Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/6893
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFernandes, Cristiane-
dc.date.accessioned2017-11-09T14:13:48Z-
dc.date.available2017-11-09T14:13:48Z-
dc.date.issued2015-12-18-
dc.identifier.citationFERNANDES, Cristiane. Perfil dos alunos da Universidade Federal de Sergipe : uma análise não paramétrica. 2015. Monografia (Bacharelado em Estatística) - Departamento de Estatísticas e Ciências Atuariais, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttps://ri.ufs.br/handle/riufs/6893-
dc.description.abstractHigher education institutions have emerged in Brazil in the nineteenth century, with globalization the role of the public university is to develop research, knowledge and culture, being directly aimed at the benefit of society. The Federal University of Sergipe (UFS) was officially established on May 15, 1968, with the incorporation of 10 existing higher education in the state. The National Education Plan (PNE) proposing the expansion of public higher education through the internalization of federal universities. The UFS, which was composed of the campuses of São Cristovão and Aracaju, opened campuses: Itabaiana, Laranjeiras, Lagarto and Nossa Senhora of Glória. The increase in student population in higher education in Brazil and its heterogeneity justify studies that describe the profile of the students and the level of knowledge acquired in their training. This work aimed to outline the profile of the UFS students during the period 2015.1 in order to provide subsidies to improve the academic performance of campuses, centers and courses. It was not considered students of the distance mode and entering, as these have Regularity Index (IREG) and General Average weighted (MGP) zero, but also not distinguished between shifts or mode of the courses. The analysis was processed according to the database obtained from the Coordination of Academic Planning and Assessment (COPAC) with reference date the database on 16 October 2015. The data were analyzed using SPSS software for Windows Version 21 and R software for Windows Version 3.2.2. The appropriate statistical technique for analysis were non-parametric statistical tests, since the data analyzed violate the assumptions for the application of parametric statistics. And non-parametric tests are based on ordering (ranks) data rather than on its intrinsic value, is lost in accuracy in exchange for values, but gains in efficiency and ease in understanding the results. The significance level was 5%. In assessing the profile of the students were taken into account several aspects, among them: gender, age, declared race, origin of school system, quotas, national origin, IREG and MGP. The MGP is the average of the subjects in which the student was successful and IREG measures the ratio between the number of credits that the student actually attended and who should attend. We observe, as expected, that the IREG and MGP does not have the same behavior. The MGP is camouflaged by excluding the notes of the subjects disapproved of the student, she can not evaluate their academic performance as well as the IREG. Showing that there are unresolved issues to calibrate these indicators. Campuses, centers and courses were grouped into one of the stations sort of scale, and on several occasions they dramatically reversed position among IREG and MGP. On campuses, São Cristovão presented the worst IREG Lagarto and the best. In the centers, the worst place was the CCET, the best placement was with the CCSA and the CECH. In order to better clarify the causes that make a center or campus being better than the other, proceeded to the analysis by their courses, trying to identify the significant differences between them.por
dc.languageporpt_BR
dc.subjectEstatísticapor
dc.subjectEnsino de estatísticapor
dc.subjectUniversidade Federal de Sergipepor
dc.subjectEnsino superior em Sergipepor
dc.subjectTestes de hipótesespor
dc.subjectTestes não paramétricospor
dc.subjectPerfil dos alunospor
dc.subjectHypothesis testingeng
dc.subjectNonparametric testseng
dc.subjectProfile of studentseng
dc.titlePerfil dos alunos da Universidade Federal de Sergipe : uma análise não paramétricapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.contributor.advisor1Castañeda, Daniel Francisco Neyra-
dc.description.resumoAs instituições de ensino superior surgiram no Brasil por volta do século XIX, com a globalização o papel da universidade pública é desenvolver a pesquisa, o conhecimento e a cultura, estando diretamente voltada para o benefício da sociedade. A Fundação Universidade Federal de Sergipe (UFS) foi criada oficialmente em 15 de maio de 1968, com a incorporação dos 10 cursos superiores existentes no estado. O Plano Nacional de Educação (PNE) propôs a expansão do ensino superior público através da interiorização das universidades federais. A UFS, que era composta pelos campi de São Cristóvão e Aracaju, inaugurou os campi: Itabaiana, Laranjeiras, Lagarto e Nossa Senhora da Glória. O aumento da população estudantil do ensino superior no Brasil e sua heterogeneidade justificam estudos que descrevam o perfil dos alunos e o grau de conhecimento adquiridos na sua formação. Este trabalho teve como principal objetivo traçar o perfil dos alunos da UFS no período 2015.1, a fim de apresentar subsídios para melhoria do desempenho acadêmico dos campi, centros e cursos. Não foram considerados alunos da modalidade à distância e ingressantes, pois esses têm Índice de Regularidade (IREG) e Média Geral Ponderada (MGP) zero, como também não se fez distinção entre turnos ou modalidade dos cursos. A análise processou-se de acordo com o banco de dados obtido junto a Coordenação de Planejamento e Avaliação Acadêmica (COPAC) com data de referência da base dos dados em 16 de outubro de 2015. Os dados foram tratados no software SPSS for Windows Versão 21 e no software R for Windows Versão 3.2.2. A técnica estatística apropriada para análise foram os testes de hipóteses não paramétricos, visto que os dados analisados violam as suposições para a aplicação da estatística paramétrica. Como os testes não paramétricos se baseiam na ordenação (ranks) dos dados e não em seu valor intrínseco, perde-se em precisão na troca dos valores, mas se ganha em eficiência e facilidade no entendimento dos resultados. O nível de significância adotado foi de 5%. Na avaliação do perfil dos alunos foram levados em consideração diversos aspectos, dentre os quais: sexo, idade, raça declarada, rede de ensino de origem, cotas, naturalidade, IREG e MGP. A MGP consiste na média das disciplinas nas quais o aluno obteve sucesso e o IREG mede a relação entre o número de créditos que o aluno realmente cursou e dos que deveria cursar. Observamos, como esperado, que o IREG e a MGP não possuem o mesmo comportamento. A MGP é camuflada ao excluir as notas das disciplinas reprovadas do aluno, ela não consegue avaliar tão satisfatoriamente seu desempenho acadêmico quanto o IREG. Mostrando que há questões não resolvidas para calibrar estes indicadores. Os campi, centros e cursos foram agrupados em uma escala de ordenação dos postos, e em várias ocasiões estes invertiam drasticamente de posição entre IREG e MGP. Nos campi, São Cristovão apresentou o pior IREG e Lagarto o melhor. Nos centros, a pior colocação foi o CCET, a melhor colocação foi com o CCSA e o CECH. Com intuito de melhor esclarecer as causas que fazem um centro ou um campus serem um melhor que o outro, procedeu-se à análise por seus cursos, tentando identificar as diferenças significativas entre eles.pt_BR
dc.publisher.departmentDECAT - Departamento de Estatística e Ciências Atuariais – Estatística – São Cristóvão - Presencialpt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS EXATAS E DA TERRA::PROBABILIDADE E ESTATISTICA::ESTATISTICA::FUNDAMENTOS DA ESTATISTICApt_BR
dc.publisher.initialsUniversidade Federal de Sergipept_BR
dc.description.localSão Cristóvão, SEpt_BR
Appears in Collections:Estatística e Ciências Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristiane_Fernandes.pdf1,63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.