Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8876
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorGondim, Adanne Silva-
dc.date.accessioned2018-09-10T17:40:28Z-
dc.date.available2018-09-10T17:40:28Z-
dc.date.issued2018-04-26-
dc.identifier.citationGONDIM, Adanne Silva. Estilos de aprendizagem e pensamento crítico na formação de profissionais da área da saúde : uma revisão narrativa. 2018. 1 CD-ROM. Monografia (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Sergipe, Lagarto, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/8876-
dc.description.abstractIntroduction: Different conceptions and educational approaches have been incorporated into teaching in the health area with the purpose of stimulating the student to be an active subject in the teaching-learning process, seeking to value the identification and characterization of students' cognitive patterns, their styles, preferences and experiences in the way of learning. Objective: to analyze evidence of learning styles and critical thinking in the process of training health professionals. Method: a search was carried out in the literature on the databases Virtual Health Library (BVS-BIREME), Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations (BDTD) of UFS, Scielo, in the periodical portal of the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (CAPES) and Google Scholar. For the search we used the descriptors "Learning Styles", "Critical Thinking", "undergraduate pharmacy students", "undergraduate medical students". We considered written studies in the Portuguese language published in full that described or evaluated the learning styles and / or critical thinking in undergraduate students in Pharmacy and Medicine. Results: six studies were found which listed three instruments for evaluation of learning styles, one for evaluation of learning strategies in the field of pharmacy and one in the area of medicine. Among them was a monograph, a thesis and four dissertations. Conclusion: this review pointed out that there are few studies in Brazil that deal with learning styles and critical thinking in pharmacy and medical students. However, studies have highlighted learning styles with the use of instruments, which have proved to be effective and easy to apply.eng
dc.languageporpt_BR
dc.subjectAprendizagempor
dc.subjectPensamento críticopor
dc.subjectFarmáciapor
dc.subjectMedicinapor
dc.subjectEstilos de Aprendizagempor
dc.subjectGraduação em Farmáciapor
dc.subjectGraduação em Medicinapor
dc.subjectLearning Styleseng
dc.subjectCritical Thinkingeng
dc.subjectPharmacy Graduationeng
dc.subjectMedical Graduationeng
dc.titleEstilos de aprendizagem e pensamento crítico na formação de profissionais da área da saúde: uma revisão narrativapt_BR
dc.title.alternativeStyles of learning and critical thinking in the training of health professionals: a narrative revieweng
dc.typeMonografiapt_BR
dc.contributor.advisor1Jesus, Elisdete Maria Santos de-
dc.description.resumoIntrodução: Diferentes concepções e abordagens educacionais vêm sendo incorporadas ao ensino na área da saúde com o objetivo de estimular o estudante a ser um sujeito ativo no processo de ensino-aprendizagem, buscando valorizar a identificação e caracterização dos padrões cognitivos dos discentes, seus estilos, preferências e experiências na forma de aprender. Objetivo: analisar evidências dos estilos de aprendizagem e pensamento crítico no processo de formação de profissionais em saúde. Método: foi realizada uma busca na literatura nas bases de dados Biblioteca Virtual de Saúde (BVS-BIREME), Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) da UFS, Scielo, no portal periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e no Google Acadêmico. Para a busca foram utilizados os descritores “Estilos de Aprendizagem”, “Pensamento Crítico”, “estudantes de graduação em Farmácia”, “estudantes de graduação em Medicina”. Foram considerados estudos escritos na língua portuguesa publicados na íntegra que descreveram ou avaliaram os estilos de aprendizagem e/ou pensamento crítico em estudantes de graduação em Farmácia e Medicina. Resultados: foram encontrados seis estudos os quais elencaram três instrumentos para avaliação dos estilos de aprendizagem, um para avalição das estratégias de aprendizagem na área de farmácia e um na área de medicina. Entre eles havia uma monografia, uma tese e quatro dissertações. Conclusão: esta revisão apontou que são escassos estudos realizados no Brasil que abordem sobre os estilos de aprendizagem e pensamento crítico em estudantes de farmácia e medicina. Contudo, os estudos elencaram os estilos de aprendizagem com a utilização de instrumentos, que se mostraram eficazes e de fácil aplicabilidade.pt_BR
dc.publisher.departmentDFAL - Departamento de Farmácia – Lagarto - Presencialpt_BR
dc.publisher.initialsUFSpt_BR
dc.description.localLagarto, SEpt_BR
Aparece nas coleções:Farmácia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ADANNE_SILVA_GONDIM.pdf857,94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.