Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8239
Tipo de Documento: Monografia
Título: Assembléia de foraminíferos em diferentes sedimentos da plataforma continental de Sergipe, Brasil
Autor(es): Cruz, Nayara Gomes da
Data do documento: 14-Fev-2014
Orientador: Souto, Leandro Sousa
Resumo: A ocorrência e distribuição espacial dos organismos podem estar relacionadas com o tipo de substrato ao qual eles estão associados. Neste estudo, foi analisada a influência de diferentes sedimentos (areia, cascalho e lama) na composição de assembleias de foraminíferos, testando as seguintes hipóteses: i) a densidade, riqueza, diversidade e equitatividade de foraminíferos diferem entre diferentes tipos de sedimentos; ii) a composição de espécies de foraminíferos difere entre os sedimentos e; iii) aspectos taxonômicos (coloração e preservação) estão intimamente associados as características do sedimento. Nove amostras de sedimentos da plataforma continental de Sergipe foram analisadas, utilizando ANOVA e análise de correspondência canônica. No total, foram encontrados 2213 foraminíferos, distribuídos em 110 taxa, 70 gêneros e 83 espécies. Os maiores valores de densidade, riqueza e equitatividade estão relacionados aos sedimentos ricos em matéria orgânica e de granulométrica mais fina, enquanto a maior riqueza foi registrada para sedimentos mais grosseiros. A distribuição dos foraminíferos reflete o ambiente sedimentar ao quais estes organismos são encontrados. Foram identificadas 3 assembleias de foraminíferos na plataforma continental de Sergipe: G1 - Assembleia Cascalhosa, formada pelas espécies Amphistegina gibbosa e Amphistegina lessoni; G2 - Assembleia Areno-lamosa, composta pelos gêneros Dircorbis spp., Bolivina spp., Elphidium spp., Pseudononion spp, e Nonion spp., e pelas espécies Ammonia sobrina, Ammonia tépida, Reussella spinolosa, Hanzawaia concêntrica, Globocassibulina subglosa e Massilina pernambucensis; G3 - Assembleia Arenosa, formado pelo gênero Articulina spp. e pelas espécies Peneroplis carinatus e Peneroplis pertusus; G4 - Presente em todos os sedimentos, engloba as espécies pertencentes ao gênero Quinqueloculina spp. No geral, o predomínio de testas normais e brancas na área de estudo, indicam ambientes de águas calmas e de rápida sedimentação.
Abstract: The occurrence and spatial distribution of organisms may be related to the type of substrate to which these organisms are associated. In this study , we analyzed the influence of different types of sediments ( sand, gravel and mud ) in the composition of foraminifera assemblages, testing the following hypotheses: i ) the density , richness, diversity and evenness of foraminifera differ between different types of sediments; ii ) species composition of foraminifera differs between sediments and; iii) taphonomic aspects (body color and preservation) are closely associated with the characteristics of the sediment. Nine samples from Sergipe continental shelf were analyzed using ANOVA and canonical correspondence analysis (CCA). In total, we found 2213 foraminifera, distributed in 70 genera and 83 species. The highest values of density, richness and evenness are related to the aumont in organic matter and the granulometry of sediments, while higher richness values were recorded for bulk sediments. The saptial distribution of foraminifera in the study area reflects the sedimentary environment. Four groups of foraminifera were identified in the Sergipe continental shelf: G1 - grave assemblage formed by the species Amphistegina gibbosa and Amphistegina lessoni; G2 - sandy-muddy Assemblage, composed of the genera Dircorbis spp., Bolivina spp., Elphidium spp., Pseudononion spp, Nonion spp., and by the species Ammonia sobrina, Ammonia tépida, Reussella spinolosa, Hanzawaia concêntrica, Globocassibulina subglosa and Massilina pernambucensis; G3 - Sandy Assembly , formed by the genus Articulina spp. And by the species Peneroplis carinatus and Peneroplis pertusus; G4 - Generalists, formed by the species that were present in all sediments, including species belonging to the genus Quinqueloculina spp. Overall, the prevalence of normal and white foreheads in the study area, indicate calm waters and quickly sedimentation environments.
Palavras-chave: Ecologia
Ensino de ecologia
Amphistegina gibbosa
Amphistegina lessoni
área CNPQ: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Departamento: DECO - Departamento de Ecologia – São Cristóvão - Presencial
Citação: CRUZ, Nayara Gomes da. Assembléia de foraminíferos em diferentes sedimentos da plataforma continental de Sergipe, Brasil. São Cristóvão, SE, 2014. Monografia (Bacharelado em Ecologia) - Departamento de Ecologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2014
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8239
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nayara_Gomes_Cruz.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.