Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9087
Tipo de Documento: Dissertação
Título: O efeito da música na dor e ansiedade em pacientes submetidos a procedimentos cardíacos percutâneos : uma revisão sistemática com metanálise
Autor(es): Santana, Joyce Francielle Nei Bomfim de
Data do documento: 10-Ago-2018
Orientador: Ribeiro, Maria do Carmo de Oliveira
Coorientador: Dantas, Daniele Vieira
Resumo: Introdução: As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no mundo. Dentro desse grupo, as doenças isquêmicas do coração (DIC) são as mais frequentes e responsáveis por altos números de morbimortalidade. Nas últimas duas décadas ocorreram grandes avanços no reconhecimento, manejo e tratamento de pacientes com DIC, o que determinou significativa redução das taxas de óbito, infartos e isquemia recorrente. Apesar do crescente avanço tecnológico e da utilização de técnicas contemporâneas, a dor e ansiedade ocasionam uma série de repercussões fisiológicas que podem prejudicar a qualidade dos desfechos clínicos. Objetivos: Este estudo tem como objetivo identificar na literatura o efeito da música sob a dor, ansiedade e parâmetros hemodinâmicos antes e após procedimentos cardíacos percutâneos. Método: Trata-se de uma revisão sistemática com metanálise que seguiu todas as recomendações da Colaboração Cochrane e seguindo os itens de verificação preconizados pela ferramenta Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyses (PRISMA), bem como se baseou na ferramenta Assessing the Methodological Quality of Systematic Reviews (AMSTAR). Resultados: Foram encontrados 40 artigos na busca inicial dos quais 11 preencheram os critérios de inclusão. Estes demonstraram que a música é efetiva na redução da ansiedade e dos parâmetros hemodinâmicos, sendo ainda confirmada na metanálise que identificou uma estimativa metanalítica de diferença nas médias padronizadas de 4.02 (IC 95%: 2.48 a 6.68), mesmo sendo escolhida pelo pesquisador. Contudo, seus efeitos sobre a dor foram inconclusivos, o que também foi mostrado na metanálise que identificou uma estimativa metanalítica não significativa de -0,01 (IC 95%: -0,36 a 0,32) quando se utilizou a EVA, sendo necessário a realização de estudos futuros. Devido a variabilidade dos estilos e tempo de exposição musical, não se pôde determinar qual a música e o tempo de exposição ideais para alcançar resultados mais positivos sobre os desfechos de interesse, mas infere-se que aquelas de batidas suaves, sem letras e lentas presentem melhores efeitos. Quanto à forma de aplicação, a utilização de fones de ouvido é recomendada, pois permite que o paciente foque sua atenção no estimulo musical. A maior parte dos estudos obteve boa qualidade metodológica com baixo risco de viés. Já a metanálise identificou risco de viés de publicação para os estudos que abordaram ansiedade. Conclusão: Esta revisão sistemática identificou que a música é efetiva na redução da ansiedade e dos parâmetros hemodinâmicos. Entretanto, os resultados foram inconclusivos para determinar associação na redução da dor. Estes resultados podem ser úteis no desenvolvimento de recomendações para utilização da música na cardiologia intervencionista.
Abstract: Introduction: Cardiovascular diseases are the leading causes of death in the world. Included in this group, ischemic heart disease (IHD) is more frequent and responsible for high morbidity and mortality rates. Last two decades, a significant progress had happened to the recognition, management and treatment in patients with IHD, which determined a meaningful reduction in death rates, infarctions and recurrent ischemias. Despite technological advancement is increasing and its use of contemporary techniques, pain and anxiety cause a series of physiological repercussions that may impair the quality of clinical outcomes. Objectives: This study focused on identify in literature the music effect to pain, anxiety and hemodynamic parameters before and after percutaneous cardiac procedures. Method: This is a systematic review with meta-analysis that followed all recommendations of the Cochrane Collaboration and the verification items recommended by the tool Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes (PRISMA), as well as based on the Assessing the tool Methodological Quality of Systematic Reviews (AMSTAR). Results: 40 papers were found on a initial research, and 11 of them filled the inclusion criteria. These papers showed music is effective to reduce anxiety and hemodynamic parameters, and it was also confirmed in the meta-analysis which identified a meta-analytic estimate of difference among the average rates of 4.02 (95% HF: 2.48 to 6.68), even though it was chosen by the researcher. However, its effects on pain were inconclusive, which was also shown in the meta-analysis that identified a non-significant meta-analytic estimate of -0.01 (95% HF: -0.36 to 0.32) when VAS was used, although there is still a necessity for forthcoming studies. Due to the variability of genres and time of musical exposure, it was not possible to determine which music or for how long are the ideal to achieve more positive results on the outcomes of interest, but, it may presume soft, slow beats and instrumental songs show better results. Regarding how to execute it, the use of headphones is recommended as it allows the patient to focus its attention on the musical stimulus. Most of the studies obtained good methodological quality and low risk of bias. Whereas meta-analysis identified risk of publication bias for studies about anxiety. Conclusion: That systematic review identified music is effective to reduce anxiety and hemodynamic parameters. Nonetheless the results were inconclusive in order to determine association in pain reduction. These results may be useful in the development of recommendations for use of music in interventional cardiology.
Palavras-chave: Dor aguda
Ansiedade
Sinais vitais
Música
Intervenção coronária percutânea
Cateterismo cardíaco
Acute pain
Anxiety
Hemodynamic parameters
Music
Percutaneous coronary intervention
Cardiac catheterization
área CNPQ: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
Sigla da Instituição: Universidade Federal de Sergipe
Programa de Pós-graduação: Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: SANTANA, Joyce Francielle Nei Bomfim de. O efeito da música na dor e ansiedade em pacientes submetidos a procedimentos cardíacos percutâneos : uma revisão sistemática com metanálise. 2018. 69 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9087
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JOYCE_FRANCIELLE_ N_BOMFIM_SANTANA.pdf967,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.