Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7535
Tipo de Documento: Monografia
Título: Influência da aloimunização na evolução clínica de pacientes falcêmicos - um estudo coorte
Título(s) alternativo(s): Influence of alloimmunization on the clinical evolution of sickle cell patients - a cohort study
Autor(es): Almeida, Bruno da Silva
Data do documento: 7-Fev-2018
Orientador: Menezes Neto, Osvaldo Alves de
Resumo: Introdução - A anemia falciforme é caracterizada por anemia hemolítica crônica, tendo como principal tratamento as transfusões de hemácias. As frequentes transfusões a que são submetidos os pacientes falcêmicos provocam diversas complicações, sendo a mais comum a aloimunização. Este estudo objetiva analisar a influência da aloimunização eritrocitária na evolução clínica e laboratorial de pacientes com doença falciforme. Método - Trata-se de um estudo de coorte histórica, com algumas variáveis avaliadas transversalmente. Realizadas revisão de prontuário, tipagem sanguínea, pesquisa de anticorpos por meio da prova de Coombs direto e indireto e fenotipagem eritrocitária estendida de pacientes portadores de doença falciforme (genótipo SS, SC, SD e Sbeta talassemia), atendidos no Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe. Resultados – Dos 374 pacientes, 18,78% eram aloimunizados, com 16 aloanticorpos encontrados, sendo os mais frequentes: NIs, E, Jka, Fya, C e Kell. A aloimunização esteve relacionada com maior média de idade (p=0,03) e a triagem neonatal mostrou-se protetora para aloimunização (p=0,028). A presença de autoanticorpos (p=0,000006) e a média do VCM foram maiores nos pacientes aloimunizados (p=0,026). O número de internações por ano foi maior nos pacientes aloimunizados (p=0,029) e o número de transfusões foi determinante na presença ou não da aloimunização (p=0,0000). Conclusão – A aloimunização esteve relacionada diretamente com Coombs direto positivo, maior média de internações por ano, maior número de transfusões e maior valor médio de VCM. A triagem neonatal foi protetora para a aloimunização.
Abstract: Introduction - Sickle cell anemia is characterized by chronic hemolytic anemia, the main treatment being red blood cell transfusions. The frequent transfusions to which sickle patients are submitted cause several complications, the most common being alloimmunization. This study aims to analyze the influence of erythrocyte alloimmunization on the clinical and laboratory evolution of patients with sickle cell disease. Method - This is a historical cohort study, with some variables evaluated transversally. Replication of medical records, blood typing, antibody testing by direct and indirect Coombs test and extended erythrocyte phenotyping of patients with sickle cell disease (SS, SC, SD and Sbeta thalassemia genotype) assisted at the University Hospital of the Federal University of Sergipe. Results - Of the 374 patients, 18.78% were alloimmunized, with 16 alloantibodies found, being the most frequent: NIs, E, Jka, Fya, C and Kell. Alloimmunization was associated with a higher mean age (p = 0.03) and neonatal screening was protective for alloimmunization (p = 0.028). The presence of autoantibodies (p = 0.000006) and mean MCV were higher in alloimmunized patients (p = 0.026). The number of hospitalizations per year was higher in alloimmunized patients (p = 0.029) and the number of transfusions was determinant in the presence or absence of alloimmunization (p = 0.0000). Conclusion - Alloimmunization was directly related to positive direct Coombs, higher mean hospitalizations per year, higher number of transfusions and higher mean value of MCV. Neonatal screening was protective for alloimmunization.
Palavras-chave: Medicina
Saúde
Anemia falciforme
Reações antígeno-anticorpo
Evolução clínica
Medicine
Sickle cell anemia
Antigen-antibody reactions
Clinical evolution
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DME - Departamento de Medicina – Aracaju - Presencial
Citação: ALMEIDA, Bruno da Silva. Influência da aloimunização na evolução clínica de pacientes falcêmicos - um estudo coorte. Aracaju, SE, 2018. Monografia (Graduação em Medicina) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7535
Aparece nas coleções:Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bruno_Silva_Almeida.pdf866,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.