Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8789
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorFraga, Érica Emília Almeida-
dc.contributor.authorOliveira, Clauberto Rodrigues de-
dc.contributor.authorCruz, Cleide Ane Barbosa da-
dc.contributor.authorVasconcelos, Cleiton Rodrigues de-
dc.contributor.authorPaixão, Ana Eleonora Almeida-
dc.date.accessioned2018-08-28T16:42:23Z-
dc.date.available2018-08-28T16:42:23Z-
dc.date.issued2017-09-30-
dc.identifier.citationFRAGA, E. E. A. et al. Prospecção tecnológica: um mapeamento de patentes da própolis vermelha. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 10, n. 3, p.524-532, jul-set/2017. Disponível em: <http://doi.org/10.9771/cp.v10i3.23006>. Acesso em: 28 ago. 2018.pt_BR
dc.identifier.issn2317-0026-
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8789-
dc.description.abstractRed propolis has been deeply studied and has become a promising element in the treatment of numerous infectious diseases and in the formulation of new products with potential application in various industrial sectors. In this sense, the present study aimed to present the technological mapping through patents related to the use of red propolis, in order to verify the evolution of patent deposits. As for the methodology, the research was based on a mapping of patent deposits through the National Institute of Industrial Property (INPI) database and the European Patent Office (Espacenet), using the keywords "red propolis" in the abstract field . The data indicated deposits from 2014 to 2016, with China being the largest depositor of red propolis. It was verified that the largest deposited share was made up of individual inventors and that Brazil falls short.eng
dc.languageporpt_BR
dc.publisherNúcleo de Inovação Tecnológica - Universidade Federal da Bahiapt_BR
dc.relation.ispartofCadernos de Prospecçãopt_BR
dc.subjectEstudo prospectivopor
dc.subjectPatentespor
dc.subjectPrópolis vermelhapor
dc.subjectProspective studyeng
dc.subjectPatentseng
dc.subjectRed propoliseng
dc.titleProspecção tecnológica: um mapeamento de patentes da própolis vermelhapt_BR
dc.title.alternativeTechnological prospection: a mapping of patents of red propoliseng
dc.typeArtigopt_BR
dc.identifier.licenseCreative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)pt_BR
dc.description.resumoA própolis vermelha tem sido profundamente estudada e tem se configurado um elemento promissor no tratamento de inúmeras doenças infecciosas e na formulação de novos produtos com potencial aplicação em diversos setores industriais. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo apresentar o mapeamento tecnológico por meio de patentes relacionadas ao uso da própolis vermelha, com o intuito de verificar a evolução dos depósitos de patentes. Quanto à metodologia, a pesquisa baseou-se num mapeamento dos depósitos de patentes através da base de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e do European Patent Office (Espacenet), utilizando as palavras-chave “própolis vermelha” no campo resumo. Os dados indicaram depósitos de 2014 a 2016, tendo a China como maior depositante de própolis vermelha. Verificou-se que a maior parcela depositada foi constituída por inventores individuais e que o Brasil fica aquém do seu potencial.pt_BR
dc.description.localSalvadorpt_BR
Aparece nas coleções:DEPRO - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ProspeccaoTecnologicaPropolisVermelha.pdf243,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.