Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7451
Tipo de Documento: Monografia
Título: Avaliação do conhecimento sobre cuidados paliativos entre estudantes de medicina de uma universidade no nordeste do Brasil
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the knowledge about palliative care among medical students of a university in northeastern Brazil
Autor(es): Vasconcelos, Maiane Cássia de Castro
Data do documento: 9-Out-2017
Orientador: Pimentel, Déborah
Resumo: Introdução: Os cuidados paliativos vêm sendo reconhecido em todo mundo objetivando o alívio do sofrimento e melhoria da qualidade de vida, entretanto, a inserção desse tema no currículo médico ainda é incipiente e os alunos continuam a completar a graduação sentindo-se mal preparado para lidar com esses pacientes. Objetivo: Avaliar o conhecimento sobre cuidados paliativos entre estudantes de medicina. Métodos: Foi realizado um estudo observacional, transversal e analítico entre estudantes do quinto e sexto anos do curso de medicina da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em Aracaju, no período de Maio a Junho de 2017, através da aplicação de um questionário que contemplou dados sócio-demográficos, autoavaliação e conhecimentos específicos sobre cuidados paliativos. Resultados: De um total de 135 estudantes, observou-se que menos de 30% dos alunos tem conhecimento da definição da OMS sobre cuidados paliativos e apenas 3% tem uma percepção de ter recebido informações suficientes para lidar com os pacientes terminais. O domínio da dor apresentou frequências de acertos que variaram entre 14,8% e 88,9%. O domínio da dispneia e dos problemas gastrointestinais apresentaram valores inferiores a 1/3 de acertos. A frequência de acertos no domínio dos problemas psiquiátricos variou de 32,6% a 33,3%. Os domínios da filosofia e comunicação apresentaram os maiores índices de acertos. No domínio da dor e dos problemas psiquiátricos, os estudantes do 11º e 12º períodos obtiveram maiores medianas de acertos em relação ao 9º e 10º períodos, com significância estatística (p<0,001). A análise de confiabilidade do questionário aplicado apresentou um a de Cronbach de 0,708. Conclusões: Os alunos apresentaram desconhecimento da definição de cuidados paliativos associado a uma percepção de insuficiente preparo para lidar com os pacientes terminais, especialmente no controle da dor e outros sintomas comuns. Quanto aos conhecimentos específicos, embora os alunos apresentassem baixas frequências de acertos nos domínios da dor, dispneia, problemas gastrointestinais e psiquiátricos, de modo particular no manejo de opioides e do delirium, a experiência do internato proporcionou um ganho de conhecimento adicional, mais notadamente nos domínios da dor e dos problemas psiquiátricos.
Abstract: Introduction: Palliative care has been recognized throughout the world with the objective of alleviating suffering and improving quality of life. However, insertion of this theme into the medical curriculum is still incipient and students continue to complete their undergraduate education, feeling ill prepared to cope with these patients. Objective: To evaluate the knowledge about palliative care among medical students. Methods: An observational, cross-sectional and analytical study was carried out among students of the fifth and sixth years of the medical course of the Federal University of Sergipe (UFS) in Aracaju, from May to June 2017, through the application of a questionnaire that included socio-demographic data, self-assessment and specific knowledge about palliative care. Results: Of a total of 135 students, less than 30% of the students were aware of the WHO definition of palliative care and only 3% had a perception that they had received enough information to deal with terminal patients. The pain domain presented correct frequencies ranging from 14.8% to 88.9%. The domain of dyspnea and gastrointestinal problems presented values less than 1/3 of correct answers. The frequency of successes in the area of psychiatric problems ranged from 32.6% to 33.3%. The fields of philosophy and communication presented the highest success rates. In the area of pain and psychiatric problems, students in the 11th and 12th periods had the highest median scores in relation to the 9th and 10th periods, with statistical significance (p <0.001). The reliability analysis of the applied questionnaire presented a Cronbach's a of 0.708. Conclusions: Students were not aware of the definition of palliative care associated with a perception of insufficient preparation to deal with terminal patients, especially in pain control and other common symptoms. As for the specific knowledge, although the students presented low frequencies of correct answers in the domains of pain, dyspnea, gastrointestinal and psychiatric problems, particularly in the management of opioids and delirium, the experience of the internship provided an additional knowledge gain, more notably in the domains of pain and psychiatric problems.
Palavras-chave: Medicina
Saúde
Cuidados paliativos
Conhecimento
Estudantes de medicina
Autoavaliação
Palliative care
knowledge
medical students
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DME - Departamento de Medicina – Aracaju - Presencial
Citação: VASCONCELOS, Maiane Cássia de Castro. Avaliação do conhecimento sobre cuidados paliativos entre estudantes de medicina de uma universidade no nordeste do Brasil. Aracaju, SE, 2017. Monografia (Graduação em Medicina) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2017.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7451
Aparece nas coleções:Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maiane_Cássia_Costa_Vasconcelos.pdf1,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.