Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7378
Tipo de Documento: Monografia
Título: O 1º de maio em Sergipe : (1890 - 1930)
Autor(es): Santana, Mario Henrique Freire de Carvalho
Data do documento: 11-Dez-2015
Orientador: Sá, Antônio Fernando de Araújo
Resumo: Esse estudo tem como objetivo analisar as disputas e expressões do 1º de Maio em Sergipe, no período de 1890 a 1930. Para atingi-lo, foram feitas análises em jornais da época, que noticiavam as ações do trabalhadores sergipanos durante as manifestações de “Dia do Trabalhador”, buscando perceber o discurso sobre a comemoração da data. Antes de tratar de Sergipe, porém, foi necessário analisar o processo de consolidação do 1º de maio como um rito da identidade operária, que começou com o amadurecimento de uma ação internacionalista na Europa durante o século XIX. As disputas ideológicas sobre a data marcavam a forma de comemorá-la no mundo e, em Sergipe o dia era marcado pela tentativa do patronato e dos governantes de apropriá-la como uma festa de amizade entre patrões e empregados. Também é marcante a presença de uma forte religiosidade e da ação católica. Por outro lado, as ações dos trabalhadores contribuíram para a consolidação de uma identidade de classe, expressando ações ritualísticas de luta operária. Nossa contribuição se insere no resgate da temática do movimento operário em Sergipe, mostrando a importância de se analisar o problema operário no contexto da república oligárquica. Palavras Chave: Primeiro de Maio, Movimento Operário, Primeira República.
Abstract: This study aims to analyze disputes and expressions of May 1st in Sergipe, in the period from 1890 to 1930. To achieve it, analyzes were made in newspapers of the time, which were reporting the actions of Sergipe workers during the demonstrations of “Workers Day ", seeking to realize how they report the celebration of the date. Before treating of Sergipe, however, it was necessary to analyze the consolidation of May 1st as a rite of working class identity, which began with the maturing of an internationalist action in Europe during the nineteenth century. Ideological disputes over the date marked the way to celebrate it in the world and, in Sergipe the day was marked by the attempt by employers and governments to appropriate it as a celebration of friendship between employers and employees. On the other hand, the workers actions contributed to the consolidation of a class identity, expressing ritualistic actions of workers' struggle. Our contribution is included in the rescue of the theme of the labor movement in Sergipe, showing the importance of analyzing the labor issue in the context of oligarchic republic. Keywords: May 1st, Labor Movement, First Republic
Palavras-chave: Ensino de história
Direito do trabalho
Dia do trabalhador em Sergipe
May 1st
Labor Movement
First Republic
área CNPQ: OUTROS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DHI - Departamento de História – São Cristóvão - Presencial
Citação: SANTANA, Mario Henrique Freire de Carvalho. O 1º de maio em Sergipe : (1890 - 1930). São Cristóvão, SE, 2015. Monografia (Bacharelado em História) - Departamento de História, Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7378
Aparece nas coleções:História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Mario_Henrique_Freire_Carvalho_Santana.pdf624,63 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.