Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8820
Document Type: Monografia
Title: Papel dos agentes comunitários de saúde do município de Simão Dias - SE na promoção do uso racional de medicamentos: diagnóstico e intervenções
Other Titles: Role of community health agents of the municipality of Simão Dias in the promotion of rational use of medicines: diagnosis and interventions
Authors: Gama, Alécio Rabelo
Issue Date: 2-May-2018
Advisor: Jesus, Elisdete Maria Santos de
Resumo : Introdução: O Agente Comunitário de Saúde (ACS) peça fundamental no vínculo entre o serviço de saúde e a comunidade. Treinados os ACS são capazes de esclarecer dúvidas aos usuários sobre o Uso Racional de Medicamentos (URM) e auxiliar na adesão ao tratamento. Objetivo: Treinar os ACS do município de Simão Dias/SE, para promoção do URM. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, a respeito do conhecimento dos ACS, acerca do URM. O estudo foi realizado entre novembro de 2017 a fevereiro de 2018. A pesquisa foi realizada em quatro etapas: 1ª caracterização dos ACS com a participação de 68 Agentes; 2ª verificação do nível de conhecimento dos ACS em relação ao uso de medicamentos, participaram desta etapa 31 ACS antes e depois do curso, 3ª realização de Intervenções educativas com os ACS e a 4ª avaliar o impacto das intervenções no nível de conhecimento dos ACS. A análise dos dados foi realizada através de estatística descritiva, na forma de tabelas e números absolutos e percentuais. Resultados: a maioria dos ACS era do sexo feminino (81%), idade entre 31-40 anos (49%), Ensino Médio completo (38%) e Superior Completo (37%), tinham acima 5 anos de atuação. Tendo em vista que (74%) nunca participou de curso sobre medicamentos e (85%) sentem a necessidade de fazê-lo. A fonte de informação sobre medicamentos mais citada foi a bula (87%) e os enfermeiros são os que costumam sanar dúvidas dos ACS com maior frequência (72%). Os usuários com maiores dúvidas são os idosos (88%) e a principal: horário de tomar os medicamentos (82%). O principal problema identificado foi: usuário utilizando o medicamento em horário errado (81%). Quanto a opinião dos ACS em passar orientações sobre o URM na comunidade, (37%) consideram ação importante e (54%) concordam importante, mas precisa de capacitação. A maior parte dos ACS, antes do curso, apresentavam um bom nível de conhecimento, visto que (48%) acertaram entre 11 a 15 questões. Após participação na capacitação quase todas as questões tiveram seus índices de assertivas aumentados, a única exceção foi a questão sobre armazenamento de medicamentos. Conclusão: Observa-se nesse trabalho que os ACS ao passar informações sobre o URM nas visitas domiciliares não se sentem seguro por não ter conhecimento suficiente. Precisando incluir em processos de educação continuada. Sugere-se que os gestores e profissionais de saúde desenvolvam programa de educação permanente junto com as ESF, tendo em vista a Promoção do URM na comunidade.
Abstract: Introduction: Being the Community Health Agent (ACS) plays a key role in the link between the health service and the community. Trained, they are able to clarify doubts to users about the Rational Use of Medications (URM) and help in adherence to treatment. Objectives: To qualify the ACS of the municipality of Simão Dias / SE, to promote the URM. Methodology: This is a descriptive study about the knowledge of the ACS about the URM. The study was carried out between November 2017 and February 2018. The research was carried out in four stages: 1ª characterization of ACS with the participation of 68 Agents; 2ª ACS knowledge check regarding drug use participated in this stage 31 ACS before and after the course, 3ª educational interventions with ACS and 4ª to assess the impact of interventions on the level of knowledge of ACS. Data analysis was performed through descriptive statistics, in the form of tables and absolute and percentage numbers. Results: the majority of CHWs were female (81%), age between 31-40 years old (49%), High School (38%) and Superior High School (37%). Considering that (74%) never attended a course on medicines and (85%) felt the need to do so. The most frequently cited source of information on medications was the package leaflet (87%) and nurses were the ones who frequently answered questions about ACS more frequently (72%). The most doubted users are the elderly (88%) and the main one: time to take the medications (82%). The main problem identified was: user using medication at wrong time (81%). Regarding the ACS's opinion on passing guidelines on the URM in the community, (37%) consider important action and (54%) agree important, but needs training. Most ACS, before the course, had a good level of knowledge, since (48%) scored between 11 and 15 questions. After participating in the training, almost all the questions had their assertive indexes increased, the only exception being the question of drug storage. Conclusion: It is observed in this study that the ACS when passing information about the URM in the home visits do not feel safe because they do not have sufficient knowledge. Need to include in processes of permanent education. It is suggested that managers and health professionals develop a permanent education program together with the ESF, in order to promote the URM in the community.
Keywords: Agentes comunitários de saúde
Medicamentos
Utilização
Educação permanente
Uso racional de medicamentos
Educação continuada
Community health agents
Rational use of medications
Continuing education
Language: por
Institution: UFS
Department: DFAL - Departamento de Farmácia – Lagarto - Presencial
Citation: GAMA, Alécio Rabelo. Papel dos agentes comunitários de saúde do município de Simão Dias - SE na promoção do uso racional de medicamentos : diagnóstico e intervenções. 2018. 1 CD-ROM. Monografia (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Sergipe, Lagarto, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8820
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALÉCIO_RABELO_ GAMA.pdf2,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.