais de exploração dos recursos pesqueiros, a diversidade sócio-cultural e os conhecimentos construídos historicamente pela população local. Esses fatores estabelecem barreiras às políticas de desenvolvimento sustentável no estuário do rio São Francisco. A conduta em relação ao uso dos recursos naturais pode ser percebida em duas correntes distintas de pensamento, uma baseada no paradigma tradicional cartesiano e mecanicista e outra de cunho ético, que ainda resiste, fundamentada na hermenêutica, no respeito à natureza, na compreensão da interação dos elementos naturais e na importância às gerações atuais e futuras.por
dc.publisher.programPós-Graduação em Agroecossistemaspor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSpor
Appears in Collections:Mestrado em Agroecossistemas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CLEIDINILSON_JESUS_CUNHA.pdf2,9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.