Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9129
Document Type: Monografia
Title: Avaliação somatossensorial pós Acidente Vascular Encefálico (AVE): correlações com os déficits motores
Other Titles: Somatosensory evaluation post-stroke: correlations with motor deficits
Authors: Souza, Débora Ramos de Araujo
Issue Date: 4-May-2018
Advisor: Costa, Iandra Maria Pinheiro de França
Co-advisor: Costa, Julia Guimarães Reis da
Resumo : Objetivo: Investigar a distribuição dos déficits somatossensoriais pós Acidente Vascular Encefálico (AVE) e correlacioná-los à função motora do membro superior. Métodos: A amostra constou com 9 indivíduos na fase subaguda após o AVE, a avaliação somatossensorial foi realizada através da Avaliação Sensorial de Nottingham (ASN), e para avaliação da função motora foi utilizado o domínio da função motora para o membro superior da escala de Fugl-Meyer. As variáveis contínuas foram expressas em média e desvio-padrão e correlações por regressão linear simples utilizando o coeficiente de correlação de Pearson. Resultados: Este estudo mostrou alterações no sistema somatossensorial com taxas de prevalência de 55,56% na sensibilidade tátil e proprioceptiva e 66,67 % na esterognosia 88,89% na discriminação entre 2 pontos. Foram encontradas correlações fracas entre a função motora e os défcits da estereognosia (r =0,29) e entre a função motora e a discriminação entre dois pontos (rs =0,19); correlações regulares entre o escore motor com as alterações na sensibilidade tátil (r = 0,56) e proprioceptiva (r =0,57). Conclusão: Neste estudo alterações em todas as modalidades somatossensoriais foram comuns em pacientes no pós-AVE na fase subaguda e mesmo que estas alterações sensoriais não tenham sido fortemente relacionadas a distúrbios motores leves, a identificação e o reconhecimento dos déficits sensoriais no pós-AVE são necessários para gerenciamento da reabilitação neurofuncional.
Abstract: Objective: to investigate the distribution of somatossensoriais deficits post cerebrovascular accident (AVE) and correlate them to the motor function of the upper limb. Methods: the sample consisted with 9 individuals in the subacute phase after the stroke, the somatosensory evaluation was performed through the Nottingham Sensory Assessment, and for the evaluation of the motor function was used the section of the motor function for the upper member of the Fulg - Meyer scale. Continuous variables were expressed as mean and standard deviation and correlations for simple linear regression using the Pearson correlation coefficient. Results: This study shows changes in somatosensory system with prevalence rates of 55.56% tactile and proprioceptive sensitivity and 66.67% at 88.89% esterognosia on discrimination between 2 points. Weak correlations were found between motor function and deficits in stereognosis (r = 0.29) and deficits on discrimination between two points (rs = 0.19), and regular motor score correlations with changes in tactile sensitivity (r = 0.56) and proprioceptive (r = 0.57). Conclusion: in this study changes in all modes somatossensoriais were common in patients in the subacute phase post stroke and even if these sensory changes were not strongly related to disturbance light engines, identification and recognition of sensory deficits in the post- stroke are required for management of neurofuncional rehabilitation.
Keywords: Acidente vascular cerebral
Reabilitação
Avaliação da Deficiência
Modalidades Sensoriais
Stroke
Disability assessment
Sensory modalities
Language: por
Institution: UFS
Department: DFTL - Departamento de Fisioterapia Lagarto – Lagarto - Presencial
Citation: SOUZA, Débora Ramos de Araujo. Avaliação somatossensorial pós Acidente Vascular Encefálico (AVE) : correlações com os déficits motores. 2018. 31 f. Monografia (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Federal de Sergipe, Lagarto, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/9129
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DÉBORA_RAMOS_DE_ARAUJO_SOUZA.pdf881,18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.