Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7179
Tipo de Documento: Dissertação
Título: Análise da associação entre polimorfismos genéticos e a sintomatologia característica de exposição a agrotóxicos em trabalhadores rurais
Título(s) alternativo(s): Analysis of the association of genetic polymorphisms with characteristic symptomatology of exposure to pesticides in rural workers
Autor(es): Telles, Alysson Fellipe Costa
Data do documento: 28-Ago-2017
Orientador: Kaiser, Claudia Cristina
Resumo: Introdução: As colinesterases e a Paraoxonase 1 atuam como mediadores do processo de intoxicação por organofosforado (OF). Monitorar as atividades destas enzimas e conhecer a variabilidade genética da população agrícola é de grande importância na avaliação de possíveis grupos de risco para intoxicação por OF. Objetivo: Investigar associação dos polimorfismos genéticos rs1803274 (geneBChE) e rs662 e rs854560 (gene PON1) com sintomatologia característica de exposição a agrotóxicos OF em trabalhadores rurais. Metodologia: Estudo Casocontrole com abordagem transversal. Composto por 427 pacientes, ambos os gêneros, média de idade de 40,96 (±12,6) anos, divididos em: G1-226 indivíduos com presença de sintomas característicos de intoxicação por OF e G2-201 indivíduos sem presença de sintomas; foram genotipados para 3 SNPs: rs1803274 (gene BChE), rs662 e rs854560 (gene PON1). Além disso, os parâmetros socioeconômicos, sociodemográficos, perfil de saúde e a atividade de BChE foram analisados. Para teste de associação das variáveis categóricas, foi utilizado o teste Qui-Quadrado e Exato de Fischer. Para os testes dos modelos genéticos a Regressão Logística Binária foi utilizada no Modelo Aditivo e o Teste Exato de Fisher e teste Qui-Quadrado nos Modelos Dominante e Recessivo (p<0,05). Resultados: Associação estatisticamente significante para local de residência com apresentação de sintomas; entre o rs1803274 e sintomas, no modelo Recessivo. A fraqueza muscular se mostrou o sintoma mais representativo, apresentando uma associação estatística com o rs1803274, no modelo Aditivo e Dominante. A atividade de BChE apresentou associação com o rs662, no modelo Recessivo, demonstrando que indivíduos com este SNP tem maior chance de apresentar atividade reduzida para esta enzima. Conclusão: Os resultados demonstram que os fatores intrínsecos (SNPs) e extrínsecos (local de residência) estudados podem modular o processo de intoxicação por OF, aumentando ou reduzindo a susceptibilidade dos indivíduos envolvidos.
Abstract: Introduction: Cholinesterases and Paraoxonase 1 are mediators of poisoning process by organophosphate (OP). Monitor the activities of these enzymes and know the genetic variability of the agricultural population is of great importance in the evaluation of possible risk groups for poisoning OP. Objective: This case-control study aimed to investigate the association of genetic markers (tag SNPs) in BchE and PON1 genes with characteristic symptoms of exposure to OP pesticides in rural workers.Methodology: 427 patients, both sexes, mean age 40.96 years old, divided into 226 with and 201 without characteristic symptomatology of exposure to pesticides, were genotyped for three tag SNPs, rs1803274 (BChE gene), rs662 e rs854560 (PON1 gene). Also, socio-demographic and economic parameters were analyzed. BChE activity was demonstrated, as well as the profile of workers' health was evaluated. For the test of association of the categorical variables, the Chi-square test and Fisher's exact test. For the genetic models tests the Binary Logistic Regression was used in the Additive Model and Fisher's Exact Test and Chi-SquareTest in the Dominant and Recessive Models (p < .05). Results: Associationstatistically significant for place of residence with symptoms presentation; between the rs1803274 and symptoms, in the Recessive model. Muscular weakness was the most representative symptom, presenting a statistical association with rs1803274, in the Additive and Dominant model. BChE activity was associated with rs662 in theRecessive model, demonstrating that individuals with this SNP have a higher chance of presenting reduced activity for this enzyme. Conclusion: The results demonstrate that the intrinsic factors (SNPs) and extrinsic (residence) studied can modulate theprocess of intoxication by OR, increasing or reducing the susceptibility of the individuals involved.
Palavras-chave: Saúde e trabalho
Camponeses
Colinesterases
Organofosforado
Saúde Ocupacional
Polimorfismos Genéticos
Butirilcolonesterase
Paraoxonase
Organophosphates
Occupational Health
Genetic Polymorphisms
Butyrylcholinesterase
Paraoxonase
Idioma: por
Sigla da Instituição: UFS
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Saúde
Citação: TELLES, Alysson Fellipe Costa. Análise da associação entre polimorfismos genéticos e a sintomatologia característica de exposição a agrotóxicos em trabalhadores rurais. Lagarto, SE, 2017. 65 f. Dissertação ( Mestrado em Ciências Aplicadas à Saúde ) - Universidade Federal de Sergipe, Lagarto, 2017
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7179
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Aplicadas à Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALYSSON_FELIPE_COSTA_TELLES.pdf1,8 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.