Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7550
Tipo de Documento: Monografia
Título: Estudo epidemiológico da doença de chagas em Umbaúba, sul do estado de Sergipe, Brasil
Título(s) alternativo(s): Epidemiological study of chagas disease in Umbaúba, southern Sergipe state, Brazil
Autor(es): Varjão, Ana Elisabeth Leal
Data do documento: 8-Fev-2018
Orientador: Silva, Angela Maria da
Resumo: Introdução: a doença de Chagas é uma infecção com elevada morbimortalidade, prevalente na América Latina e considerada negligenciada pela Organização Mundial de Saúde. No Brasil, ainda não se conhece a real prevalência da infecção, por escassez de estudo em várias áreas do país a exemplo de Sergipe. Esse estudo avaliou a frequência da infecção pelo Trypanosoma cruzi no sul do Estado de Sergipe. Metodologia: É um estudo descritivo, transversal, realizado em doze povoados de Umbaúba, município de Sergipe. A amostra populacional foi de 617 pessoas, as quais foram submetidas a exames sorológicos e questionário. Resultados: A taxa de infecção foi de 12,1% (75 infectados). Sobre os soropositivos, a média de idade foi de 55 anos (±11 anos; p < 0,0001), houve predomínio do sexo feminino (62,6%), a maioria lavradores (78,6%), com primeiro grau incompleto (61,3%; p < 0,0001). Idade, nível educacional e contato com triatomíneos tiveram diferença estatística em relação aos soronegativos. Conclusão: houve uma alta frequência de infecção na região, com características sociodemográficas semelhantes a outros estudos nacionais.
Abstract: Introduction: Chagas' disease is an infection with high morbidity and mortality, which prevalents in Latin America and It is considered neglected by the World Health Organization. In Brazil, the real prevalence of infection is not yet known due to a lack of study in several areas of the country, for example Sergipe. This study evaluated the frequency of Trypanosoma cruzi infection in the southern state of Sergipe. Methodology: It is a descriptive, cross-sectional study carried out in twelve settlements in Umbaúba, municipality of Sergipe. The population sample was 617 people, who were submitted to serological tests and a questionnaire. Results: The infection rate was 12.1% (75 infected). Among the seropositive subjects, the average age was 55 years (± 11 years old, p <0.0001), 62.6% were female, the majority were farmers (78.6%), with incomplete first degree (61.3 %, p <0.0001). Age, educational level and contact with triatomines were statistically different from seronegatives. Conclusion: there was a high frequency of infection in the region, with sociodemographic characteristics similar to other national studies.
Palavras-chave: Medicina
Saúde
Doença de chagas em Umbaúba (SE)
Epidemiologia em Umbaúba (SE)
Estudos soroepidemiológicos
Medicine
Chagas disease in Umbaúba (SE)
Epidemiology in Umbaúba (SE)
Seroepidemiological studies
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DME - Departamento de Medicina – Aracaju - Presencial
Citação: VARJÃO, Ana Elisabeth Leal. Estudo epidemiológico da doença de chagas em Umbaúba, sul do estado de Sergipe, Brasil. Aracaju, SE, 2018. Monografia (Graduação em Medicina ) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7550
Aparece nas coleções:Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana_Elisabeth_Leal_Varjão.pdf266,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.