Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7516
Tipo de Documento: Monografia
Título: Análise da ocorrência e distribuição espaço-temporal da ictiofauna do estuário do Rio Vaza-Barris, Sergipe, Brasil
Autor(es): Fontes, Alan Melo
Data do documento: 26-Fev-2015
Orientador: Schwarz Júnior, Roberto
Resumo: O ambiente estuarino é de grande importância para as comunidades de peixes, pois é lá que a maioria das espécies vive, em pelo menos uma fase do seu desenvolvimento, por serem ambientes que apresentam uma alta disponibilidade de nutrientes e por representarem áreas de proteção para juvenis bem como refúgio para adultos em reprodução. Com o objetivo de analisar a abundância, composição, estrutura da comunidade de peixes no estuário do rio Vaza Barris - SE, enfocando essencialmente suas variações espaciais e temporais associadas à dinâmica dos fatores ambientais foram realizadas sete fases de campo, em seis pontos fixos ao longo do estuário. Em cada ponto amostral, foram realizados dois arrastos consecutivos de 50 metros em planícies de maré, utilizando-se uma rede de arrasto do tipo “picaré” Modelo Trawl. Foram identificados 20418 exemplares de 112 espécies, representantes de 42 famílias, com predominância das famílias Engraulidae, Atherinopsidae, Gerreidae, Mugilidae, Hemiramphidae, Tetraodontidae e Paralichthyidae, sendo que a primeira família citada representou 46,47% do total de indivíduos capturados com destaque para as espécies Atherinella brasiliensis que representou 18,66% do total capturados e Anchoa tricolor que representou cerca de 17,27% do total capturado. Dentre as outras espécies que apresentaram dominância podemos destacar Lycengraulis grossidens, Anchoa januaria, Mugil spp., Anchoa spp. e Eucinostomus melanopterus. Juntamente com a coleta de amostras biológicas, foram obtidos ao início de cada arrasto, os dados de pH, oxigênio dissolvido, temperatura e salinidade. Cabe ressaltar que em sua maior parte as amostras foram constituídas por juvenis de pequeno porte, devido, principalmente, ao método amostral empregado.
Palavras-chave: Engenharia de pesca
Rio Vaza Barris (SE)
Pesca em Sergipe (SE)
Ictiofauna
área CNPQ: ENGENHARIAS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DEPAQ - Departamento de Engenharia de Pesca e Aquicultura – São Cristóvão - Presencial
Citação: FONTES, Alan Melo. Análise da ocorrência e distribuição espaço-temporal da ictiofauna do estuário do Rio Vaza-Barris, Sergipe, Brasil. São Cristóvão, SE, 2015. Monografia (Bacharelado em Engenharia de Pesca e Aquicultura) - Departamento de Engenharia de Pesca e Aquicultura, Centro de Ciências Agrárias e Aplicadas, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7516
Aparece nas coleções:Engenharia de Pesca e Aquicultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alan_Melo_Fontes.pdf1,19 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.